\"\"
 
O Tiggo marcou a chegada da Chery ao mercado nacional em 2009 e, desde seu lançamento, teve cerca de 10 mil unidades comercializadas no Brasil. Ao longo desses anos, representando 22% das vendas da montadora no país, consolidou-se como destaque da marca, dentro de um segmento em constante expansão, o de SUVs (Sport Utility Vehicle) urbanos. Agora, o modelo traz diversas alterações que vão desde o visual, mais moderno e robusto, até o interior, com melhor ergonomia e acabamento sofisticado.
 
Nessa nova geração, o exterior do Tiggo está totalmente renovado, incluindo alterações nos para-choques dianteiro e traseiro, grade frontal, faróis, frisos laterais, lanternas, capa do estepe e brake light. O interior também foi reformulado, com novo painel, console central, volante, manopla de câmbio, bancos e revestimento. Entre as tecnologias de destaque estão as novas luzes diurnas com LED, display com bússola, altitude e pressão atmosférica no espelho retrovisor, sensor de ré com display de distância e controle de áudio no volante. É equipado com motor 2.0 16V ACTECO a gasolina.
 
“Para a Chery, o Brasil é um mercado prioritário e faz parte do nosso plano de expansão e investimentos trazer os últimos lançamentos do mundo para o mercado nacional. O Tiggo foi o primeiro carro da Chery no país e dar continuidade à linha, trazendo a segunda geração, mostra que a montadora veio realmente para ficar”, afirma Luis Curi, CEO e vice-presidente da Chery Brasil.
 
O SUV oferece boa relação custo-benefício, trazendo pacote completo de itens de fábrica, incluindo ar-condicionado, acionamento elétrico para vidros, travas e retrovisores, CD player com entrada USB e freios com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de frenagem). O modelo, com tração 4×2 dianteira, é equipado com motor 2.0 16V ACTECO, a gasolina, com potência de 138 cv a 5.750 rpm e torque de 18,2 kgfm a 4.300 rpm. O Novo Tiggo acelera de 0 a 100 km/h em 15 segundos e atinge 170 km/h.
 
Para garantir estabilidade e segurança mesmo em pisos irregulares, além dos pneus 235/60R16, o SUV traz suspensão dianteira do Tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora; e traseira independente, do tipo Multilink, com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora. Aliados, esses componentes proporcionam comportamento mais dinâmico e transmitem mais firmeza nas curvas, em relação à geração anterior do Tiggo, com perfil adequado ao gosto do consumidor brasileiro.
 
Outro ponto forte do modelo é o sistema de freios, que foi aperfeiçoado para aumentar a eficiência e, consequentemente, reduzir a distância de frenagem. O conjunto é composto por discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira, auxiliados por ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de frenagem).
 
\"\"
 
Seguindo a mesma linha inovadora adotada no design externo e mantendo o alto padrão dos componentes, o interior do Novo Tiggo apresenta diversas modificações. O painel é totalmente novo, assim como o console central, volante, manopla de câmbio, e os bancos, mais confortáveis, ergonômicos e com revestimento exclusivo. Em relação ao veículo comercializado na China, a cor do acabamento interno foi modificada para o Brasil, predominando o tom escuro (cinza e preto).
 
Outro diferencial do SUV é o display no espelho retrovisor que reproduz bússola, altitude e pressão atmosférica. Já no display do painel do carro, há o indicador de distância do sensor de ré. O pacote de conveniência e conforto ainda abrange abertura interna da tampa de combustível, ajuste elétrico de altura dos faróis, ajuste da coluna de direção, apoio de braço central com porta-objetos, ar-condicionado, CD player com entrada USB.
 
O porta-malas tem fácil acesso, devido ao para-choque traseiro alinhado à carroceria, e tem capacidade para 435 litros – amplia para 494 litros, sem a cobertura de separação do compartimento.
 
Com relação à segurança, entre os itens de série, traz airbag para motorista e passageiro dianteiro, cintos de três pontos nas laterais do banco traseiro, encosto de cabeça para todos os ocupantes (incluindo central).
 
Até o final do ano, a Chery espera comercializar 3500 unidades do modelo. Para garantir a qualidade do atendimento ao cliente, a montadora providenciou estoque inicial de componentes para reposição, que já está disponível em seu Centro de Distribuição de Peças.
 
Importado do Uruguai, o Novo Tiggo já está à venda em toda a rede de concessionárias Chery, ao preço sugerido de R$ 51.990. As cores disponíveis são Ink Black (preta), Nasdaq Silver (prata), Chery White (branca), Noble Red (vermelha) e Dark Iron Gray (cinza).
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Vendas da FCA crescem mais do que a indústria em 2018

Pelo terceiro ano consecutivo, a marca Jeep encerrou 2018 na liderança do mercado brasilei…