Devido aos crescentes casos de pessoas contaminadas pelo coronavírus, o governo britânico solicitou a ajuda de montadoras de veículos automotores na produção de respiradores mecânicos a serem utilizados pelos doentes. Jaguar Land Rover e Rolls-Royce, além da Vauxhall, que faz parte do grupo francês PSA, sinalizaram que farão parte das empresas que produzirão os respiradores. Algumas destas plantas haviam reduzido a produção de automóveis. As informações são do jornal britânico The Guardian.

O desenho do respirador mecânico a ser produzido já foi enviado às fabricantes que devem produzir 20 mil unidades do equipamento. A inglesa Vauxhall foi uma das primeiras empresas a aderir ao pedido do governo. A Vauxhall fornecerá peças feitas em impressoras 3D e ajudará na montagem. “Somos especialistas em montagem e produção em massa eficiente; sabemos como processar e sabemos como torná-lo mais enxuto ”, disse Helen Foord, chefe de relações governamentais da Vauxhall, de propriedade do grupo automotivo francês PSA. “Oferecemos nossos serviços como uma fábrica de montagem e também temos capacidade de impressão 3D na Ellesmere Port [fábrica de automóveis].

Rolls-Royce e a maior montadora do Reino Unido, Jaguar Land Rover, afirmaram que estão prontas para ajudar na tentativa de fabricar ventiladores da maneira que puderem.

Os Estados Unidos podem ter a ajuda da Tesla, Ford e General Motors na fabricação de respiradores mecânicos para que hospitais combatam o Coronavirus.

Foto: Bloomberg/Getty

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …