Depois de sete dias emocionantes, passando por belas regiões e cruzando os estados de Goiás e Minas Gerais, numa disputa com mais de 2,6 mil km, a 22ª edição do Rally dos Sertões chegou ao seu final neste sábado (dia 30) em Belo Horizonte. A festa na capital mineira aconteceu na bela Lagoa da Pampulha e contou com ótimo público, que também participou da Virada Cultural e viu de perto os campeões do Sertões 2014.
 
Nas motos, o português Paulo Gonçalves (Team Honda HRC) venceu a última especial, disputada entre Diamantina e Belo Horizonte, com 125,88 km cronometrados e diferentes tipos de piso (cascalho, piçarra com lombas e mata-burros), com trechos de trial, subindo e descendo serra. O campeão do Sertões 2013 venceu quatro das sete etapas, mas não conseguiu superar o espanhol Marc Coma (KTM Red Bull Factory Team) que é o novo campeão do Rally dos Sertões. Coma venceu uma especial a menos que o rival, e conquistou seu segundo título na maior prova de off-road do Brasil (o primeiro foi em 2010).
 
Líder do Mundial de Rally Cross Country da FIM, Coma vinha travando um duelo particular com o português e venceu com a vantagem de 3min23s (total de 18h21min51s). Fora da briga internacional, destaque para o brasileiro Jean Azevedo (Honda Mobil de Rally), que terminou em terceiro lugar, a 14min05s de Coma. O português Helder Rodrigues (Team Honda HRC) ficou em quarto, seguido pelo espanhol Jordi Viladoms (KTM Red Bull Factory Team).
 
Das 37 motos que largaram em Goiânia (GO), 32 disputaram a última especial.
 
\"\"
 
Quadriciclos: Vitória brasileira
 
Nos quadriciclos, o paulista Robert Nahas (RNN Sports) faturou seu segundo título seguido, em sua 11ª participação no Sertões. O piloto também foi campeão em 2005 e 2008. Neste sábado, ele administrou a vantagem e chegou em terceiro, a 4min51s do polonês Rafal Sonik (Sonik Team), o vice-campeão.
 
No geral, Nahas fechou as sete etapas em 20h38min09s, 22min54s à frente de Sonik. Gabriel Varela (Divino Fogão Rally Team) ficou em terceiro. Tom Rosa (ATV Yamaha) foi o quarto e Rodolfo Brito (Paraíba Rally Team) terminou em quinto.
 
Sonik, que já venceu o Sertões em 2010 e está liderando o Mundial de Rally Cross Country da FIM, foi o melhor em três especiais deste ano.
 
Dos 17 quadriciclos que iniciaram o rali, nove "sobreviveram" à chegada em Belo Horizonte.
 
\"\"
 
UTVs tem reviravolta na última etapa
 
Nos UTVs, José Hélio Rodrigues e o navegador Edmilson de Camargo Jr. (Polaris Racing / Zé e os Caras 4×4) venceram a última especial, mas o título foi para uma dupla que não ganhou nenhuma etapa, mas soube manter a regularidade: Vinícius Mota / Rafael Shimuk (Taguatur Racing). Eles terminaram em quinto no último dia e foram campões com o tempo de 22h27min12s, mais de 22 minutos de vantagem para os vice-campeões Henrique Gutierrez e Weidner Moreira (Polaris).
 
O resultado foi surpreendente já que a dupla André Sawaya/Eduardo Costa (S2 Rally / Bike Box) liderava até o penúltimo dia de disputas, com mais de 30 minutos de vantagem. Neste sábado, no entanto, eles tiveram uma quebra da homocinética no km 140 e não completaram.
 
Zé Hélio e Camargo Jr. venceram quatro especiais, mas uma quebra em uma das etapas deixou a dupla longe do título, terminando em sétimo no geral. Elson Cascão/Claudia Grandi (Kandangus Rally Team) ficou em terceiro no geral. Leadro Torres/Idali Filho (Xtreme Plus/Torres Racing) completou em quarto e a dupla Gustavo Lapertosa/Marcello Brandão foi a quinta colocada.
Dezessete UTVs largaram no último dia do rali. Vinte e um partiram de Goiânia rumo a Belo Horizonte.
 
Entre Goiânia (largada) e Belo Horizonte (chegada), o Sertões 2014 passou por mais cinco cidades. Três foram sede do rali pela primeira vez: a goiana Catalão e as mineiras Paracatu e São Francisco. Completaram o percurso, Caldas Novas (GO) e Diamantina (MG), que já receberam o Sertões em outras edições.
 
Além de motos, UTVs e quads, o Sertões também teve as disputas das categorias carros e caminhões. Foram sete etapas até a chegada em Belo Horizonte e mais de 2,6 mil km percorridos. A prova contou com 197 competidores no total e pilotos de seis países, além do Brasil: Chile, Espanha, França, Polônia, Portugal e Reino Unido. Nas categorias motos e quads, o Sertões também foi válido pelo Mundial de Rally Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).
 
Os melhores na 7ª Etapa e no acumulado (resultado extraoficial):
 
Motos – 7ª Etapa
1. #1 PAULO GONCALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 01h34min57s
2. #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 01h36min11s
3. #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 01h36min47s
4. #12 RUBEN FARIA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 01h38min29s
5. #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 01h38min40s
 
Motos – Acumulado
1. #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 18h21min51s
2. #1 PAULO GONCALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 18h25min14s
3. #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 18h35min56s
4. #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 18h43min37s
5. #3 JORDI VILADOMS (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 18h48min28s
 
Quads – 7ª Etapa
1. #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 01h49min25s
2. #105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 01h52min41s
3. #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 01h54min16s
4. #104 NEI COSTA (NC RALLY TEAM) 01h55min41s
5. #112 DIOGO ZONATO (RNN SPORTS) 01h56min57s
 
Quads – Acumulado
1. #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 20h38min09s
2. #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 21h01min04s
3. #105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 21h34min53s
4. #103 TOM ROSA (YAMAHA / NC RALLY TEAM) 22h43min18s
5. #110 RODOLFO BRITO (PARAIBA RALLY TEAM) 23h49min34s
 
UTVs – 7ª Etapa
1. #202 JOSE HELIO/EDMILSON CAMARGO (POLARIS RACING) 01h52min11s
2. #204 CALOS AMBROSIO/CADU SACHS (PODIUM) 01h56min17s
3. #205 FABIO CAMPOS/SERGIO AVALLONE (SACRAMENTO RACING) 01h57min16s
4. #213 VINÍCIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK (TAGUATUR RACING) 02h01min054s
5. #208 LEANDRO TORRES/IDALI RODRIGUES FILHO (XTREME PLUS / TORRES RACING) 02h03min22s
 
UTVs – Acumulado
1. #213 VINÍCIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK (TAGUATUR RACING) 22h27min12s
2. #218 HENRIQUE GUTIERREZ/ WEIDNER MOREIRA (PODIUM) 22h49min20s
3. #211 ELSON CASCAO II/CLAUDIA GRANDI (KANDANGUS RALLY TEAM) 23h06min24s
4. #208 LEANDRO TORRES/IDALI RODRIGUES FILHO (XTREME PLUS / TORRES RACING) 23h35min52s
5. #219 GUSTAVO LAPERTOSA/MARCELLO BRANDÃO (LAPERTOSA MOTORSPORTS) 26h40min53s
 
Fotos: Jonne Roriz / Webventure
           Victor Eleuterio / Webventure
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Depois de sete dias emocionantes, passando por belas regiões e cruzando os estados de Goiás e Minas Gerais, numa disputa com mais de 2,6 mil km, a 22ª edição do Rally dos Sertões chegou ao seu final neste sábado (dia 30) em Belo Horizonte. A festa na capital mineira aconteceu na bela Lagoa da Pampulha e contou com ótimo público, que também participou da Virada Cultural e viu de perto os campeões do Sertões 2014.
 
Nas motos, o português Paulo Gonçalves (Team Honda HRC) venceu a última especial, disputada entre Diamantina e Belo Horizonte, com 125,88 km cronometrados e diferentes tipos de piso (cascalho, piçarra com lombas e mata-burros), com trechos de trial, subindo e descendo serra. O campeão do Sertões 2013 venceu quatro das sete etapas, mas não conseguiu superar o espanhol Marc Coma (KTM Red Bull Factory Team) que é o novo campeão do Rally dos Sertões. Coma venceu uma especial a menos que o rival, e conquistou seu segundo título na maior prova de off-road do Brasil (o primeiro foi em 2010).
 
Líder do Mundial de Rally Cross Country da FIM, Coma vinha travando um duelo particular com o português e venceu com a vantagem de 3min23s (total de 18h21min51s). Fora da briga internacional, destaque para o brasileiro Jean Azevedo (Honda Mobil de Rally), que terminou em terceiro lugar, a 14min05s de Coma. O português Helder Rodrigues (Team Honda HRC) ficou em quarto, seguido pelo espanhol Jordi Viladoms (KTM Red Bull Factory Team).
 
Das 37 motos que largaram em Goiânia (GO), 32 disputaram a última especial.
 
\"\"
 
Quadriciclos: Vitória brasileira
 
Nos quadriciclos, o paulista Robert Nahas (RNN Sports) faturou seu segundo título seguido, em sua 11ª participação no Sertões. O piloto também foi campeão em 2005 e 2008. Neste sábado, ele administrou a vantagem e chegou em terceiro, a 4min51s do polonês Rafal Sonik (Sonik Team), o vice-campeão.
 
No geral, Nahas fechou as sete etapas em 20h38min09s, 22min54s à frente de Sonik. Gabriel Varela (Divino Fogão Rally Team) ficou em terceiro. Tom Rosa (ATV Yamaha) foi o quarto e Rodolfo Brito (Paraíba Rally Team) terminou em quinto.
 
Sonik, que já venceu o Sertões em 2010 e está liderando o Mundial de Rally Cross Country da FIM, foi o melhor em três especiais deste ano.
 
Dos 17 quadriciclos que iniciaram o rali, nove "sobreviveram" à chegada em Belo Horizonte.
 
\"\"
 
UTVs tem reviravolta na última etapa
 
Nos UTVs, José Hélio Rodrigues e o navegador Edmilson de Camargo Jr. (Polaris Racing / Zé e os Caras 4×4) venceram a última especial, mas o título foi para uma dupla que não ganhou nenhuma etapa, mas soube manter a regularidade: Vinícius Mota / Rafael Shimuk (Taguatur Racing). Eles terminaram em quinto no último dia e foram campões com o tempo de 22h27min12s, mais de 22 minutos de vantagem para os vice-campeões Henrique Gutierrez e Weidner Moreira (Polaris).
 
O resultado foi surpreendente já que a dupla André Sawaya/Eduardo Costa (S2 Rally / Bike Box) liderava até o penúltimo dia de disputas, com mais de 30 minutos de vantagem. Neste sábado, no entanto, eles tiveram uma quebra da homocinética no km 140 e não completaram.
 
Zé Hélio e Camargo Jr. venceram quatro especiais, mas uma quebra em uma das etapas deixou a dupla longe do título, terminando em sétimo no geral. Elson Cascão/Claudia Grandi (Kandangus Rally Team) ficou em terceiro no geral. Leadro Torres/Idali Filho (Xtreme Plus/Torres Racing) completou em quarto e a dupla Gustavo Lapertosa/Marcello Brandão foi a quinta colocada.
Dezessete UTVs largaram no último dia do rali. Vinte e um partiram de Goiânia rumo a Belo Horizonte.
 
Entre Goiânia (largada) e Belo Horizonte (chegada), o Sertões 2014 passou por mais cinco cidades. Três foram sede do rali pela primeira vez: a goiana Catalão e as mineiras Paracatu e São Francisco. Completaram o percurso, Caldas Novas (GO) e Diamantina (MG), que já receberam o Sertões em outras edições.
 
Além de motos, UTVs e quads, o Sertões também teve as disputas das categorias carros e caminhões. Foram sete etapas até a chegada em Belo Horizonte e mais de 2,6 mil km percorridos. A prova contou com 197 competidores no total e pilotos de seis países, além do Brasil: Chile, Espanha, França, Polônia, Portugal e Reino Unido. Nas categorias motos e quads, o Sertões também foi válido pelo Mundial de Rally Cross Country da FIM (Federação Internacional de Motociclismo).
 
Os melhores na 7ª Etapa e no acumulado (resultado extraoficial):
 
Motos – 7ª Etapa
1. #1 PAULO GONCALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 01h34min57s
2. #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 01h36min11s
3. #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 01h36min47s
4. #12 RUBEN FARIA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 01h38min29s
5. #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 01h38min40s
 
Motos – Acumulado
1. #2 MARC COMA (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 18h21min51s
2. #1 PAULO GONCALVES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 18h25min14s
3. #5 JEAN AZEVEDO (HONDA / HONDA MOBIL DE RALLY) 18h35min56s
4. #4 HELDER RODRIGUES (HONDA / TEAM HONDA HRC) 18h43min37s
5. #3 JORDI VILADOMS (KTM / KTM RED BULL FACTORY TEAM) 18h48min28s
 
Quads – 7ª Etapa
1. #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 01h49min25s
2. #105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 01h52min41s
3. #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 01h54min16s
4. #104 NEI COSTA (NC RALLY TEAM) 01h55min41s
5. #112 DIOGO ZONATO (RNN SPORTS) 01h56min57s
 
Quads – Acumulado
1. #100 ROBERT NAHAS (PROTOTIPO / RNN SPORTS) 20h38min09s
2. #101 RAFAL SONIK (HONDA / SONIK TEAM) 21h01min04s
3. #105 GABRIEL VARELA (CAN-AM / DIVINO FOGAO RALLY TEAM) 21h34min53s
4. #103 TOM ROSA (YAMAHA / NC RALLY TEAM) 22h43min18s
5. #110 RODOLFO BRITO (PARAIBA RALLY TEAM) 23h49min34s
 
UTVs – 7ª Etapa
1. #202 JOSE HELIO/EDMILSON CAMARGO (POLARIS RACING) 01h52min11s
2. #204 CALOS AMBROSIO/CADU SACHS (PODIUM) 01h56min17s
3. #205 FABIO CAMPOS/SERGIO AVALLONE (SACRAMENTO RACING) 01h57min16s
4. #213 VINÍCIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK (TAGUATUR RACING) 02h01min054s
5. #208 LEANDRO TORRES/IDALI RODRIGUES FILHO (XTREME PLUS / TORRES RACING) 02h03min22s
 
UTVs – Acumulado
1. #213 VINÍCIUS MOTA/RAFAEL SHIMUK (TAGUATUR RACING) 22h27min12s
2. #218 HENRIQUE GUTIERREZ/ WEIDNER MOREIRA (PODIUM) 22h49min20s
3. #211 ELSON CASCAO II/CLAUDIA GRANDI (KANDANGUS RALLY TEAM) 23h06min24s
4. #208 LEANDRO TORRES/IDALI RODRIGUES FILHO (XTREME PLUS / TORRES RACING) 23h35min52s
5. #219 GUSTAVO LAPERTOSA/MARCELLO BRANDÃO (LAPERTOSA MOTORSPORTS) 26h40min53s
 
Fotos: Jonne Roriz / Webventure
           Victor Eleuterio / Webventure
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford Fund doa 9.000 máscaras para comunidades de São Paulo em projeto que gera renda para costureiras

Em parceira com a Aldeias Infantis SOS Brasil, a iniciativa faz parte do projeto Costura S…