Muitos motoristas ficam atentos às imperfeições na lataria do carro e riscos na pintura. No entanto, quando o assunto são os pneus, há quem se esqueça de checar possíveis amassados nas rodas, a calibragem e, por conta disso, até mesmo deixar passar despercebido o surgimentos de bolhas nos pneus. Segundo o CESVI BRASIL, Centro de Experimentação e Segurança Viária da MAPFRE, o fenômeno pode colocar em risco a segurança de motoristas e pedestres.
 
O surgimento de bolhas nas borrachas dos pneus é considerado um fenômeno do meio automotivo e acontece, principalmente, por conta dos danos causados por buracos, guias, valetas ou impactos que possam danificar a estrutura da malha metálica ou demais regiões que compõem a estrutura do pneu.
 
“Quando isso acontece em um dos pneus do conjunto há aumento do risco de acidentes, pois há perda de resistência, o que o torna o veículo instável, com possibilidades até de rompimento da estrutura, colocando em risco os passageiros, pedestres e outros veículos”, afirma Gerson Burin, coordenador técnico do CESVI BRASIL.
 
Caso tenha verificado e constatado a presença de bolhas é indicado evitar o processo de vulcanização oferecido por alguns borracheiros, que visa prolongar a vida útil dos pneus “O ideal é a substituição do pneu avariado, lembrando que adquirir um novo é sempre a alternativa mais segura”, comenta o especialista.
 
Para evitar a formação das tais bolhas recomenda-se que o motorista reduza a velocidade sempre que for passar por algum buraco, lombada e meio fio. Outra dica para quem gosta de estacionar próximo a guia é evitar raspar o pneu. Essa ação recorrente pode ocasionar rasgos ou também as indesejáveis bolhas. 
 
“Vale lembrar que a troca dos pneus deve ser realizada sempre que apresentarem desgaste na marcação do TWI, que é o indicador de desgaste, ou quando o código DOT ultrapassar 5 anos. Para diminuir desgastes irregulares nos pneus, a recomendação é que o motorista utilize sempre a pressão indicada no manual do proprietário e crie um cronograma para não esquecer de alinhar e balancear o carro”, finaliza Burin.
Fonte: CESVI BRASIL
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Jeep lança “Aventura Sem Filtro: Mulheres na Trilha” e mostra as belezas da Chapada Diamantina

As duas viajaram em um Jeep Wrangler guiadas pelo app Jeep Trilhas na Chapada Diamantina T…