A Ford divulgou seu 20º Relatório Anual de Sustentabilidade, cujo tema é “Nosso futuro está em movimento”. (Veja o relatório completo em inglês – https://corporate.ford.com/microsites/sustainability-report-2018-19/index.html). Entre os objetivos da companhia para os próximos anos estão impulsionar o progresso humano, proporcionando mobilidade e acessibilidade para todos; tornar-se a empresa mais inclusiva e diversificada globalmente; usar matérias-primas vindas de fontes responsáveis e somente plásticos reciclados e renováveis nos veículos globalmente.

“O relatório deste ano é particularmente especial. Enquanto olhamos para trás e celebramos 20 anos de progresso, também estamos ansiosos para nos preparar para o futuro, comprometendo-nos com novas metas ambiciosas que terão impacto positivo em nossa empresa, comunidades onde vivemos e trabalhamos e no planeta”, afirma Kim Pittel, vice-presidente de Sustentabilidade e Meio Ambiente da Ford.

A Ford também compromete-se com novos objetivos de sustentabilidade que a ajudarão a atingir suas metas:

• Usar 100% de energia renovável em todas as unidades de manufatura globalmente até 2035;
• Continuar a fazer a sua parte para reduzir as emissões de CO2 conforme o Acordo Climático de Paris, sendo que o primeiro Relatório de Cenário sobre Mudanças Climáticas, publicado em conjunto com o Relatório de Sustentabilidade, detalha a visão da empresa para a transição para uma economia de baixo carbono e resiliência na gestão do risco climático no futuro;
• Eliminar os plásticos de uso único (que não são recicláveis) das operações até 2030.

Além disso, a Ford lançou oficialmente um programa social dedicado a empoderar mulheres para criar impacto positivo nas suas comunidades por meio de serviços de mobilidade. Chamada de SHE-MOVES – acrônimo em inglês que significa “Fortalecendo-a: Mobilizando Empreendimentos para Inovação Social” –, a iniciativa é feita em conjunto com o Ford Fund, braço filantrópico da empresa. As ações terão início com mulheres na Índia, Nigéria e África do Sul.

Na Índia, a Zaclon India Pvt. Ltd. treina mais de 40 mulheres para dirigir e fazer a manutenção de veículos e as ajuda na colocação profissional. Na Nigéria, a Shuttlers, que atua na área de transporte especializado, já atendeu cerca de 600 mulheres em um ano. E na África do Sul, a Fundação Uhambo dá apoio, educação e transporte a pessoas com deficiência e promove o desenvolvimento de lideranças para as mães.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Financiamentos de veículos tem alta de 9,1% na comparação com primeiro semestre de 2018

Vendas a crédito de novos e usados avançam no acumulado do ano, com destaque para financia…