O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) prevê a implantação do sistema de Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica, a CNH Digital, a partir de fevereiro de 2018, conforme cronograma nacional estabelecido em resolução aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).
De acordo com o diretor de Habilitação do órgão, Sandro Alves, o sistema se encontra em fase de teste e a transição será rápida. “O documento virtual será implantado aos poucos, sendo emitido obrigatoriamente a partir de fevereiro próximo”, declara Alves.
 
A partir da digitalização, a nova versão da habilitação terá o mesmo valor jurídico da CNH impressa e os condutores poderão apresentar o documento tanto impresso quanto em formato digital, no smartphone.
“Com a carteira eletrônica, o condutor terá a possibilidade de circular em qualquer lugar do país”, disse Sandro. Ele explica que a medida ajuda em casos de perda ou extravio do documento impresso. O diretor destaca que qualquer usuário que já tenha a carteira impressa terá a opção do documento em versão digital.
A CNH é um documento de porte obrigatório e conduzir veículo sem o documento pode implicar em três pontos na carteira, multa de R$ 88,38 e apreensão do veículo.
Atualmente, 4 a 5 mil habilitações são emitidas por semana em todo o Piauí.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Público poderá acompanhar as 24 Horas de Le Mans ao vivo do cockpit dos Ford GTs

Os quatro Ford Gts da equipe Ford Chio Ganassi em Le Mans: retorno ao circuito onde a marc…