A assembleia de acionistas da Fiat SpA (Fiat) aprovou a fusão internacional para incorporação da Fiat na sua controlada holandesa Fiat Investments N.V. (“Fiat Investments”).
 
Assumindo que as demais condições previstas pela proposta de fusão serão concretizadas, Fiat será incorporada à Fiat Investiments que, com a realização da fusão, assumirá a denominação de Fiat Chrysler Automobiles N.V. (“FCA”) e se tornará a sociedade holding do Grupo.
 
À conclusão da operação, todos os acionistas receberão uma ação ordinária  FCA para cada ação Fiat em seu poder na data da fusão. Por outro lado, os acionistas da Fiat que tenham participado da assembleia extraordinária poderão requerer  a atribuição de uma ação com direito a voto especial para cada ação em seu poder. Os detentores de ações Fiat que não tenham votado a favor da fusão poderão exercitar o direito de recesso por um período de quinze dias, a contar do registro público da ata da assembleia. Neste caso, considera-se como valor unitário da ação o montante de 7,727 euros.
 
A assembleia também confirmou a nomeação de Glenn Earle como administrador, por indicação do Conselho de Administração, em substituição a Gian Maria Gros Pietro. Durante a assembleia extraordinária, a  Fiat também comunicou que, à conclusão da fusão, o Conselho de Administração da FCA terá a seguinte composição: John Elkann, Sergio Marchionne, Andrea Agnelli, Tiberto Brandolini d\Adda, Glenn Earle, Valerie A. Mars, Ruth J. Simmons, Ronald L. Thompson, Patience Wheatcroft, Stephen M. Wolf e Ermenegildo Zegna.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A assembleia de acionistas da Fiat SpA (Fiat) aprovou a fusão internacional para incorporação da Fiat na sua controlada holandesa Fiat Investments N.V. (“Fiat Investments”).
 
Assumindo que as demais condições previstas pela proposta de fusão serão concretizadas, Fiat será incorporada à Fiat Investiments que, com a realização da fusão, assumirá a denominação de Fiat Chrysler Automobiles N.V. (“FCA”) e se tornará a sociedade holding do Grupo.
 
À conclusão da operação, todos os acionistas receberão uma ação ordinária  FCA para cada ação Fiat em seu poder na data da fusão. Por outro lado, os acionistas da Fiat que tenham participado da assembleia extraordinária poderão requerer  a atribuição de uma ação com direito a voto especial para cada ação em seu poder. Os detentores de ações Fiat que não tenham votado a favor da fusão poderão exercitar o direito de recesso por um período de quinze dias, a contar do registro público da ata da assembleia. Neste caso, considera-se como valor unitário da ação o montante de 7,727 euros.
 
A assembleia também confirmou a nomeação de Glenn Earle como administrador, por indicação do Conselho de Administração, em substituição a Gian Maria Gros Pietro. Durante a assembleia extraordinária, a  Fiat também comunicou que, à conclusão da fusão, o Conselho de Administração da FCA terá a seguinte composição: John Elkann, Sergio Marchionne, Andrea Agnelli, Tiberto Brandolini d\Adda, Glenn Earle, Valerie A. Mars, Ruth J. Simmons, Ronald L. Thompson, Patience Wheatcroft, Stephen M. Wolf e Ermenegildo Zegna.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz inaugura a primeira fábrica 4.0 de chassis de ônibus do Brasil

Com investimento de mais de R$ 100 milhões, nova linha de produção de chassis de ônibus é …