\"\" 

 

 
Prestes a abrir a temporada 2012, nos próximos dias 24 e 25 de março, em Interlagos, o MINI Challenge Brasil apresenta números que atestam o acerto no formato da competição: com 34 pilotos inscritos nas 16 etapas de 2011, o torneio apresentou 12 vencedores de corridas diferentes. Ao todo, 21 competidores distintos se revezaram no pódio ao longo do ano passado. E isso tudo resultou em uma disputa bastante acirrada pelas primeiras colocações.



Para 2012, o campeonato contará com 24 corridas – divididas em oito rodadas triplas – e justamente por isso promete estatísticas ainda mais impressionantes, já que terá oito provas a mais. "As oito rodadas triplas serão disputadas em seis autódromos distintos, mesclando diversas características de piso, traçado e acerto", detalha Martin Fritsches, Diretor da MINI Brasil (veja o calendário abaixo). "Ao lado do equipamento, o MINI Cooper S John Cooper Works em sua versão de competição e com preparação idêntica para todos, o segredo do nosso sucesso é justamente oferecer um campeonato repleto de alternativas e variáveis. Só o que não varia é o desafio para os pilotos, que é sempre de alto nível: são todos gentleman drivers, mas aqui eles experimentam o esporte a motor de verdade, com qualidade, segurança e grandes doses de adrenalina", define Fritsches. 



Campeão na base da regularidade – Os números corroboram os argumentos do executivo da MINI. O campeão de 2011, Patrick Gonçalves, venceu apenas três corridas (Interlagos, Ribeirão Preto e Brasília) entre as 16 da temporada – o que mostra que o melhor piloto do ano se pautou mais pela regularidade do que por um domínio completo. Também com três vitórias aparecem a dupla Davi Pizzol/Felipe Tozzo (Curitiba, São Paulo e Salvador) e Vitor Genz (Velopark, São Paulo e Brasília), que obteve um de seus primeiros lugares correndo sozinho e os demais em dupla com Matheus Castro (Velopark e São Paulo). 



Assim como Castro, somam dois primeiros lugares Rodrigo Hanashiro (Ribeirão Preto e Salvador) e Rogério Nasralla (Curitiba e Rio de Janeiro) – que na capital fluminense dividiu o cockpit com Claudio Dahruj. Também com um primeiro lugar, empatando com Dahruj, aparecem as duplas Eduardo Sheer/Vicente Orige (Velopark) e Kreis Júnior/Leonardo Fortunato (São Paulo), além de Rolf Gemperli, que chegou à vitória em uma das provas do Rio de Janeiro pilotando sozinho.



A força das duplas – Um detalhe importante é que carros pilotados por duplas alcançaram sete das 16 vitórias colocadas em jogo, ou seja, quase metade das conquistas. "Isso mostra que o MINI Cooper S John Cooper Works, além de rápido e seguro, também é um carro fácil de pilotar, promovendo ainda mais o equilíbrio nas provas e estatísticas interessantes para o campeonato", observa Martin Fritsches. Frisando que em um torneio muito competitivo, vencer corridas é bom, mas não é tudo, o terceiro colocado, Raphael Abbate, terminou o ano sem alcançar o degrau mais alto do pódio – embora tenha mostrado uma incrível regularidade, com nada menos que cinco segundos lugares.



O MINI Challenge Brasil terá em 2012 transmissão ao vivo e na íntegra pela BandSports, além de 16 compactos mostrados pela BandNews. Informações sobre como participar da categoria podem ser obtidas pelos emails MINI-Brasil.marketing@bmw.com.br e mpremazzi@vicarbrasil.com.br. 



Ranking de vitórias de 2011 (confira também a classificação dos vencedores na temporada):

3 Vitórias 


Patrick Gonçalves, campeão (Interlagos, Ribeirão Preto e Brasília)

Vitor Genz, vice-campeão (Velopark, São Paulo e Brasília)

David Pizzol/Felipe Tozzo, sexta colocação (Curitiba, São Paulo e Salvador)

2 Vitórias 

Rodrigo Hanashiro, quarto colocado (Ribeirão Preto e Salvador)

Rogério Nasralla, quinto colocado (Curitiba e Rio de Janeiro)

Matheus Castro, oitavo colocado (Velopark e São Paulo)

1 Vitória 

Kreis Júnior, 11º (São Paulo)

Dupla Eduardo Sheer, 12º, e Vicente Orige, 18º (Velopark)

Leonardo Fortunato, 13º (São Paulo)

Claudio Dahruj, 18º colocado (Curitiba)

Rolf Gemperli, 17º (Rio de Janeiro)



A temporada 2012 do MINI Challenge se inicia em 24 de março, no Autódromo de Interlagos, São Paulo. Serão oito rodadas triplas:

1ª rodada – 24 e 25/3 – Autódromo José Carlos Pace, São Paulo (SP) 

2ª rodada – 14 e 15/4 – Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), em Pinhais (PR) 

3ª rodada – 19 e 20/5 – Autódromo Internacional Velopark, Nova Santa Rita (RS) 

4ª rodada – 30/6 e 1º/7 – Autódromo Internacional Ayrton Senna, Londrina (PR) 

5ª rodada – 14 e 15/7 – Autódromo Internacional Nelson Piquet, Rio de Janeiro (RJ) 

6ª rodada – 4 e 5/8 – Autódromo José Carlos Pace, São Paulo (SP) 

7ª rodada – 20 e 21/10 – Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR) 

8ª rodada – 10 e 11/11 – Autódromo Internacional Nelson Piquet, Brasília (DF) 


Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

FCA inicia produção de máscaras cirúrgicas na fábrica de Betim

Instalada em tempo recorde, linha produz 1,5 milhão de unidades por mês; Parte da produção…