Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Júlio Max

 

Novidades da linha 2019 do Fiat Toro reforçam seu apelo de vendas

O Fiat Toro chega à linha 2019 com mudanças na grade de versões e oferta de equipamentos. Uma das novidades é o desembaçador do vidro traseiro de série em todos os modelos. Também chegam ao mercado duas novas versões: a Endurance 1.8 Flex automática, de entrada, e a Volcano 2.4 Flex automática. A Endurance, de entrada, traz apenas a opção do motor 1.8 E.torQ EVO aliado ao câmbio automático de seis marchas.

As versões Freedom 1.8 e Freedom 2.0 AT9 Diesel, agora com grade preta e molduras vermelhas no interior, ganharam os itens que eram oferecidos à parte no pacote Road, como faróis de neblina com molduras cromadas, retrovisores elétricos com luzes de cortesia ao abrir as portas, rebatimento ao travar o veículo e função tilt-down no espelho direito ao engatar a ré; ar-condicionado digital de duas zonas, câmera de ré, sistema multimídia Uconnect com GPS, comandos de voz e tela touchscreen de 5 polegadas, seis alto-falantes, comandos de som no volante (revestido em couro), tomada 12 Volts e entrada USB para os ocupantes traseiros, barras longitudinais de teto, brake-light e iluminação da caçamba, apoios de braço dianteiro e traseiro, além de maçanetas e capas dos retrovisores na cor da carroceria.

Na versão top Volcano, agora disponível com motorização 2.4 AT9 Flex ou 2.0 AT9 Diesel, a lista de equipamentos inclui chave presencial e partida do motor por botão ou remota pela própria chave, banco do motorista com regulagens elétricas, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, retrovisor interno anti-ofuscante e sensor de pressão dos pneus.
Tabela de preços do Fiat Toro 2019

Endurance 1.8 Flex AT6 – R$ 90 990
Freedom 1.8 Flex AT6 – R$ 102 990
Volcano 2.4 Flex AT9 – R$ 115 690
Blackjack 2.4 Flex AT9 – R$ 117 490
Freedom 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 131 590
Volcano 2.0 Diesel AT9 4×4 – R$ 142 990

Fábrica da Nissan no Brasil completa quatro anos, celebrando aumentos de produção e exportações

O Complexo Industrial da Nissan, em Resende (RJ), chega ao seu quarto ano passando por transformações que continuam potencializando o desenvolvimento e a produção de veículos com tecnologia e qualidade japonesa no Brasil e na América Latina. Apenas neste último ano, recebeu 600 novos trabalhadores, chegando a um total de 2.400 funcionários. Com isso, deu início ao segundo turno de operações. Depois, iniciou a produção de mais um carro – o Nissan Kicks nacional. E a partir daí continuou a colecionar conquistas importantes, tanto na produção para o mercado local, quanto para exportação. Nesta semana, a fábrica completa quatro anos e atinge a importante marca de 200 mil automóveis produzidos, consolidando sua importância para a Nissan no Brasil e na América Latina.

Ao lado do hatch March e do sedã Versa, também produzidos em Resende, o Kicks ajudou a unidade industrial brasileira a alcançar marca de 30 mil veículos produzidos para exportação. Além dos três modelos, também são fabricados em Resende os motores flexfuel 1.0 12V, de três cilindros, e 1.6 16V. Os propulsores levaram a Nissan do Brasil a mais uma importante marca neste quarto ano: os 200 mil motores produzidos. E, com mais de 30 mil veículos produzidos para os mercados externos, oito países da América Latina já recebem os Nissan produzidos no Brasil.

Test-drive: Hyundai HB20 Comfort Plus 1.0 2018 agrada ao volante


Reconhecidamente um dos carros preferidos dos brasileiros graças ao seu apelo visual, o Hyundai HB20 também é bom de dirigir em sua versão Comfort Plus 1.0 manual. A direção, apesar de ser hidráulica (só ele e o Gol ainda não se renderam à assistência elétrica), tem o mérito de ser leve nas manobras. Vale ressaltar que a coluna de direção é fixa, mas sua posição é adequada. Outro anacronismo do HB20 aparece nas portas com pinos, explicável porque na versão básica Comfort, não há travamento das portas em velocidade (acima de 15 km/h).

A suspensão do hatch transmite bom conforto mesmo em pisos irregulares, embora a maciez não chegue ao nível do Onix ou do Argo. Já o engate das cinco marchas é surpreendentemente bom, com as marchas entrando corretamente, lembrando o câmbio manual dos hatches da Volkswagen (embora o curso da alavanca seja maior no Hyundai).

Esta versão custa R$ 46.940 e vem de série com direção hidráulica, ar-condicionado, regulagem de altura para o banco do motorista por roldana, limpador/desembaçador traseiro, rádio com Bluetooth, MP3 Player, comandos no volante, entradas USB e auxiliar; espelhos nos para-sóis (com tampa corrediça para o motorista), travas e vidros elétricos com função um-toque para baixo para o motorista (com botão de bloqueio para os traseiros), chave-canivete principal, retrovisores elétricos com luzes de seta, entre outros itens.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Carros em Foco
Comentários estão fechados

Veja também

Japão recebe o FIA WEC para as 6 Horas de Fuji

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Quarta etapa da supertemporada te…