Quando você dirige por aí, percebe que o assoalho do seu carro aquece demais? Se a resposta for positiva, fique atento! Esse calor pode indicar que algo está errado com o catalisador do veículo, peça responsável por transformar os gases tóxicos da queima de combustível em gases inofensivos ao meio ambiente.
 
O consultor técnico da Tuper Escapamentos e Catalisadores, Salvador Parisi, explica que a maioria dos carros tem uma chapa defletora de calor entre o sistema de escapamento e o assoalho do veículo. “A função dessa chapa é impedir que o calor contido nos gases que passam pelo sistema de escapamento seja irradiado para o assoalho e para o interior do veículo, causando desconforto aos ocupantes”, diz. Vale ressaltar que muitos carros já possuem o catalisador com coletor ligado ao motor, onde o problema acima não se aplica.
 
Se, mesmo com a chapa, o calor chegar ao assoalho, é sinal de que o catalisador está com problemas e é preciso procurar um mecânico. “O primeiro exame que deve ser realizado é verificar se o catalisador não está entupido. Em caso afirmativo, buscar o motivo e reparar o problema. Em seguida, fazer a troca do catalisador”, afirma.
 
Parisi alerta que se a troca do catalisador for feita sem que o problema que ocasionou o entupimento seja sanado, o novo equipamento também será destruído e o consumidor perderá a garantia da peça.
 
Lembre-se: na hora de fazer o reparo, procure uma oficina especializada e verifique se o novo catalisador tem estampado o selo do Inmetro. Isso garante que ele conta com todas as características necessárias para a preservação ambiental e o bom funcionamento do seu veículo.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Quando você dirige por aí, percebe que o assoalho do seu carro aquece demais? Se a resposta for positiva, fique atento! Esse calor pode indicar que algo está errado com o catalisador do veículo, peça responsável por transformar os gases tóxicos da queima de combustível em gases inofensivos ao meio ambiente.
 
O consultor técnico da Tuper Escapamentos e Catalisadores, Salvador Parisi, explica que a maioria dos carros tem uma chapa defletora de calor entre o sistema de escapamento e o assoalho do veículo. “A função dessa chapa é impedir que o calor contido nos gases que passam pelo sistema de escapamento seja irradiado para o assoalho e para o interior do veículo, causando desconforto aos ocupantes”, diz. Vale ressaltar que muitos carros já possuem o catalisador com coletor ligado ao motor, onde o problema acima não se aplica.
 
Se, mesmo com a chapa, o calor chegar ao assoalho, é sinal de que o catalisador está com problemas e é preciso procurar um mecânico. “O primeiro exame que deve ser realizado é verificar se o catalisador não está entupido. Em caso afirmativo, buscar o motivo e reparar o problema. Em seguida, fazer a troca do catalisador”, afirma.
 
Parisi alerta que se a troca do catalisador for feita sem que o problema que ocasionou o entupimento seja sanado, o novo equipamento também será destruído e o consumidor perderá a garantia da peça.
 
Lembre-se: na hora de fazer o reparo, procure uma oficina especializada e verifique se o novo catalisador tem estampado o selo do Inmetro. Isso garante que ele conta com todas as características necessárias para a preservação ambiental e o bom funcionamento do seu veículo.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Logo dos 20 anos da Nissan no Brasil foi escolhida pelos funcionários

Marca japonesa completa oficialmente duas décadas no país em outubro Em outubro, a Nissan …