As ações incluem palestras com especialistas e psicólogos sobre os fatores de risco, tipos da doença e tratamentos

Anualmente, a Ford promove a campanha Outubro Rosa em todas as suas unidades no Brasil, com foco na conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. As ações, focadas no público interno, incluem palestras e lives com médicos especialistas e psicólogos, abordando os fatores de risco, tipos da doença e tratamentos, lembrando que o autocuidado das mulheres é fundamental para atuar de forma preventiva.

A campanha #FordOutubroRosa inclui também orientações da equipe médica e do serviço social, destacando o apoio que a empresa dá a quem é diagnosticado com a doença.

“A campanha Outubro Rosa tem contribuído a cada ano para a prevenção da doença. Falar sobre esse tema de forma aberta e acolhedora desmistifica o câncer e encoraja as mulheres a se cuidar. É esse autocuidado que permite a identificação precoce da doença e sua cura”, destaca Cristiane Teixeira, ginecologista na Ford em Camaçari (BA).

O cuidado com a saúde das mulheres é feito pela ação integrada da rede de profissionais e de serviços dos ambulatórios médicos da Ford, aliado à rede credenciada de saúde. A partir de consultas periódicas, as mulheres têm acesso aos exames necessários para a prevenção do câncer de mama e de colo do útero.

O diferencial no cuidado com a saúde das funcionárias está na rede de acolhimento desde a fase de exames até um eventual diagnóstico e tratamento da doença.
“Nós trabalhamos muito alinhados com a rede credenciada e com o Serviço Social, acompanhando a todo momento a saúde das mulheres de forma ágil e eficaz. Quando temos um caso positivo, damos o suporte necessário, tanto médico como psicológico, para elas enfrentarem esse momento”, acrescenta Cristiane.

O acompanhamento médico e as orientações constantes por meio das campanhas internas foram primordiais para que Lilian Keyla Gouveia Marques, técnica de logística na fábrica de Camaçari, tivesse o diagnóstico precoce da doença em 2019.

“Foi em um exame de rotina que fui diagnosticada. O susto foi grande, muitos cenários passam pela nossa cabeça. Por isso, ter o apoio dos médicos, da família e também dos colegas de trabalho foi fundamental para eu enfrentar a doença”, diz Lilian. “Lidar com o câncer de mama não é nada fácil e o acolhimento que tive, desde a parte burocrática de exames, consultas e cirurgia, até as conversas para esclarecer dúvidas foram fundamentais para me dar força e coragem para encarar e vencer esse desafio.”

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Veja quem são os vencedores do Prêmio Top Car TV 2020

O Prêmio Top Car TV de 2020 foi realizado de forma virtual, devido a pandemia, da Covid-19…