Home Notícias Casa Fiat de Cultura apresenta seu novo presidente

Casa Fiat de Cultura apresenta seu novo presidente

Comentários desativados em Casa Fiat de Cultura apresenta seu novo presidente

João Batista Ciaco, diretor de Brand Marketing Communication da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, assume a presidência da instituição.

A Casa Fiat de Cultura, importante centro de exposições e difusão das artes situado no Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, apresenta seu novo presidente: João Batista Ciaco. O executivo, que é o diretor de Brand Marketing Communication da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, sucede no cargo a José Eduardo de Lima Pereira, que respondeu pela entidade desde sua criação em 2006 e agora passa a atuar como Conselheiro Cultural.

O presidente da FCA para a América Latina e do Conselho Deliberativo da Casa Fiat de Cultura, Antonio Filosa, anunciou a transição na instituição e destacou: “Estamos cada vez mais comprometidos e conectados com Minas. A Casa Fiat de Cultura é uma expressão do compromisso da Fiat com o desenvolvimento social, humano e cultural através da difusão da arte”.

Criada em 2006 como um espaço cultural de acesso gratuito e universal, a Casa Fiat de Cultura já mobilizou um público de 2,5 milhões de visitantes em suas exposições. “Ao longo dos 12 anos em que foi dirigida por José Eduardo de Lima Pereira – ele mesmo um pioneiro na trajetória da Fiat em Minas Gerais – a Casa Fiat de Cultura tornou-se um ponto de encontro da inteligência, consolidou-se como um difusor da cultura e, acima de tudo, como um espaço de relacionamento da Fiat com a comunidade que tão bem a acolheu 42 anos atrás”, afirmou João Batista Ciaco. Para ele, assumir a presidência da Casa Fiat de Cultura com todo este acúmulo de significados é uma grande responsabilidade.

“Acreditamos sobretudo na importância e na força da arte para a formação das pessoas, para a educação dos jovens e para o aprimoramento da própria sociedade”, acrescentou o novo presidente.

Duas mil obras apresentadas em 47 exposições

Desde sua criação, a Casa Fiat de Cultura realizou 47 exposições nacionais e internacionais, por meio das quais apresentou mais de 2 mil obras, apreciadas por 2,5 milhões de visitantes, além de onze itinerâncias, que contemplaram cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Buenos Aires.

Para José Eduardo de Lima Pereira, que passa a atuar como Conselheiro Cultural, a principal contribuição da Casa Fiat de Cultura no período foi a contínua formação de público para as artes. “Pudemos colocar ao alcance de todas as pessoas a melhor arte produzida no mundo, fruto de séculos e movimentos os mais diversos, abrangendo do Renascimento ao Barroco, do Futurismo à Arte Digital”, relatou Lima Pereira.

Sobre a transição na presidência da instituição, ele ressaltou: “Conheço João Ciaco há muitos anos, sei de sua enorme capacidade de trabalho e sensibilidade às nuances culturais. Fico feliz de vê-lo à frente da Casa e será um prazer colaborar com entusiasmo para a sua atuação”.

A nova diretoria da Casa Fiat de Cultura

A administração da Casa Fiat de Cultura passa a ser exercida pela Diretoria Executiva composta por: João Ciaco, presidente; Emanuele Cappellano (diretor Administrativo- Financeiro da FCA para a América Latina), Fernão Silveira (diretor de Comunicação e Sustentabilidade da FCA para a América Latina) e Márcio Lima (diretor Jurídico e de Business Development da FCA para a América Latina). O Conselho Deliberativo é integrado por: Antonio Filosa, Presidente do Conselho; Erica Baldini, Conselheira (e diretora de Recursos Humanos da FCA para a América Latina); e José Eduardo de Lima Pereira, Conselheiro Cultural.

Sobre João Batista Ciaco

João Batista Ciaco é diretor de Brand Marketing Communication da FCA para a América Latina e responsável pelas áreas de Marketing e Publicidade para as marcas Fiat, Jeep, Dodge, Ram, Chrysler, Alfa Romeo, Maserati, Abarth e Mopar na região. É graduado em Engenharia e Administração de Empresas, com pós-graduação em Marketing pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É mestre em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-SP) e doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP.

Ciaco também é pesquisador do Centro de Pesquisas Sociossemióticas (CPS). Atuou como jurado brasileiro na categoria Creative Effectiveness no 59th Cannes Lions International Festival of Creativity e no New York Festivals. Em 2013 foi o presidente do júri de Efetividade Criativa do FIAP – Festival Iberoamericano de la Publicidad. Foi presidente da ABA (Associação Brasileira de Anunciantes) por quatro anos e hoje faz parte do conselho do órgão. Como executivo da FCA, conquistou importantes títulos, como o de Anunciante do Ano em 2010, no 27° Prêmio Colunistas SP, e também em 2007, o Prêmio Caboré.

O primeiro espaço cultural de uma empresa de automóveis no Brasil

No dia 7 de fevereiro de 2006, era criado o primeiro espaço cultural de uma empresa de automóveis no Brasil. A chegada da Casa Fiat de Cultura a Belo Horizonte (MG) revelou-se um marco não apenas para a cidade, mas também para o cenário artístico-cultural do país. Naquele ano, a Fiat completava 30 anos em território brasileiro, e, como presente à população, dedicava-se à fundação de uma “casa brasileira e italiana”, que viria a se consolidar como alternativa à produção cultural do eixo Rio-São Paulo, com grandes exposições de padrão internacional. Há 12 anos, a Casa Fiat de Cultura cumpre importante papel na transformação do cenário cultural mineiro e brasileiro, ao apresentar, em Belo Horizonte, algumas das mais relevantes e prestigiadas exposições já realizadas no Brasil.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

XC40 Pure Electric: Primeiro carro totalmente elétrico da Volvo chega ao Brasil

Com o inédito sistema de infoentretenimento do Google, autonomia de mais de 400km, mais es…