O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) alerta motoristas e pedestres para os perigos do uso, no trânsito, de jogos eletrônicos de realidade aumentada em smartphones, como é o caso do Pokémon Go. Nesses jogos, os participantes saem às ruas olhando a tela do smartphone para capturar criaturas virtuais, o que pode distraí-los.
O órgão vai usar as redes sociais para tentar conscientizar os piauienses sobre os perigos da falta de atenção ao atravessar ruas e, também, ao volante. A educadora de trânsito Janaína Meneses acredita que a nova sensação, o Pokémon Go, pode comprometer a segurança viária e aumentar os riscos de acidentes e mortes.
 
“Usar o celular aumenta o risco de acidentes de trânsito, porque, além de distrair, ele também diminui o tempo de resposta do condutor, agravando as chances de atropelamentos ou colisões com outros veículos”, explica Janaína Meneses.
Quanto aos pedestres, a especialista afirma que digitar, ler e falar ao celular enquanto caminha também compromete a atenção do pedestre. “Desatentos, eles podem não escutar os sinais de alerta do trânsito, como buzinas, ou atravessar a rua sem olhar bem e isso aumenta os riscos de atropelamento. O ideal é que eles joguem em lugares seguros, como praças e parques”, aconselha a educadora.
Atualmente, a infração por conduzir veículo manuseando aparelhos celulares é considerada média e o condutor que for flagrado pode pagar R$ 85,13 e receber quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
No entanto, o diretor de infrações do Detran-PI, Levi Gomes, alerta que a multa irá passará a ser gravíssima em novembro deste ano. “O condutor que estiver usando o telefone, seja para jogar, para usar outros aplicativos ou fazer ligações, enquanto dirige, poderá ser multado em R$ 293,47, além de ser penalizado com sete pontos na CNH”, finaliza o diretor.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Aventureiro fica preso no Chile com seu Ford Ka no meio da pandemia

No quarto episódio da minissérie Ka Estou Viajando pela América do Sul, Gustavo Blume é ob…