Primeiro carro 100% elétrico da Chevrolet começa a chegar às concessionárias da marca em fevereiro com nova geração de baterias para maior autonomia

Após comercializar todas as 50 unidades de pré-venda do Bolt EV logo no lançamento, a Chevrolet informa que já está sendo produzido o segundo lote do seu modelo 100% elétrico. Os carros começam a chegar às 26 concessionárias credenciadas da marca a partir de fevereiro.

O Bolt EV é um crossover que se destaca pelo design inteligente, por ser divertido de guiar e pelo alto nível de equipamentos. Além disso, é um veículo zero emissão, que o posiciona tecnologicamente à frente de híbridos e de automóveis puramente a combustão.

“O Bolt EV reúne características que simbolizam a visão de futuro que temos do automóvel, e nos surpreendeu tamanho interesse inicial de consumidores pelo produto. Em comum, são pessoas conectadas à inovação, mobilidade e sustentabilidade”, diz Hermann Mahnke, diretor de Marketing da GM América do Sul.

A versão única do Bolt EV trazida para o mercado brasileiro é a mais sofisticada, Premier, já equipada com as baterias de nova geração, que garantem autonomia média de até 416 quilômetros, de acordo com o ciclo norte-americano EPA.

O Bolt EV está sendo ofertado inicialmente em 12 cidades, selecionadas com base em estudos de mercado. São elas: São Paulo, Campinas, São José dos Campos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis, Joinville (SC), Recife (PE) e Vitória (ES).

Em todas estas localidades, a marca irá disponibilizar, além da demonstração e do programa de test drive do produto, completa estrutura de serviços e manutenção. Com isso, a marca líder geral de vendas se estabelece no segmento de elétricos com a mais abrangente rede credenciada do país.

A estratégia comercial do Bolt EV foi traçada com base na experiência adquirida pela empresa com a venda do modelo em outros mercados globais.

A empresa acredita que, no futuro, os automóveis serão elétricos por uma série de razões. A começar pelas leis ambientais, cada vez mais rígidas, passando pelo fato de os elétricos possuírem completa compatibilidade com as próximas gerações de tecnologias de conectividade e de condução autônoma, por exemplo.

O maior conhecimento dos benefícios da tecnologia por parte dos consumidores, a expansão da infraestrutura de recarga e o aumento da autonomia com a evolução das baterias são catalisadores que ajudarão a popularizar os carros elétricos.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Qualidade da gasolina pode interferir no consumo do automóvel

Queda no preço da gasolina pode fazer com que antigos problemas nas velas de ignição retor…