Para evitar surpresas em meio a temperaturas baixas de inverno, e deixar a manutenção do veículo em dia, o motorista deve ficar atento ao funcionamento de alguns itens importantes como bateria, pneus, palhetas, ar condicionado e partida no motor. Segundo Gerson Burin, coordenador técnico do CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária da MAPFRE) essa atenção especial aos componentes do carro pode fazer a diferença no seu desempenho mecânico e elétrico.
 
Em períodos de inverno, os motoristas podem ter problemas antes mesmo de sair de casa para o trabalho ao tentarem dar a partida no carro. “A persistência em tentar fazer o veículo pegar pode provocar a descarga mais rápida da bateria, pois é justamente nesses períodos que elas são mais exigidas e, como consequência, há mais trocas do item pelo desgaste provocado pelas tentativas de partida até o motor funcionar”, explica o especialista.
 
Outra dica importante está relacionada aos aditivos e óleos utilizados pelo motorista, que na maioria das vezes, esquece de olhar o que está indicado no manual do proprietário. “Em temperaturas baixas, os aditivos do carro têm uma função extremamente importante que é de evitar a corrosão de várias partes do sistema de arrefecimento. Com o frio, é indicado que o motorista use um óleo lubrificante menos viscoso recomendado pelo manual do proprietário, pois eles facilitam a lubrificação nos primeiros momentos de funcionamento do motor”, comenta.
 
Confira abaixo mais algumas dicas para evitar ter problemas com o carro no inverno:
 
1. Gasolina no reservatório de partida a frio – em carros bicombustível ou a álcool existe o reservatório de partida a frio para o motor. Mantenha esse reservatório cheio com gasolina, preferencialmente aditivada, para garantir uma partida mais rápida sem consumir demais a bateria do veículo.
 
2. Pneus – verifique a pressão de cada um dos pneus de acordo com a calibragem recomendada pelo fabricante no manual do veículo e lembre-se de fazer a verificação sempre com o pneu frio.
 
3. Ar-condicionado – crie o hábito de limpar e substituir o filtro do ar-condicionado para retirar todos os contaminantes externos, acumulados ao longo tempo. Não existe um prazo de quilômetros rodados aconselhado para a troca do filtro, por isso é importante procurar um mecânico de confiança.
 
4. Luzes e palhetas – avalie e verifique o funcionamento correto das luzes traseiras, lâmpadas de sinalização, luzes de freio, faróis, luzes de condução e também das palhetas que ajudam na visibilidade do veículo.
 
5. Preservando o motor – Evite acelerações com rotações muito altas logo ao dar a partida no motor. O correto é de que ele atinja a temperatura ideal de trabalho para garantir a lubrificação eficiente em todo o sistema seu sistema.
 
Fonte: CESVI BRASIL
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche atinge recorde de veículos entregues em um mesmo ano no Brasil

A Porsche entregou 2.130 automóveis no mercado brasileiro nos primeiros nove meses de 2020…