Resultados positivos para as vendas da marca no semestre, com cerca de 953.200 unidades entregues, a Audi aumentou suas vendas desde janeiro em aproximadamente 5,6%, crescendo em todas as regiões. A marca registrou um forte crescimento especialmente na Europa. As vendas naquela região aumentaram cerca de 8,4% desde o início do ano, superando a marca de 450 mil carros pela primeira vez. Em termos globais, especialmente os novos modelos Audi A4 (+12,3%) e o SUV de grande porte Audi Q7 (+73,6%) impulsionaram o desempenho das vendas. As entregas de todos os modelos subiram cerca de 7,4% em junho para aproximadamente 169 mil unidades, com a Audi superando seu desempenho com relação ao mesmo mês no ano passado em todos os dez principais mercados para suas vendas.
 
Com o lançamento no mercado europeu do novo Audi A5 no terceiro trimestre e do Audi A3 atualizado neste mês, uma mudança geracional está prestes a ocorrer para os principais modelos que já são um sucesso.
 
Em junho, a Audi entregou cerca de 78.700 (+9,8%) carros na Europa de todos os modelos. A empresa estabeleceu assim novos recordes de entregas em cada um dos seis meses naquela região. No acumulado, as vendas subiram cerca de 8,4% para aproximadamente 455.250 carros.
 
 
Os novos modelos, acima de tudo, proporcionaram um estímulo na região com o maior volume de vendas da Audi: as vendas do SUV de grande porte Audi Q7 mais que duplicaram, enquanto a demanda pelo novo Audi A4 cresceu em quase 20%. A marca reportou um crescimento significativo essencialmente na Alemanha (+12,4% para 166.154 unidades), Itália (+14,6% para 32.124 unidades) e Espanha (+14,5% para 28.803 unidades). A fabricante também obteve maiores ganhos no seu maior mercado de exportação europeu, o Reino Unido: um aumento de 4,1% para 89.935 carros. Esse aumento foi particularmente impulsionado pela forte demanda pelo Audi TT, que viu um aumento de 36% nas entregas feitas no Reino Unido. Com vendas de cerca de 17.650 unidades desde janeiro, o Audi TT garantiu sua posição como o carro esportivo compacto campeão de vendas no segmento premium.
 
No continente americano as entregas da marca baseada em Ingolstadt também cresceram nos últimos seis meses: um aumento de 3,5% para cerca de 131.450 unidades. Entre elas, 96.934 foram vendidas nos Estados Unidos, também representando um aumento de 3,5%. Quase a cada segundo um cliente norte-americano escolheu um SUV. As vendas acumuladas dos Audi Q3, Q5 e Q7 cresceram, portanto, cerca de 24%, para 45.195 carros. A Audi manteve sua bem sucedida trajetória no mercado dos EUA em junho. Um aumento de 1% marcou o 66º mês consecutivo de crescimento. O Canadá, mais uma vez, comprovou ser um importante mercado impulsionador do crescimento na região. No primeiro semestre do ano, a empresa vendeu 15.614 unidades naquele país, 16% mais do que no mesmo período do ano passado.
 
As vendas também continuaram a se desenvolver de forma positiva na região da Ásia-Pacífico. Se comparadas às entregas realizadas no primeiro semestre de 2015, as vendas subiram cerca de 3,9% para aproximadamente 339.300 carros premium comercializados. Nos últimos meses, a Audi obteve ganhos na China essencialmente com seus modelos compactos: nos seis primeiros meses, a empresa entregou 81.083 unidades dos Audi A3 e Q3 para seus clientes, correspondendo a um aumento de 21.7%. Considerando todos os modelos, as vendas na China cresceram cerca de 5,9% para 290.126 unidades. A demanda aumentou cerca de 6,6% em junho. Além da China, a Austrália também apresentou um forte crescimento na região: desde o início do ano, 12.155 unidades entraram no mercado australiano, um aumento de 7,2%.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Floresta Mercedes-Benz reforça o compromisso da marca com um mundo mais sustentável

Mais de 13 mil árvores nativas serão plantadas em parceria com a Fundação SOS Mata Atlânti…