Conforme o mais recente Censo da ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis), concluído em relação aos números do setor ao final de 2010, os modelos de luxo representam 7% da frota total das locadoras de automóveis que atuam no Brasil. Em números absolutos, isto significa que há aproximadamente 30 mil veículos de luxo (carros com valor de mercado acima de R$ 90 mil) disponíveis para locação no País.

Empresas dos mais variados setores têm consultado as empresas do setor de locação de automóveis para saber mais sobre a possibilidade de oferecerem os modelos de luxo como benefício aos executivos de primeiro escalão. Os carros podem ser incluídos nos contratos de administração de frotas fechados com as locadoras, gerando para o cliente uma economia de 25%, em média, se comparada a empresas que compram carros de luxo para uso de seus executivos, conforme avaliação da ABLA.

“O mercado também tem crescido junto às pessoas físicas”, acrescenta Paulo Gaba Jr, presidente do Conselho Nacional da ABLA. “Em geral, esse cliente é a pessoa física acostumada a transitar em veículos de luxo em sua cidade e que, em viagem, não quer abrir mão da sensação de conforto e segurança”, explica.

Levando-se em consideração que as vendas deste tipo de modelo correspondem a menos de 0,5% do volume comercializado por ano no Brasil, é possível concluir que as locadoras de automóveis podem ser consideradas, também neste nicho, clientes importantes para as montadoras. Trata-se de uma conclusão que ganha ainda mais força a partir da constatação que, em relação às pessoas físicas, o número de brasileiros com poder aquisitivo suficientemente alto para adquirir esses veículos ainda é pequeno. 

Em países desenvolvidos, como Estados Unidos, Japão e Alemanha, a participação dos modelos de luxo chega a 10% do total da frota. A ainda baixa representatividade do mercado de carros de luxo por aqui se dá por fatores como os valores pagos em impostos, que são elevados. A blindagem, cada vez mais frequente neste mercado e que aumenta ainda mais o custo do carro, também é apontada como uma das causas pela ABLA. 

Para Gaba, trata-se, de um nicho de mercado promissor para as locadoras de automóveis, pois a tendência é que a procura pelo aluguel de modelos de luxo cresça não apenas no Sudeste. As locadoras que atuam no Sul, Norte, Nordeste e Centro-Oeste também começam a ganhar novos clientes neste nicho de mercado.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Volvo mostra na Fenatran o caminhão mais rápido do mundo

As quebras de recorde do Iron Knight foram realizadas em pista fechada em Västerås, na Sué…