Muitas pessoas aproveitam o período do Natal e Réveillon para viajar, aumentando o número de veículos em rodovias e o risco de acidentes. Pensando nisso, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) orienta os condutores sobre os cuidados para pegar a estrada.
De acordo com a diretora da Escola Piauiense de Trânsito, Larissa Caldas, durante o período de grande fluxo de veículos nas rodovias é preciso ter atenção redobrada. “É importante que os condutores se planejem antes de pegar a estrada. Além da manutenção do veículo, os cuidados físicos, psicológicos e o uso da direção defensiva podem evitar acidentes e proporcionar uma viagem mais segura”, explica.
A educadora aponta alguns procedimentos que são indispensáveis antes da viagem, como levar o veículo a uma oficina para verificar as condições dos pneus, freio, lâmpadas e suspensão. Analisar se o cinto de segurança e o estepe estão em ordem para serem utilizados.
“Antes de sair de casa, é importante o condutor garantir que está levando o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), dentro da validade. A documentação é indispensável para conduzir um veículo e ainda mais importante quando se vai viajar”, pontua Larissa Caldas.
Além disso, a diretora da EPT também aconselha que os condutores pesquisem e anotem o número do seguro ou então da concessionária responsável, caso venha precisar de algum tipo de suporte durante o deslocamento.
“Também é aconselhável que o condutor procure não viajar no fim da manhã ou da tarde, pois estes tendem a serem os horários mais movimentados. Na noite que antecede a viagem, durma cedo, pois uma mente tranquila é importante na prática da direção defensiva”, afirma a educadora.
O diretor de Infrações do órgão, Levi Gomes, também orienta os condutores no sentido de respeitar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não só pela segurança, mas também pelo aumento de fiscalização durante o fim do ano.
“Com o aumento do número de condutores nas rodovias aumenta-se a fiscalização no intuito de coibir atos ilícitos que podem resultar em acidentes de trânsito. Então, o condutor deve ficar atento à sinalização na estrada para não cometer infrações como a ultrapassagem indevida, que é uma das maiores causas de acidentes do estado”, aponta Levi Gomes.
No caso de motociclistas, o diretor de Infrações esclarece que eles devem usar capacete fechado com viseira. Se o capacete não possuir viseira, o uso de óculos de proteção, que permite a utilização simultânea de óculos corretivos ou de sol, é indispensável.
De acordo com a Resolução 453/2013 do Conselho Nacional de Trânsito, também são obrigatórios dispositivos retrorrefletivos de segurança nas partes laterais e traseiras do capacete, que deve trazer o selo de identificação da conformidade do Inmetro.
A não utilização destes equipamentos consiste em infração gravíssima e implica multa de R$ 293,47, sete pontos na Carteira de Habilitação e seu recolhimento, além de suspensão do direito de dirigir.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Toyota Etios vai deixar de ser vendido no Brasil

Planta de Sorocaba segue produzindo o modelo para mercados de exportação A Toyota do Brasi…