Cuidar da calibragem dos pneus é uma tarefa muito importante. Para a Bridgestone, maior fabricante de pneus do mundo, a pressão correta é um item essencial tanto para a boa dirigibilidade quanto para o menor desgaste. Além disso, é um dos principais influenciadores do consumo de combustível e, consequentemente, da emissão de poluentes.
 
De acordo com José Carlos Quadrelli, gerente geral de Engenharia de Vendas da Bridgestone, o motorista precisa estar sempre atento à calibragem do pneu porque ele é o principal elo entre o veículo e o solo. “A calibragem correta proporciona o aproveitamento ótimo dos sistemas de suspensão, transmissão, tração, direção e frenagem, trazendo assim maior segurança ao motorista e aos passageiros”, diz.
 
O proprietário precisa fazer uma checagem semanal da pressão dos pneus e respeitar a calibragem recomendada pelo fabricante, indicada pelo manual do proprietário, que em alguns casos também é encontrada no lado de dentro da tampa do bocal de combustível ou em outros pontos internos da carroceria. A calibragem deve ser verificada com os pneus frios (num posto não mais do que 2 km distante da casa do consumidor). O estepe também precisa ser examinado e calibrado com uma pressão maior de até 5 psi acima dos demais.
 
“A baixa pressão de inflação dos pneus pode acarretar vários danos ao veículo: perda de aderência, risco de detalonamento (quando o pneu “desencaixa” da roda), deterioração da estrutura interna do pneu devido ao aquecimento extremo durante a rodagem, instabilidade, maior esforço do motor e, consequentemente, aumento do consumo de combustível, o que resulta ainda na emissão de maiores quantidades de CO2″, explica Quadrelli.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Tecnologia criada por mães engenheiras aumenta segurança nos veículos Nissan

Um dos destaques do Novo Nissan Versa, o Alerta de Objetos no Banco Traseiro (Rear Door Al…