Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) publicou, no Diário Oficial da União, a portaria em que regulamenta a emissão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) eletrônica. A CNH-e terá o mesmo valor jurídico do documento impresso. 
Para emissão da CNH eletrônica, que começará em fevereiro de 2018, será necessária a realização de um cadastro específico. Em primeiro lugar, o motorista realizará o cadastro no Portal de Serviço do Denatran com o uso de um certificado digital. Se não for possível, a pessoa deverá comparecer a um posto do Detran (Departamento de Trânsito) para cadastrar ou atualizar seu endereço eletrônico e o número de telefone móvel onde será instalado o aplicativo da CNH-e.
 
 
Após a realização do cadastro, será enviado um link para o endereço eletrônico, no qual o condutor terá que clicar para ativação do cadastro. Depois disso, o motorista deverá fazer o download do aplicativo no telefone informado. O acesso se dará por meio de login e senha, escolhidos pelo motorista. 
A CNH-e possuirá um QRCode que poderá ser lido e validado quando necessário pelos agentes de fiscalização. O código bidimensional será gerado de forma automatizada e criptografada. 
A autenticidade do documento poderá ser verificada no endereço eletrônico “Assinador Digital” no Portal de Serviços do Denatran, ou por meio de outro validador de assinatura digital que seja compatível com a ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira).
O documento impresso continuará sendo emitido normalmente. 
Fonte: Agência CNT de Notícias
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

CAOA Chery apresenta o ARRIZO 5

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Veículo é produzido na fábrica de…