Mantendo a estratégia anunciada no ano passado para a produção de veículos na nova unidade de São Mateus, no Espírito Santo, a Agrale deu início este mês à montagem de caminhões leves da Linha A nessa nova unidade industrial. Os primeiros veículos são os modelos Agrale A10000 e A8700, destinados aos mercados das regiões Sudeste e Nordeste.
Os novos modelos ampliam a gama de veículos fabricados pela empresa na cidade capixaba. Desde setembro do ano passado, a Agrale iniciou a fabricação dos chassis de ônibus do modelo W9 urbano, para fornecimento à Volare, também instalada na mesma cidade.
De acordo com Hugo Zattera, diretor-presidente da Agrale, a produção dos caminhões da Linha A em São Mateus está alinhada com os objetivos de competitividade da empresa. “Somos penalizados com os custos de frete para enviar os produtos do Rio Grande do Sul para o resto do País, sobretudo o Leste e o Nordeste e a produção nessa nova fábrica nos proporcionará ganhos de logística, que nos permitirá reduzir os custos de distribuição no Brasil e também nas exportações”, explica.
Os caminhões da Linha A continuarão a ser fabricados também na unidade 2 da Agrale, em Caxias do Sul, para atendimento aos clientes das regiões Sul e Centro-Oeste.
A nova linha de caminhões Agrale foi lançada em novembro de 2015 com o objetivo de ampliar a oferta de produtos aos clientes, com soluções alinhadas com as tendências, necessidades e desejos dos usuários de caminhões leves. Conta com três modelos – A7500, A8700 e A10000 – uma inédita cabine de aço estampado e diversos itens como equipamentos de série. Moderna, funcional, leve e completa, a cabine é o grande diferencial dos novos modelos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche atinge recorde de veículos entregues em um mesmo ano no Brasil

A Porsche entregou 2.130 automóveis no mercado brasileiro nos primeiros nove meses de 2020…