Raphael Abbate, Luiz Cordeiro e Pablo Alves foram os vencedores da etapa, com Cordeiro fazendo história ao vencer no geral em um grid com 31 carros

A Copa HB20, mais novo campeonato do automobilismo brasileiro, entrou neste fim de semana na reta final de sua temporada inaugural com a penúltima rodada dupla em Goiânia. No grid, muitas novidades. A principal delas foi o fato de a categoria bater novamente o número de carros inscritos: foram 31. Entre eles, dois pilotos locais fizeram sua estreia na categoria: Pablo Lima e Raphael Teixeira, este último como convidado da etapa. Além dos dois, Keka Teixeira, Francisco Marques, Vinicius Kwong e Edson Reis também disputaram a primeira etapa na Copa HB20, em Goiânia.

A briga pela pole position deu um indício de como seriam as disputas: na Pro, apenas 0s067 separou o pole Raphael Abbate de Edgar Favarin, que faz dupla com Odair dos Santos. Já a Super viu o brasiliense Luiz Cordeiro começar a mostrar sua força, fazendo a pole da sua categoria e se enfiando entre os pilotos da Pro, colocando quatro décimos sobre Luciano Viscardi, que briga diretamente pelo título.

A primeira corrida, no sábado, confirmou o favoritismo de Abbate e Cordeiro, mas não foi assim tão fácil. Atual líder do campeonato, Abbate triunfou após uma disputa intensa com o experiente Edgar Favarin nas voltas finais, defendendo-se bem dos ataques do carro #74 e recebendo a bandeirada com menos de meio segundo de vantagem, com o piloto local Pablo Alves anotando um ótimo terceiro lugar em sua estreia. Adriano Rabelo e Rogerio Motta, outro destaque da corrida, completaram o pódio da Pro.

“Foi uma disputa muito intensa, até as últimas curvas, mas felizmente consegui segurar a pressão e vencer mais uma vez. Continuo na liderança do campeonato e isso é o mais importante nessa reta final “, comentou Abbate.

Na sexta posição do resultado final, Luiz Cordeiro conquistou a vitória na classe Super com muita autoridade, chegando quase quatro segundos à frente do atual líder do campeonato, Luciano Viscardi. Kleber Eletric e Daniel Nino, principais rivais de Viscardi, foram terceiro e quarto, nesta ordem, com outro estreante, Keka Teixeira, em quinto.

Já o domingo viu um show de Cordeiro. O piloto da Super largou na pole position por conta do grid invertido e manteve a liderança até o final para conquistar a vitória na geral, feito inédito no campeonato até aqui. A segunda posição da Super ficou novamente nas mãos de Luciano Viscardi e a terceira com Kleber Eletric que, mesmo saindo da pista no início da prova, conseguiu manter um bom ritmo. Keka Teixeira e Edgar Colamarino completando o pódio.

“Esse campeonato está servindo como grande aprendizado na categoria. Quando acordei pensei ‘vou dar tudo o que tenho e vou tentar ganhar na geral, o que não é impossível’, e deu certo. Quando você acredita em uma coisa e tenta fazer isso bem feito, no final tudo pode dar certo. Estou muito feliz! Ganhar aqui tem um sabor muito melhor, já que é praticamente o quintal da minha casa”, comemorou o brasiliense.

Na Pro, o estreante Pablo Alves foi o vencedor. Correndo em casa, o piloto goiano largou na quarta posição e teve bom desempenho para vencer logo em sua segunda corrida na categoria. Novamente marcando presença no pódio, Rogério Motta terminou na segunda posição. “Esse foi um final de semana muito difícil. Não estava conseguindo acertar o carro ao meu estilo de tocada, mas consegui me acertar hoje. No sábado larguei em oitavo e terminei em terceiro, o que a tinha sido bom. Domingo foi ainda melhor. larguei em quarto e cheguei em primeiro. Só tenho a agradecer o pessoal da Hyundai e meus companheiros e patrocinadores” vibrou Pablo.


Após enfrentar problemas no sábado, Pedro Cardoso correu com a faca nos dentes, largou em 30º, e cruzou a linha de chegada na terceira posição, mas sofreu uma punição de 20 segundos acrescidos no seu tempo de corrida por um toque em uma disputa por posição com Marcelo Zebra. Raphael Abbate então herdou a terceira posição. Beto Cavaleiro, fechou em quarto, com Odair dos Santos completando os cinco primeiros.

O próximo encontro da Copa HB20 é a Grande Final com rodada tripla em Interlagos nos dias 6, 7 e 8 de dezembro.

Confira os resultados do fim de semana:

Corrida 1
1. Raphael Abbate (Pro), 14 voltas
2. Edgar Favarin/Odair dos Santos (Pro), a 0s459
3. Pablo Alves (Pro), a 4s569
4. Adriano Rabelo (Pro), a 5s789
5. Rogerio Motta (Pro), a 6s208
6. Luiz Cordeiro (Super), a 6s907
7. Raphael Teixeira (Pro), a 10s377
8. Luciano Viscardi (Super), a 11s014
9. Beto Cavaleiro (Pro), a 16s258
10. Caito Carvalho (Pro), a 16s624
11. Jorge Martelli (Pro), a 16s938
12. Felipe Carvalho (Pro), a 18s984
13. Kleber Eletric (Super), a 20s719
14. Daniel Nino (Super), a 22s604
15. Bruno Testa (Pro), a 23s204
16. Diogo Augusto (Pro), a 24s158
17. Lucas/Christiano Bornemann (Pro), a 27s412
18. Cesar Fonseca (Pro), a 30s661
19. Keka Teixeira (Super), a 32s606
20. Edgar Colamarino (Super), a 36s102
21. Lula Ornelas (Super), a 39s757
22. Marcos Ramos (Pro), a 40s412
23. Marcelo Zebrinha (Super), a 43s294
24. Flavio Andrade (Super), a 49s973
25. Thiago Sansana (Super), a 57s292
26. Edson Reis (Super), a 1min18s568
27. Francisco Marques (Super), a 1min19s404

Não completaram:
28. Wagner Cardoso (Pro), a 7 voltas
29. Edu Doriguel (Super), a 8 voltas
30. Pedro Cardoso (Pro), a 11 voltas
31. Vinicius Kwong (Pro), não largou

Corrida 2
1. Luiz Cordeiro (Super) – 14 voltas em 26min39s070
2. Pablo Alves (Pro) – a 4.584
3. Rogerio Motta (Pro) – a 5.179
4. Raphael Abbate (Pro) – 6.225
5. Luciano Viscardi (Super) – 8.159
6. Beto Cavaleiro (Pro) – 10.436
7. Edgar Favarin/Odair Santos (Pro) – 12.221
8. Raphael Teixeira (Pro) – 12.437
9. Diego Augusto (Pro) – 12.926
10. Jorge Martelli (Pro) – 17.645
11. Kleber Eletric (Super) – 18.821
12. Caito Carvalho (Pro) – 19.267
13. Felipe Carvalho (Pro) – 20.337
14. Bruno Testa (Pro) – 21.178
15. Wagner Cardoso (Pro) – 22.805
16. Cesar Fonseca (Pro) – 23.646
17. Chris Bornemann/Lucas Bornemann (Pro) – 24.211
18. Pedro Cardoso (Pro) – 26.193
19. Keka Teixeira (Super) – 27.402
20. Edgar Colamarino (Super) – 34.907
21. Marcos Ramos (Pro) – 35.503
22. Luis Ornelas (Super) – 37.964
23. Daniel Nino (Super) – 39.684
24. Flavio Andrade (Super) – 41.508
25. Vinicius Kwong (Pro) – 46.986
26. Edson Reis (Super) – 47.293
27. Eduardo Doriguel (Super) – 1:15.730
28. Thiago Sansana (Super) – a 4 voltas

Não completaram
29. Adriano Rabelo (Pro)
30. Marcelo Zebra (Super)
31. Francisco Marques (Super)

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ram reforça presença no campo em live com Bruno e Marrone, websérie ‘Origens’ e projeto ‘Agro 360’

Transmissão da dupla sertaneja acontece nesta sexta-feira (7/8), a partir das 19h, no cana…