Número histórico coincide com motor número 400 mil fabricado na planta

O Complexo Industrial da Nissan em Resende (RJ) atingiu a marca de 400 mil automóveis produzidos. O veículo que alcançou este número foi um Nissan Kicks, modelo mais vendido pela fabricante japonesa no Brasil, “2-tone”, branco com o teto preto. O fato histórico coincide também com o motor de número 400 mil produzido na fábrica, um propulsor CVT de 4 cilindros.

“Chegar ao marco de 400 mil veículos e motores produzidos demonstra a maturidade do Complexo Industrial de Resende e a capacidade técnica dos profissionais da planta, que vêm trabalhando ao longo dos últimos 5 anos sob os mais altos padrões de qualidade. Nossa fábrica tem atendido aos objetivos propostos pela companhia e hoje tem um papel estratégico para o Brasil e para a região da América Latina”, comentou Marco Biancolini, diretor sênior de Manufatura e Operações da Nissan do Brasil.

A fábrica da Nissan em Resende, que completou cinco anos de operação em 2019, já recebeu mais de R$ 2,6 bilhões de investimento e conta com um ciclo completo de produção. O primeiro modelo produzido na planta foi o compacto Nissan March e o motor 1.6 16V flexfuel, cuja produções iniciaram-se em 2014. Desde então, a unidade não parou de acelerar.

Menos de um ano após o início das atividades, a Nissan começou a produzir também o motor 1.0 12V de três cilindros e o sedã compacto Nissan Versa, em abril de 2015. Dois anos depois, a planta de Resende iniciou a produção do crossover Nissan Kicks, um produto criado para ser global.

Mais do que atender às demandas do mercado brasileiro e as necessidades do consumidor local, o Complexo também é um importante centro de exportações para toda a América Latina. Unidades produzidas em Resende são exportadas para diferentes mercados, como Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Peru, Paraguai e Uruguai. A fábrica de Resende é a primeira da Nissan na América Latina, operação que conta também, desde julho de 2018, com a fábrica de picapes de Santa Isabel, em Córdoba, na Argentina, onde é produzida a icônica Nissan Frontier.

A unidade fabril da Nissan no Sul-Fluminense é pioneira na utilização da tecnologia a favor da sociedade. A fábrica conta com 97 robôs e 167 AGV’s (Automatic Guided Vehicles), veículos guiados automaticamente, responsáveis por otimizar o tempo de produção, facilitando o processo e o transporte dos carros na linha.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Hyundai apresenta linha 2021 do HB20 1.0 Turbo

Todas as versões contam com nova grade dianteira em formato de cascata com contorno em pre…