Após garantir seu terceiro título consecutivo no Campeonato Mundial de Carros de Turismo (FIA WTCC), a Citroën brilhou nas corridas disputadas no circuito de Xangai, na China, com José María López, Yvan Muller e Mehdi Bennani dando ao C-Elysée WTCC seu primeiro 1-2-3 da temporada. Os dois pódios de Yvan Muller significam que, agora, ele está isolado na segunda colocação no Campeonato Mundial de Pilotos, com uma vantagem confortável sobre seus rivais. Mehdi Bennani, por sua vez, assegurou o WTCC Trophy, a competição para pilotos independentes.
Como sempre, a grande arquibancada do Shanghai International Circuit estava lotada quando os carros alinharam no grid de largada. Para a corrida de abertura com grid invertido, Yvan Muller e José María López saíram em oitavo e décimo lugares, respectivamente.
Tom Chilton, piloto da SLR, deu uma largada relâmpago em seu Citroën C-Elysée WTCC e assumiu o segundo lugar no grid. Mais atrás, Yvan Muller e José María López foram envolvidos em uma espécie de “vale-tudo”. Os pilotos da Citroën Total terminaram a primeira volta em sexto e nono lugares, respectivamente, com seus carros já ligeiramente danificados após ataques de seus rivais.
 
Na volta 2, Yvan arrebatou o quinto lugar, enquanto Pechito encontrou-se em uma luta pela sétima posição. O safety car fez uma aparição após Filippi ser forçado a abandonar, fazendo com que os carros se reagrupassem um pouco antes de as hostilidades recomeçarem para as onze voltas restantes.
Pouco tempo depois, houve uma reviravolta quando Gabriele Tarquini bateu em Chilton. Os dois pilotos foram obrigados a abandonar a corrida, permitindo a Yvan Muller subir para o terceiro lugar, atrás de Michelisz e Björk. José María López também subiu de posição, para quinto.
A multidão se excitava à medida que os intervalos entre os cinco primeiros colocados ficaram menores a três voltas do final. Os dois primeiros colocados se tocaram em diversas ocasiões, com Björk saindo vitorioso à frente de Michelisz, Muller, López e Catsburg.
Após a cerimônia do pódio, os mecânicos tiveram apenas alguns minutos para reparar os carros e remover todos os vestígios da disputa da corrida de abertura. O trabalho árduo deles permitiu que José María López e Yvan Muller estivessem aptos a alinhar para a corrida principal com seus carros em perfeito estado.
 
Mais uma vez, os Citroën C-Elysée WTCC começaram muito bem. O pole position José María López entrou em primeiro lugar na primeira curva, seguido por Yvan Muller e Mehdi Bennani. O líder não perdeu tempo em abrir uma boa distância entre ele e seu companheiro de equipe. Em uma corrida muito menos tumultuada do que a primeira, Pechito nunca olhou para trás, acelerando firme em busca da oitava vitória na temporada.
Yvan Muller, por sua vez, ficou à frente de Mehdi Bennani para conquistar um segundo pódio em Xangai. Isto fechou um excelente final de semana para Yvan, que marcou 36 pontos em comparação com os 5 marcados por seu rival mais próximo no campeonato.
Mehdi Bennani ocupou o terceiro degrau do pódio, tendo alcançado seu objetivo principal ao vencer o WTCC Trophy para pilotos independentes. O piloto marroquino ganhou a disputa com seu companheiro de equipe, Tom Chilton, com uma etapa de antecipação.
 
RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO PROVISÓRIOS*
 
CORRIDA DE ABERTURA
1. Thed Björk (Volvo S60 WTCC)
2. Norbert Michelisz (Honda Civic WTCC)
3. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC)
4. José María López (Citroën C-Elysée WTCC)
5. Nick Catsburg (Lada Vesta WTCC)
11. Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC)
13. Grégoire Demoustier (Citroën C-Elysée WTCC)
Não terminou: Tom Chilton (Citroën C-Elysée WTCC)
Volta mais rápida: Thed Björk (1m52.578s)
 
CORRIDA PRINCIPAL
José María López (Citroën C-Elysée WTCC)
2. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC)
3. Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC)
4. Nick Catsburg (Lada Vesta WTCC)
5. Gabriele Tarquini (Lada Vesta WTCC)
9. Tom Chilton (Citroën C-Elysée WTCC)
17. Grégoire Demoustier (Citroën C-Elysée WTCC)
Volta mais rápida: José-María López (1m52.224s)
 
CAMPEONATO MUNDIAL
Pilotos
José-María López: 361 pts
Yvan Muller: 235 pts
Tiago Monteiro: 204 pts
Norbert Michelisz: 190 pts
Rob Huff: 180 pts
Mehdi Bennani: 176 pts
Nick Catsburg: 171 pts
Tom Chilton: 145 pts
… 16. Grégoire Demoustier: 11 pts
 
CAMPEONATO MUNDIAL
Construtores
Citroën: 869 pts
Honda: 625 pts
Lada: 493 pts
Polestar: 285 pts
 
* Todos os resultados sujeitos à confirmação oficial da FIA.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …