O segmento de picapes médias no Brasil ganha um importante reforço: a inédita versão automática da Chevrolet S10, que se destaca pelo perfeito casamento entre o moderno motor 2.5 CIDI e a transmissão de seis velocidades com sistema Clutch to Clutch, que permite trocas rápidas e suaves.
O resultado é uma picape robusta de elevada potência (206 cv) com alto nível de conforto e, o mais surpreendente, com consumo de combustível similar ao da versão manual. Tanto que a S10 Flex automática chega sendo a mais econômica da categoria e classificada com nota máxima em eficiência energética pelo Inmetro.
Historicamente a Chevrolet S10 lidera as evoluções tecnológicas entre as picapes médias, como o segmento Flex que ela própria inaugurou em 2007. Foi a primeira a trazer motor bicombustível com injeção direta de combustível e continua sendo a única a oferecer sistemas de conectividade total. Destaque também para a dirigibilidade e inúmeros equipamentos de segurança e comodidade incomuns à categoria.
 
Com mais de 50% de participação atual de mercado entre as picapes Flex, a Chevrolet S10, nestes 10 anos, soma 200 mil unidades emplacadas.
“A S10 Flex automática agrega praticidade para aquele consumidor que busca uma picape 4×2 ou 4×4 altamente robusta e tecnológica, porém mais acessível que a versão a diesel”, justifica Hermann Mahnke, diretor de Marketing da GM Mercosul.
A transmissão automática está disponível inicialmente apenas nas configurações LT (intermediária) e LTZ (Luxo), que traz, entre outros itens, direção elétrica progressiva inteligente, alerta de colisão frontal, alerta de saída de faixa, assistente de rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis e lanternas com LED, banco do motorista com ajustes elétricos, telemática avançada OnStar Exclusive e multimídia MyLink com Andoid Auto e Apple Car Play.
A possibilidade de partida remota do motor pela chave é novidade, uma herança dos modelos a diesel mais sofisticados. A tecnologia permite que a cabine seja climatizada antes dos ocupantes adentrarem nela, por exemplo.
 
Outra mudança que estreia com a linha Flex 2018 é a adoção do padrão global de identificação do nome do veículo e da versão pela carroceria. O logotipo “S10” aparece agora tanto na parte inferior das portas dianteiras quanto na esquerda da tampa da caçamba. No lado direito fica a identificação da versão de acabamento.
A S10 Flex automática chega com um importante diferencial competitivo: o consumo de combustível semelhante ao do modelo manual, algo raro no mercado. Todo esse desenvolvimento de engenharia foi realizado no Brasil.
“A procura por picapes parrudas com transmissão automática é crescente. Mas, além de conforto, o consumidor busca eficiência energética. Essa equação se torna mais desafiadora em motores de elevada potência e torque. A S10 Flex automática consegue unir todas essas virtudes”, conta Mathias Reinartz, diretor de Global Propulsion Systems da GM América do Sul.
Nota máxima na classificação do Inmetro, a nova configuração 4×2 da picape Chevrolet é capaz de rodar com gasolina 9,4 km/l na estrada e 7,9 km/l na cidade. Com etanol os resultados são 6,4 km/l e 5,3 km/l, respectivamente. Isso representa uma vantagem de até 1,3 km/l em relação ao principal rival.
A S10 Flex automática chega às concessionárias ainda neste mês de abril.
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Suzuki Jimny vem com novidades na linha 2022

Disponível em quatro versões, SUV traz atualizações estéticas e mantém o mesmo DNA 4×…