Em pleno mês da segurança viária (Maio Amarelo), o ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária) analisa e divulga os dados de mortes no trânsito de 2013 e a notícia é boa: houve redução de quase 6% em comparação a 2012. Foram 42.266 mortes em 2013 contra 44.812 em 2012. O Observatório comemora essa redução, uma conquista de toda a sociedade: cidadãos, poder público e iniciativa privada.
O Portal da Saúde/DataSus (Departamento de Informática do Ministério da Saúde) disponibilizou esse mês o total de óbitos no país, que inclui todas as causas de mortes. O Observatório contabilizou os dados referentes ao trânsito e apresenta de forma inédita os números de 2013.
Nos primeiros anos da Década de Ação para Segurança no Trânsito*, 2011 e 2012, houve um aumento de 3,6% no país (43.256 e 44.812 respectivamente, www.onsv.org.br/portaldados). Em 2013, a redução foi de 5,6%, o que significa salvar 2.554 vidas no trânsito.
“Isso não significa que estamos entrando nos trilhos em relação à meta proposta, pois precisamos de uma série com, pelo menos, três anos para confirmar a tendência de queda. Apenas o resultado positivo de 2013, não é suficiente para afirmarmos essa tendência”, defende o diretor-presidente do Observatório, José Aurelio Ramalho. Os dados de 2014 só devem ser anunciados no próximo ano. O trabalho continua.
Região Norte é a campeã na redução
Entre os Estados, Rondônia teve a queda mais expressiva: 19%. Também na região norte está o 2º Estado com a maior redução: Acre, com 18%. Paraná, Santa Catarina e Rio de Janeiro reduziram 12%. São Paulo registrou queda de 6%. Já entre os estados que tiveram aumento no número de mortes, o Mato Grosso lidera a lista com quase 5% a mais que o ano anterior. Veja a tabela abaixo.

Dados preliminares
Em relação aos dados preliminares de 2013, divulgados em outubro do ano passado, a queda de 9,73% na redução no total de mortes, em todo o Brasil, não se confirmou. Os dados finais indicam um número de mortes aproximadamente 4,5% superior aos dados preliminares, o que equivale a 1.815 mortes a mais.
Com isso, por exemplo, o Rio de Janeiro não teve uma redução de 44,5% nas mortes por acidentes de trânsito, como divulgado em novembro passado; mas, sim, uma redução de 12,04%, o que significa uma das melhores do país para o ano de 2013. Já a Bahia, tinha uma redução de 15%, pelos dados preliminares. Com os dados consolidados agora, essa queda foi de 6%.
Por meio dessas análises, o Observatório procura promover subsídios para o desenvolvimento de políticas públicas e ações em prol da segurança viária para toda sociedade.
 
 
Uma análise comparativa entre os dados preliminares e os finais observamos:
•PI: manteve o número de óbitos.
•MS, MT, PA, PB, RN, RR, SE: apresentaram aumento no número de óbitos.
•Demais Estados: apresentaram redução no número de óbitos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Camaro completa 10 anos no Brasil

Ao todo 6,5 mil unidades do Chevrolet foram emplacadas no Brasil desde 2010, mais que o do…