Campeonato segue demonstrando alta resistência dos carros, sem quebras de motor até o momento

Com recorde de carros, a Copa HB20 disputou no último fim de semana a quarta etapa da temporada 2019 no circuito de Santa Cruz do Sul, localizado a 150 km de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. As vitórias ficaram por conta dos pilotos locais Luiz Sena Jr. e Vitor Genz na categoria Pro, com domínio de Kleber Eletric na categoria Super.

Maior grid do campeonato, as duas provas contaram com 28 carros para a largada. Na estreia, em Campo Grande (MS), em abril, havia 21 carros. A expectativa é chegar a 30 veículos competindo já na próxima etapa, que acontece em Cascavel (PR) em outubro.

“Vamos chegar a 30 carros na próxima etapa e trabalhar com esse número, além de dois carros reservas, até o fim do ano, para atender todos com excelência. Estamos na metade do campeonato e os pilotos estão em franca evolução. Eles seguem treinando em simulador, conhecendo mais os carros, o que torna o espetáculo mais bonito e as disputas mais emocionantes”, destacou Daniel Kelemen, da H Racing Garage, que organiza o campeonato.

Ao final das duas corridas, uma conclusão foi compartilhada por todos: o fim de semana no interior gaúcho foi um dos melhores de toda a temporada. Com recorde de inscritos, a Copa HB20 também supera as outras categorias que compartilham o calendário. São 28 carros HB20 frente a 22 caminhões da Copa Truck e 20 carros do Mercedes-Benz Challenge.

“A Copa HB20 já se consolidou como um grande evento de aproximação do modelo HB20 com o público. As pessoas realmente se empolgam ao ver os carros em sua configuração mecânica muito próxima da original de rua disputando os ‘pegas’ emocionantes das provas e demonstrando a mais alta resistência. Nesta etapa, por exemplo, não houve qualquer abandono, todos os carros que largaram terminaram as provas, com destaque para os pilotos gaúchos, que subiram nos lugares mais altos dos pódios”, comenta Angel Martinez, vice-presidente comercial da Hyundai Motor Brasil.

Para a festa do público gaúcho, os pilotos locais roubaram a cena na divisão principal, a Pro. Profundos conhecedores da pista de Santa Cruz do Sul, Luiz Sena Jr. (bastante conhecido na região) e Vitor Genz (ex-piloto da Stock Car) conquistaram vitórias convincentes, principalmente Sena, que nunca havia pilotado um HB20 antes.

“Minha adaptação ao carro foi boa, mas no treino classificatório cometi alguns erros e acabei na terceira posição. Na largada, foquei em sair bem para tentar ultrapassar os dois líderes por fora e foi o que aconteceu. Freei mais tarde na curva e assumi a ponta. Agradeço à Hyundai e à H Racing por promoverem um campeonato desse nível. Foi uma corrida bem limpa, sem batidas e com muitas disputas leais. Agora vou tentar viabilizar minha participação em outras etapas da categoria”, comentou Sena Jr.

“Os carros da categoria são muito equalizados e isso é muito interessante. Correr aqui na Copa HB20 é uma volta para as minhas origens. No campeonato gaúcho, corri quatro anos com pneu radial. Além dessa experiência, participei de categorias como Stock Car e Brasileiro de Endurance. A adaptação foi mais rápida com o HB20”, analisou Genz.


Já a divisão Super teve um dono para a festa das duas provas: Kleber Eletric. O piloto paulista sai do interior gaúcho invicto com pole position e duas vitórias. Ele foi perseguido de perto por Luciano Viscardi e Daniel Nino, que se alternaram entre o segundo e terceiro lugares nas baterias, deixando a classificação do campeonato bastante embolada: Viscardi sai de Santa Cruz com 120 pontos, contra 117 de Eletric e 116 de Nino.

“É muito legal quando a gente consegue colocar em prática nossa estratégia. Pensei em vir para cá com o objetivo de pontuar no campeonato. Mas quando me vi na frente, disputando novamente posição com os pilotos da Pro, acabei indo para cima. Na largada, escapei um pouco, mas consegui recuperar, vencer na Super e terminar em uma boa posição na geral”, afirma Eletric.

O próximo encontro da Copa HB20 acontece nos dias 5 e 6 de outubro em Cascavel, no Paraná, uma das “casas” das competições de tração dianteira do Brasil – que é o caso da categoria. A Copa HB20 tem como patrocinadores Hyundai, Mobil, Movida, Hyundai Financiamentos, Gabardo, Auto Avaliar, HDI Seguros, Dealernet, Brazzo, Webmotors e Mobis, além do apoio de Pirelli, Pro Tune, Beta Ferramentas, Hipper Freios, Tecpads e Real Radiadores.

Confira abaixo os resultados completos do fim de semana:

Corrida 1:
1. Luiz Sena Jr/Maicon Roncen (Pro) – 15 voltas em 26min32s814
2. Diego Augusto (Pro) – a 1.893
3. Roger Sandoval/Vitor Genz (Pro) – a 2.863
4. Fernando Jr/Adriano Rabelo (Pro) – a 5.342
5. Kleber Eletric (Super) – a 7.585
6. Edgar Favarin/Odair dos Santos (Pro) – a 7.709
7. Caito Carvalho (Pro) – a 9.050
8. Raphael Abbate (Pro) – a 12.396
9. Luciano Viscardi (Super) – a 13.052
10. Ike /Reinaldo Halmenschlager (Pro) – a 15.723
11. Daniel Nino (Super) – a 22.293
12. Wagner Cardoso (Pro) – a 25.169
13. Patrick Gonçalves (Pro) – a 25.467
14. Rogerio Motta (Pro) – a 26.263
15. Giovane Pick (Pro) – 27.167
16. Felipe Carvalho (Pro) – a 32.047
17. Chris Bornemann /Lucas Bornemann (Pro) – a 32.439
18. Edgar Colamarino (Super) – a 1 volta
19. Bruno Testa (Pro) – a 1 volta
20. Beto Cavaleiro (Pro) – a 1 volta
21. Lula Ornelas (Super) – a 1 volta
22. Thiago Sansana (Super) – a 1 volta
23. Eduardo Doriguel (Super) – a 1 volta
24. Marcelo Zebra (Super) – a 1 volta
25. Flavio Andrade (Super) – a 1 volta
26. Luis Henrique Santos (Super) – a 1 volta
27. Antonio Meira Jr (Super) – a 2 voltas
28. Cesar Fonseca/Betão Fonseca (Super) – a 15 voltas

Corrida 2
1. Vitor Genz/Roger Sandoval (Pro) – 15 voltas em 26min15s136
2. Diego Augusto (Pro) – a 1s593
3. Raphael Abbate (Pro) – a 2s064
4. Giovane Pick (Pro) – a 9s112
5. Odair dos Santos/Edgar Favarin (Pro) – a 12s058
6. Kleber Eletric (Super) – a 12s463
7. Patrick Gonçalves (Pro) – a 13s439
8. Maicon Roncen/Luiz Sena Jr (Pro) – a 15s070
9. Caito Carvalho (Pro) – a 16s508
10. Lucas Bornemann/Chris Bornemann (Pro) – a 22s037
11. Bruno Testa (Pro) – a 22s259
12. Wagner Cardoso (Pro) – a 25s563
13. Daniel Nino (Super) – a 27s140
14. Luciano Viscardi (Super) – a 27s641
15. Beto Cavaleiro (Pro) – a 28s435
16. Rogério Motta (Pro) – a 29s079
17. Felipe Carvalho (Pro) – a 30s059
18. Lula Ornelas (Super) – a 31s947
19. Reinaldo Halmenschlager/Ike Halmenschlager (Pro) – a 32s137
20. Edgar Colamarino (Super) – a 34s655
21. Eduardo Doriguel (Super) – a 43s185
22. Marcelo Zebra (Super) – a 53s939
23. Flavio Andrade (Super) – a 54s120
24. Luis Henrique Santos (Super) – a 59s225
25. Antonio Meira Jr (Super) – a 1 volta
26. Thiago Sansana (Super) – a 7 voltas
27. Cesar Fonseca/Betão Fonseca (Pro) a – 9 voltas

Classificação do campeonato (top-10):

PRO
1. Raphael Abbate – 103 pontos
2. Diego Augusto – 85
3. Adriano Rabelo – 84
4. Roger Sandoval – 59
5. Edgar Favarin/Odair dos Santos – 59
6. Fernando Jr – 43
7. Caito Carvalho – 43
8. Vitor Genz – 40
9. Felipe Carvalho – 38
10. Beto Monteiro – 32

Super
1. Luciano Viscardi – 120
2. Kleber Eletric – 117
3. Daniel Nino – 116
4. Edgar Colamarino – 57
5. Lula Ornelas – 56
6. Marcelo Zebra – 47
7. Eduardo Doriguel – 45
8. Luiz Henrique Santos – 38
9. Thiago Sansana – 10
10. Robson Molly/Rafael Maeda – 7

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nova geração do HB20 chega a partir de R$ 46.490

Completamente renovado, modelo traz inédito motor 1.0 Turbo GDI com injeção direta de comb…