Quando você dirige por aí, percebe que o assoalho do seu carro aquece demais? Se a resposta for positiva, fique atento! Esse calor pode indicar que algo está errado com o catalisador do veículo, peça responsável por transformar os gases tóxicos da queima de combustível em gases inofensivos ao meio ambiente.
 
O consultor técnico da Tuper Escapamentos e Catalisadores, Salvador Parisi, explica que a maioria dos carros tem uma chapa defletora de calor entre o sistema de escapamento e o assoalho do veículo. “A função dessa chapa é impedir que o calor contido nos gases que passam pelo sistema de escapamento seja irradiado para o assoalho e para o interior do veículo, causando desconforto aos ocupantes”, diz. Vale ressaltar que muitos carros já possuem o catalisador com coletor ligado ao motor, onde o problema acima não se aplica.
 
Se, mesmo com a chapa, o calor chegar ao assoalho, é sinal de que o catalisador está com problemas e é preciso procurar um mecânico. “O primeiro exame que deve ser realizado é verificar se o catalisador não está entupido. Em caso afirmativo, buscar o motivo e reparar o problema. Em seguida, fazer a troca do catalisador”, afirma.
 
Parisi alerta que se a troca do catalisador for feita sem que o problema que ocasionou o entupimento seja sanado, o novo equipamento também será destruído e o consumidor perderá a garantia da peça.
 
Lembre-se: na hora de fazer o reparo, procure uma oficina especializada e verifique se o novo catalisador tem estampado o selo do Inmetro. Isso garante que ele conta com todas as características necessárias para a preservação ambiental e o bom funcionamento do seu veículo.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Quando você dirige por aí, percebe que o assoalho do seu carro aquece demais? Se a resposta for positiva, fique atento! Esse calor pode indicar que algo está errado com o catalisador do veículo, peça responsável por transformar os gases tóxicos da queima de combustível em gases inofensivos ao meio ambiente.
 
O consultor técnico da Tuper Escapamentos e Catalisadores, Salvador Parisi, explica que a maioria dos carros tem uma chapa defletora de calor entre o sistema de escapamento e o assoalho do veículo. “A função dessa chapa é impedir que o calor contido nos gases que passam pelo sistema de escapamento seja irradiado para o assoalho e para o interior do veículo, causando desconforto aos ocupantes”, diz. Vale ressaltar que muitos carros já possuem o catalisador com coletor ligado ao motor, onde o problema acima não se aplica.
 
Se, mesmo com a chapa, o calor chegar ao assoalho, é sinal de que o catalisador está com problemas e é preciso procurar um mecânico. “O primeiro exame que deve ser realizado é verificar se o catalisador não está entupido. Em caso afirmativo, buscar o motivo e reparar o problema. Em seguida, fazer a troca do catalisador”, afirma.
 
Parisi alerta que se a troca do catalisador for feita sem que o problema que ocasionou o entupimento seja sanado, o novo equipamento também será destruído e o consumidor perderá a garantia da peça.
 
Lembre-se: na hora de fazer o reparo, procure uma oficina especializada e verifique se o novo catalisador tem estampado o selo do Inmetro. Isso garante que ele conta com todas as características necessárias para a preservação ambiental e o bom funcionamento do seu veículo.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Desde maio, preço da gasolina já subiu 15,46%

Na sexta elevação seguida, levantamento da ValeCard aponta aumento de 0,68% no preço do co…