\"\" 

 

 
Prestes a abrir a temporada 2012, nos próximos dias 24 e 25 de março, em Interlagos, o MINI Challenge Brasil apresenta números que atestam o acerto no formato da competição: com 34 pilotos inscritos nas 16 etapas de 2011, o torneio apresentou 12 vencedores de corridas diferentes. Ao todo, 21 competidores distintos se revezaram no pódio ao longo do ano passado. E isso tudo resultou em uma disputa bastante acirrada pelas primeiras colocações.



Para 2012, o campeonato contará com 24 corridas – divididas em oito rodadas triplas – e justamente por isso promete estatísticas ainda mais impressionantes, já que terá oito provas a mais. "As oito rodadas triplas serão disputadas em seis autódromos distintos, mesclando diversas características de piso, traçado e acerto", detalha Martin Fritsches, Diretor da MINI Brasil (veja o calendário abaixo). "Ao lado do equipamento, o MINI Cooper S John Cooper Works em sua versão de competição e com preparação idêntica para todos, o segredo do nosso sucesso é justamente oferecer um campeonato repleto de alternativas e variáveis. Só o que não varia é o desafio para os pilotos, que é sempre de alto nível: são todos gentleman drivers, mas aqui eles experimentam o esporte a motor de verdade, com qualidade, segurança e grandes doses de adrenalina", define Fritsches. 



Campeão na base da regularidade – Os números corroboram os argumentos do executivo da MINI. O campeão de 2011, Patrick Gonçalves, venceu apenas três corridas (Interlagos, Ribeirão Preto e Brasília) entre as 16 da temporada – o que mostra que o melhor piloto do ano se pautou mais pela regularidade do que por um domínio completo. Também com três vitórias aparecem a dupla Davi Pizzol/Felipe Tozzo (Curitiba, São Paulo e Salvador) e Vitor Genz (Velopark, São Paulo e Brasília), que obteve um de seus primeiros lugares correndo sozinho e os demais em dupla com Matheus Castro (Velopark e São Paulo). 



Assim como Castro, somam dois primeiros lugares Rodrigo Hanashiro (Ribeirão Preto e Salvador) e Rogério Nasralla (Curitiba e Rio de Janeiro) – que na capital fluminense dividiu o cockpit com Claudio Dahruj. Também com um primeiro lugar, empatando com Dahruj, aparecem as duplas Eduardo Sheer/Vicente Orige (Velopark) e Kreis Júnior/Leonardo Fortunato (São Paulo), além de Rolf Gemperli, que chegou à vitória em uma das provas do Rio de Janeiro pilotando sozinho.



A força das duplas – Um detalhe importante é que carros pilotados por duplas alcançaram sete das 16 vitórias colocadas em jogo, ou seja, quase metade das conquistas. "Isso mostra que o MINI Cooper S John Cooper Works, além de rápido e seguro, também é um carro fácil de pilotar, promovendo ainda mais o equilíbrio nas provas e estatísticas interessantes para o campeonato", observa Martin Fritsches. Frisando que em um torneio muito competitivo, vencer corridas é bom, mas não é tudo, o terceiro colocado, Raphael Abbate, terminou o ano sem alcançar o degrau mais alto do pódio – embora tenha mostrado uma incrível regularidade, com nada menos que cinco segundos lugares.



O MINI Challenge Brasil terá em 2012 transmissão ao vivo e na íntegra pela BandSports, além de 16 compactos mostrados pela BandNews. Informações sobre como participar da categoria podem ser obtidas pelos emails MINI-Brasil.marketing@bmw.com.br e mpremazzi@vicarbrasil.com.br. 



Ranking de vitórias de 2011 (confira também a classificação dos vencedores na temporada):

3 Vitórias 


Patrick Gonçalves, campeão (Interlagos, Ribeirão Preto e Brasília)

Vitor Genz, vice-campeão (Velopark, São Paulo e Brasília)

David Pizzol/Felipe Tozzo, sexta colocação (Curitiba, São Paulo e Salvador)

2 Vitórias 

Rodrigo Hanashiro, quarto colocado (Ribeirão Preto e Salvador)

Rogério Nasralla, quinto colocado (Curitiba e Rio de Janeiro)

Matheus Castro, oitavo colocado (Velopark e São Paulo)

1 Vitória 

Kreis Júnior, 11º (São Paulo)

Dupla Eduardo Sheer, 12º, e Vicente Orige, 18º (Velopark)

Leonardo Fortunato, 13º (São Paulo)

Claudio Dahruj, 18º colocado (Curitiba)

Rolf Gemperli, 17º (Rio de Janeiro)



A temporada 2012 do MINI Challenge se inicia em 24 de março, no Autódromo de Interlagos, São Paulo. Serão oito rodadas triplas:

1ª rodada – 24 e 25/3 – Autódromo José Carlos Pace, São Paulo (SP) 

2ª rodada – 14 e 15/4 – Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), em Pinhais (PR) 

3ª rodada – 19 e 20/5 – Autódromo Internacional Velopark, Nova Santa Rita (RS) 

4ª rodada – 30/6 e 1º/7 – Autódromo Internacional Ayrton Senna, Londrina (PR) 

5ª rodada – 14 e 15/7 – Autódromo Internacional Nelson Piquet, Rio de Janeiro (RJ) 

6ª rodada – 4 e 5/8 – Autódromo José Carlos Pace, São Paulo (SP) 

7ª rodada – 20 e 21/10 – Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR) 

8ª rodada – 10 e 11/11 – Autódromo Internacional Nelson Piquet, Brasília (DF) 


Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz aposta no HVO para redução de emissões de CO2

Óleo Vegetal Hidrotratado, o HVO se mistura perfeitamente ao diesel sem restrição nenhuma,…