\"\"

 
Mantendo um ritmo acelerado de negócios em 2014, a Audi do Brasil encerrou o mês de agosto com vendas de 1.172 unidades, o que representou uma alta de 59% na comparação com o mesmo mês de 2013 e um crescimento de 11% em relação a julho último, quando havia vendido 1.048 veículos.
 
“Esse tem sido um ano no qual estamos registrando um ótimo desempenho de vendas no Brasil, seguindo uma tendência global da marca. Estamos comemorando nossos 20 anos de Brasil comercializando modelos de classe mundial e apresentando oportunidades interessantes de compra para o consumidor e isso tem se refletido no nosso volume de negócios”, justificou Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil.
 
No acumulado de 2014, a Audi já entregou aos clientes brasileiros 8.449 veículos, o que significa um desempenho 110% superior ao registrado entre janeiro e agosto de 2013. Para Hofmann, esse avanço nos negócios foi um dos principais motivos que fizeram com que a Audi fosse eleita “A Marca Mais Desejada” em pesquisa da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, realizada com os concessionários de todas as marcas do País. A escolha, feita entre maio e julho deste ano, teve a participação mínima de 25% das revendas de cada rede.
 
Em 2014, a Audi fez uma completa renovação de seu portfólio, tendo apresentado ao mercado diversos produtos que já se tornaram objeto de desejo dos brasileiros. Entre eles, o RS Q3, o S3 Sportback (da família A3) e o superpotente RS7, um V8 de 560 cv.  Além disso, as ruas locais tiveram como novidade o exclusivo A1 Kult e duas versões do A3 Sedan, a 1.8 TFSI e a 1.4 TFSI.
 
A Audi tem hoje 32 concessionárias em todo o país e o objetivo é chegar a 60 revendas em 2017. O crescimento da rede dará suporte para a ampliação das vendas no Brasil, que deve se intensificar ainda mais após o segundo semestre de 2015, quando começará a produção na nova fábrica de Curitiba, com investimentos de R$ 500 milhões para produzir o A3 Sedan e o SUV Q3.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 \"\"

 
Mantendo um ritmo acelerado de negócios em 2014, a Audi do Brasil encerrou o mês de agosto com vendas de 1.172 unidades, o que representou uma alta de 59% na comparação com o mesmo mês de 2013 e um crescimento de 11% em relação a julho último, quando havia vendido 1.048 veículos.
 
“Esse tem sido um ano no qual estamos registrando um ótimo desempenho de vendas no Brasil, seguindo uma tendência global da marca. Estamos comemorando nossos 20 anos de Brasil comercializando modelos de classe mundial e apresentando oportunidades interessantes de compra para o consumidor e isso tem se refletido no nosso volume de negócios”, justificou Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil.
 
No acumulado de 2014, a Audi já entregou aos clientes brasileiros 8.449 veículos, o que significa um desempenho 110% superior ao registrado entre janeiro e agosto de 2013. Para Hofmann, esse avanço nos negócios foi um dos principais motivos que fizeram com que a Audi fosse eleita “A Marca Mais Desejada” em pesquisa da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, realizada com os concessionários de todas as marcas do País. A escolha, feita entre maio e julho deste ano, teve a participação mínima de 25% das revendas de cada rede.
 
Em 2014, a Audi fez uma completa renovação de seu portfólio, tendo apresentado ao mercado diversos produtos que já se tornaram objeto de desejo dos brasileiros. Entre eles, o RS Q3, o S3 Sportback (da família A3) e o superpotente RS7, um V8 de 560 cv.  Além disso, as ruas locais tiveram como novidade o exclusivo A1 Kult e duas versões do A3 Sedan, a 1.8 TFSI e a 1.4 TFSI.
 
A Audi tem hoje 32 concessionárias em todo o país e o objetivo é chegar a 60 revendas em 2017. O crescimento da rede dará suporte para a ampliação das vendas no Brasil, que deve se intensificar ainda mais após o segundo semestre de 2015, quando começará a produção na nova fábrica de Curitiba, com investimentos de R$ 500 milhões para produzir o A3 Sedan e o SUV Q3.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Volkswagen Caminhões e Ônibus atinge o marco de um milhão de veículos produzidos

Além da entrada definitiva no segmento de extrapesados, a produção do VW Meteor representa…