Com o intuito de garantir mais segurança ao cidadão e incentivar o cumprimento da Lei Seca, a fim de evitar acidentes, os representantes do Sindicato de taxistas, mototaxistas e de cooperativas independentes apresentaram na última terça-feira (04) ao diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), Arão Lobão, uma proposta de cooperação à Operação Lei Seca.
No período em que ocorrem as blitzen da Lei Seca, de quinta-feira a domingo, as cooperativas cobrarão o correspondente ao da bandeira 1. A população terá esse benefício a partir desta quinta (06), e carros e motos conveniadas ao projeto terão um selo especial.
Arão Lobão afirma que o projeto é positivo no sentido em que facilitará a população alternativas mais seguras de locomoção no trânsito, com baixo custo oferecido à população. “Vemos a iniciativa como mais um incentivo para evitar acidentes e mortes no trânsito por embriaguez ao volante”, avalia.
Cinco empresas apoiam o projeto, são elas: Rádio Taxi, Tele Táxi, Nosso Táxi, Cotaero Táxi e Ligue Táxi Já. De acordo com o presidente dos Taxistas, Raimundo Bezerra, mais cooperativos ainda irão aderir. “Em primeiro momento, atenderemos a população da capital, mas brevemente levaremos a proposta a todas as cooperativas do interior do Estado”, afirma.
É importante lembrar que a iniciativa conjunta com o Detran-PI é pioneira no Brasil e que este mês será realizada uma assembleia para a formalização do projeto.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

BMW do Brasil disponibiliza abertura de porta pelo celular e smartwatch para Z4 e Série 1 M135i

BMW Digital Key para iPhone permite que os clientes da marca consigam abrir o carro pelo s…