Com curadoria colaborativa e investimento dos quatro espaços culturais, evento reunirá importantes pensadores brasileiros da Ciência, da Filosofia, das Artes e da Futurologia

Quais os significados deste momento para a humanidade? O que tal experiência transformará em nós e no mundo? Como elaborar – e pôr em prática – mudanças necessárias aos novos tempos? Eis algumas das questões a serem respondidas por grandes nomes do pensamento brasileiro, que, nos meses de julho e agosto, participam do webinário “Conversas sobre perguntas”, evento criado, promovido e financiado, em curadoria colaborativa, pelos equipamentos culturais Casa Fiat de Cultura, Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB, Memorial Minas Gerais Vale e MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, integrantes do Circuito Liberdade. Mediados pela jornalista Daniella Zupo, os encontros online, realizados de 14 de julho a 18 de agosto de 2020, sempre às terças-feiras, às 17h, contarão com respostas e ideias do líder indígena Ailton Krenak (14/7), da futurista Lala Deheinzelin (21/7), do economista e professor Eduardo Albuquerque e da administradora e professora Grazi Mendes (28/7), do psicanalista Christian Dunker (4/8), da escritora Conceição Evaristo e da crítica de arte Júlia Rebouças (11/8) e, no encerramento, no dia 18/8, palestrante a confirmar. Gratuitas, as palestras serão transmitidas nos canais do YouTube dos espaços culturais.

O webinário propõe-se a aprofundar o debate sobre o futuro, em um mundo pós-coronavírus, por meio do estímulo a diálogos multidisciplinares, capazes de entrelaçar teorias e ideias, da Filosofia à Psicanálise, das Ciências à Arte, da Economia à Espiritualidade. Trata-se de formato propício à ânsia global pela realização de perguntas fundamentais sobre a vida, o tempo, as relações etc. – e que, desde a chegada do coronavírus, têm instigado cidadãos, intelectuais, governantes e cientistas de todo o planeta. A situação, afinal, abalou fundamentos da convivência social e econômica, a ponto de a humanidade testemunhar o colapso da vida cotidiana e do mundo como o conhecemos.

Diversas facetas da nova realidade contemporânea serão debatidas nos seis encontros do webinário “Conversas sobre perguntas”. No dia 14 de julho, com transmissão pelo YouTube da Casa Fiat de Cultura, Ailton Krenak fala sobre “As potências do afeto”. Na semana seguinte, 21 de julho, com transmissão pelo YouTube do MM Gerdau, Lala Deheinzelin aborda o tema “As faces do futuro: mudanças socioculturais, criatividade e inovação”. No dia 28 de julho, também com transmissão pelo YouTube do MM Gerdau, Eduardo Albuquerque e Grazi Mendes abordam a questão das “Outras economias – Inteligência artificial, modelos e futuro do trabalho”. No dia 4 de agosto, com transmissão pelo YouTube do Memorial Minas Gerais Vale, Christian Dunker discute “Os novos desafios do eu – Psicanálise e vida pós-pandemia”. No dia 11 de agosto, a escritora Conceição Evaristo e a crítica de arte Júlia Rebouças abordam as “Narrativas para novo(s) mundo(s) – Os lugares da cultura”, com transmissão pelo YouTube do Memorial Minas Gerais Vale. Por fim, no dia 18 de agosto, em palestra a confirmar, a transmissão do encontro será pelo YouTube da Casa Fiat de Cultura.

Para Ana Vilela, gestora cultural da Casa Fiat de Cultura, “passamos por um momento de transformação acelerado, seja nas relações humanas, seja nos novos modos de viver, de pensar e de fazer. Em meio a esse contexto, nasceu a ideia de construir algo novo. Um projeto coletivo idealizado, desenvolvido e financiado por quatro instituições culturais”, destaca, ao lembrar que foram rompidos os limites institucionais e territoriais para que se cocriasse uma iniciativa inovadora, que conseguiu integrar múltiplas expertises e diferentes equipes de trabalho. “Criamos um grande time e um novo jeito de fazer e de transpor os impactos que afetaram o setor cultural. Abrimos, assim, um novo espaço para o debate de ideias, possibilitando ao público conversas enriquecedoras, que tragam novas percepções sobre o futuro”, completa.

Na opinião do gestor do Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB, Leonardo Camargo, a suspensão das atividades presenciais dos equipamentos culturais estimulou a necessidade de ressignificar a atuação dos espaços. “A pandemia acelerou mudanças e trouxe novos hábitos de consumo, novas formas de convivência e novos formatos de trabalho. A cultura tem papel fundamental na reflexão da nova normalidade, e propor este debate com a sociedade, ao lado dos parceiros do Circuito, é um marco para a trajetória do CCBB BH”, ressalta.

Segundo Wagner Tameirão, diretor do Memorial Minas Gerais Vale, promover o webinário “Conversas sobre Perguntas”, com envolvimento de quatro espaços culturais ligados ao Circuito Liberdade, no período de isolamento, sublinha a importância e a necessidade de colaboração, para potencializar atitudes necessárias ao enfrentamento da situação atual: “O evento busca especialistas de diversas áreas do conhecimento para pensar, refletir e buscar inspirações para os espaços culturais e seus públicos”.

No ver de Márcia Guimarães, gestora do MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, em tempos de reflexões sobre o futuro dos cidadãos e do planeta, perguntas diversas surgem, diariamente, nas mentes das pessoas. “Os dias passam e descobrimos que não estamos sozinhos nessas dúvidas. Foi com esse propósito, de troca e solidariedade, que instituições vizinhas do Circuito Liberdade se reuniram para organizar encontros com pensadores incríveis, na expectativa de ouvirmos respostas que venham ao encontro das perguntas que as pessoas estão se fazendo neste momento”, comenta.

O webinário “Conversas sobre perguntas” é uma realização conjunta da Casa Fiat de Cultura, do Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB, do Memorial Minas Gerais Vale e do MM Gerdau – Museu Minas e Metal, com patrocínio de Fiat, Banco Fidis, Banco Safra, Banco do Brasil, Vale e Gerdau. Conta com o apoio do Amigos da Casa Fiat de Cultura, CBMM, além de apoio institucional do Circuito Liberdade, do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), do Governo de Minas e do Governo Federal.

PROGRAMAÇÃO

Dia 14 de julho, terça-feira, às 17h – Transmissão YouTube Casa Fiat de Cultura

Conversas sobre perguntas com o líder indígena AILTON KRENAK

“As potências do afeto”

A possibilidade de mudança, na opinião do escritor, líder indígena e pensador Ailton Krenak, está no “campo de desejo” baseado na cooperação. Projetar o futuro significa abandonar as armas e acreditar que os afetos são a munição mais potente. O modo de estar no mundo é resultado de conhecimento, e não de algo místico. Por isso, os seres humanos precisam saber de si, além de se voltar ao essencial: sua casa – a Terra –, as questões do indivíduo e o bem comum. Eis a mensagem de alerta à humanidade, para que ela se aproxime da natureza, e, então, crie um mundo viável para as próximas gerações. As crianças se revelam muito importantes, por terem a capacidade de influenciar o mundo e de tomar decisões.

Dia 21 de julho, terça-feira, às 17h – Transmissão YouTube MM Gerdau

Conversas sobre perguntas com a futurista LALA DEHEINZELIN

“As faces do futuro: mudanças socioculturais, criatividade e inovação”

Considerada uma das cem mulheres do mundo a pensar “a nova sociedade”, a futurista Lala Deheinzelin discute as adaptações necessárias à vida nas próximas décadas. Desde 2008, o movimento criado por ela dissemina milhares de futuros desejáveis em quatro continentes, por meio de palestras, oficinas e experimentos criativos. Outra questão a ser debatida em sua participação no webinário diz respeito ao papel dos artistas – e de toda a área cultural – como essencial às mudanças a serem construídas a partir de agora. A seu ver, afinal, o artista é o “designer do mundo”.

Dia 28 de julho, terça-feira, às 17h – Transmissão YouTube MM Gerdau

Conversas sobre perguntas com os professores EDUARDO ALBUQUERQUE e GRAZI MENDES

“Outras economias – Inteligência artificial, modelos e futuro do trabalho”

Eduardo Albuquerque, economista e professor titular do Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Grazi Mendes, professora em programas de desenvolvimento de lideranças e Head of People na ThoughtWorks Brasil, abordam os efeitos das revoluções tecnológicas sobre a economia global e o cotidiano dos trabalhadores. Além disso, discutem a inteligência artificial como tecnologia emergente, que impulsiona o reposicionamento e o futuro do trabalho e o comportamento das relações no ambiente profissional.

Dia 4 de agosto, terça-feira, às 17h – Transmissão Youtube Memorial Minas Gerais Vale

Conversas sobre perguntas com o psicanalista CHRISTIAN DUNKER

“Os novos desafios do eu – Psicanálise e vida pós-pandemia”

Psicanalista e professor titular do Instituto de Psicologia da USP, Christian Dunker comenta alguns dos principais dilemas e possibilidades do indivíduo em meio à reconstrução das formas de convívio. Em seu recente e-book, A arte da quarentena para principiantes (Boitempo), Dunker menciona que o Brasil é um dos últimos países no ranking de percepção da própria realidade. Para enfrentar tal problema, o pensador chama atenção para a importância de se investir em educação política, com ênfase nas humanidades.

Dia 11 de agosto, terça-feira, às 17h – Transmissão YouTube Memorial Minas Gerais Vale

Conversas sobre perguntas com a escritora CONCEIÇÃO EVARISTO e a crítica de arte JÚLIA REBOUÇAS

“Narrativas para novo(s) mundo(s) – Os lugares da cultura”

Escritora e ensaísta, Conceição Evaristo aborda a linguagem poética e outros modos de interpretar e dizer o tempo, os seres e as relações. Já a crítica de arte Júlia Rebouças analisa a relevância de novas proposições, visões sociais e construções coletivas para a cultura contemporânea. Discute, ainda, o papel das instituições culturais nos novos cenários.

Dia 18 de agosto, terça-feira, às 17h – Transmissão YouTube Casa Fiat de Cultura

Palestrante a confirmar em breve!

OS CONVIDADOS

Ailton Krenak

Líder indígena, ambientalista e escritor, nasceu na região do Vale do Rio Doce (MG) e integra a comunidade dos Krenak. Aos 17 anos, migrou, com seus parentes, para o Paraná, onde se tornou produtor gráfico e jornalista. Sua luta nas décadas de 1970 e 1980 foi determinante para a conquista do “Capítulo dos índios” na Constituição de 1988, que passou a garantir, pelo menos no papel, os direitos indígenas à cultura autóctone e à terra. É doutor Honoris Causa pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Além de ter participado da antologia A outra margem do Ocidente (Minc-Funarte / Companhia das Letras, 1999), publicou Ailton Krenak (Azougue Editorial, 2015, entrevista), Ideias para adiar o fim do mundo (Companhia das Letras, 2019) e O amanhã não está à venda (Companhia das Letras, 2020).

Lala Deheinzelin

Considerada uma das cem mulheres do mundo envolvidas na cocriação da nova sociedade e da economia, dedica-se, há 40 anos, a catalisar mudanças nesta “transição de modelos”. Pioneira da Economia Criativa, atua com treinamentos, assessoria e palestra em quatro continentes, com forte atuação junto à ONU e à Cooperação Espanhola (2005- 2014). Sua vasta e diversa experiência em todas as escalas da tomada de decisão (redes de inovação, corporações, ONGs, governos locais e nacionais, organismos multilaterais) inspira e instrumenta gestores, empreendedores e organizações das mais diversas áreas. Futurista desde 1995, formulou o movimento Crie Futuros (2008), processo criativo e colaborativo com foco nos aspectos socioculturais do futuro, aplicado em dezenas de países. É membro da World Futures Studies Federation e destaque entre as quatro principais futuristas da América Latina, além de autora de Desejável Mundo Novo (2012) e Novas economias viabilizando futuros desejáveis (2019). Ao combinar futuring e novas economias, criou a Fluxonomia 4D, método aplicado em processos de design de soluções e inovação. Para organizações, empreendedores e profissionais autônomos, isso resulta em otimização de tempo, recursos e equipes e em impacto positivo para além do financeiro (4D).

Eduardo Albuquerque

Professor titular do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG, tem doutorado em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com período de estudos na Universidade de Sussex, no Reino Unido. É autor do livro Agenda Rosdolsky e do capítulo sobre revoluções tecnológicas do livro Economia da ciência, tecnologia e inovação. No recente artigo “Capitalismo pós-www”, discute a nova fase da economia global e identifica a inteligência artificial como tecnologia emergente, capaz de impulsionar o reposicionamento do trabalho.

Grazi Mendes

Apaixonada por pessoas, conexões, e pelo uso da tecnologia para promover um mundo mais justo e com mais oportunidades para todas as pessoas, atua, hoje, como Head of People na ThoughtWorks Brasil, consultoria global de tecnologia. Grazi Mendes também é professora em programas de desenvolvimento de lideranças e cofundadora da Ponte, hub de diversidade e inclusão. Acumula cerca de 20 anos de experiência em gestão estratégica, branding, design estratégico, liderança e cultura. Já atuou em empresas nacionais e multinacionais de diversos segmentos.

Christian Dunker

Psicanalista e professor titular do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), junto ao Departamento de Psicologia Clínica, é livre docente em Psicologia Clínica, com pós-doutorado na Manchester Metropolitan University. Analista membro de Escola de Psicanálise do Fórum do Campo Lacaniano e coordenador do Laboratório de Teoria social, Filosofia e Psicanálise da USP, é professor convidado em mais de 20 universidades estrangeiras. Fundou e coordena o Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da USP. Duas vezes agraciado com o prêmio Jabuti, por Estrutura e constituição da clínica psicanalítica (Annablume, 2010) e Mal-Estar, sofrimento e sintoma (Boitempo), também é autor do e-book A arte da quarentena para principiantes (Boitempo), que integra a coleção Pandemia Capital.

Conceição Evaristo

Escritora, ficcionista e ensaísta, é mestre em Literatura Brasileira, pela PUC Rio, e doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Sua primeira publicação (1990) foi na série “Cadernos Negros”, do grupo Quilombhoje. Conta com sete livros publicados, entre eles, o vencedor do Jabuti, Olhos D’água (2015). Cinco deles foram traduzidos para o inglês, o francês, o espanhol e o árabe. Em 2018, recebeu o Prêmio do Governo de Minas Gerais pelo conjunto de sua obra; o Prêmio Nicolás Guillén de Literatura, pela Caribbean Philosophical Association; o Prêmio Mestra das Periferias, pelo Instituto Maria e João Aleixo. Escritora homenageada em diversas Feiras Literárias, a mãe de Ainá – sua especial menina – teve três de seus sete livros aprovados, em 2019, no PNLD Nacional. Também foi a escritora homenageada da “Olimpíada de Língua Portuguesa”, pelo Itaú Social. No mesmo ano, lançou, Poemas da Recordação e Outros Movimentos, em edição bilíngue (português/francês), no Salão do Livro de Paris. Ainda em 2019, foi homenageada pelo Prêmio Jabuti, como personalidade literária.

Júlia Rebouças

Curadora e pesquisadora de arte, realizou a curadoria do 36º Panorama da Arte Brasileira: Sertão, MAM-SP (2019). Ainda em 2019, foi curadora de “Entrevendo: Cildo Meireles”, no Sesc Pompeia, em São Paulo, com Diego Matos. Integrou a comissão de seleção e acompanhamento curatorial da 7ª edição da Bolsa Pampulha 2018/2019. Em 2018, realizou, como curadora, as exposições “Entrementes”, de Valeska Soares, na Estação Pinacoteca, em São Paulo; e “Mitomotim”, mostra coletiva no Galpão Videobrasil, também na capital paulista. Foi cocuradora da 32ª Bienal de São Paulo: Incerteza Viva (2016). De 2007 a 2015, trabalhou na curadoria do Instituto Inhotim, em Minas Gerais. Foi curadora adjunta da 9ª Bienal do Mercosul (2013), em Porto Alegre. Tem graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE, 2006). É mestre e doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFMG (2017).

A MEDIADORA

Daniella Zupo

Jornalista, escritora e documentarista. Com mais de 20 anos de experiência nas redações, trabalhou como repórter, correspondente internacional e editora e apresentadora de TV e rádio, já tendo entrevistado as principais personalidades culturais do país. É diretora e roteirista da premiada webserie documental “Amanhã Hoje é Ontem”, selecionada para o RioWebFest como uma das melhores webseries brasileiras de 2016. O livro Amanhã Hoje é Ontem, que abriu a programação oficial da Fliaraxá 2017, recebeu menção honrosa da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e marca sua estreia na literatura. Atualmente, é comentarista da rádio Itatiaia e colaboradora da revista Pasmas!. Comanda, em suas redes sociais, os programas “Meus discos, meus livros e nada mais” e “Friday Night Live”, programa semanal de entrevistas com convidados de diversas áreas da cultura e do comportamento.

Serviço:

Webinário “Conversas sobre Perguntas”
De 14 de julho a 18 de agosto de 2020, sempre às terças-feiras, às 17h, no YouTube dos espaços culturais
Idealização: Casa Fiat de Cultura, Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB, Memorial Minas Gerais Vale e MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal
Toda a programação é gratuita
Dias e convidados
Dia 14 de julho – O líder indígena Ailton Krenak – YouTube da Casa Fiat de Cultura
Dia 21 de julho – A futurista Lala Deheizelin – Youtube do MM Gerdau
Dia 28 de julho – Os professores da área de ciências econômicas, Eduardo Albuquerque e Grazi Mendes – YouTube MM Gerdau
Dia 4 de agosto – O psicanalista Christian Dunker – Youtube do Memorial Minas Gerais Vale
Dia 11 de agosto – A escritora Conceição Evaristo e a crítica de arte Júlia Rebouças – YouTube Memorial Minas Gerais Vale
Dia 18 de agosto – (palestrante a confirmar) – YouTube da Casa Fiat de Cultura
Mais informações: nas redes sociais dos quatro espaços culturais

Fotos: Acervo pessoal
            Miguel Aun
            Flávia Mikaloni
            Lis Pedreira

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Veja também

Conheça os diferentes tipos de iluminação automotiva

A iluminação automotiva é composta basicamente pelas lâmpadas de farol, sinalização e luz …