O Dia da Mobilidade Elétrica, comemorado em 27 de maio em São Paulo (SP), foi um grande sucesso. Além da presença de grandes montadoras e autoridades estaduais e municipais, o comboio de híbridos e elétricos dos mais variados segmentos reuniu 127 veículos, entre motos, bicicletas, skates, carros de logística, leves e pesados. Com isso, cerca de 500 pessoas seguiram o trajeto entre as praças Amadeu Amaral (R. Treze de Maio) e Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, cruzando toda a Av. Paulista.
A iniciativa teve como objetivo chamar a atenção aos benefícios ambientais, sociais e econômicos que uma frota limpa, eficiente e silenciosa traz aos grandes centros urbanos. Em sua segunda edição, a mobilização levou às ruas as bandeiras verdes e sustentáveis ao trânsito de São Paulo. “Chamar a população para fazer parte de um evento como esse e focar nos gargalos de grandes metrópoles, como a emissão excessiva de gases de efeito estufa, poluição sonora, alto custo do combustível, entre outros, é de crucial importância. E nisso, fomos bem sucedidos nessa edição”, comenta Ricardo Guggisberg, presidente da ABVE – Associação Brasileira do Veículo Elétrico, que esteve à frente do evento.
Salão do Veículo Elétrico
A movimentação em torno do tema, porém, não para por aí. Entre os dias 21 e 23 de setembro, acontece no Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte, em São Paulo (SP), a 13ª edição do Salão Latino-Americano de Veículos Híbridos-Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias. O evento irá apresentar novas soluções e inovações ao público, convidando a população a se familiarizar com o tema e, assim fomentar o debate acerca das necessidades de evolução da infraestrutura e tecnologia no País, tornando os veículos movidos a energia limpa uma realidade para todos.
 
Com foco no futuro da mobilidade urbana por meio da utilização de eletricidade, o evento deve contar com mais de 50 estandes, divididos em veículos pesados, leves e levíssimos, além de componentes e infraestrutura, com foco em Smart City.
O Salão será aberto pelo Congresso “Empreendedorismo, Design e Inovação em mobilidade a favor do clima”, que terá como objetivo debater as tendências mundiais com relação à Mobilidade Elétrica, em vista o cenário internacional 2020-2035, período no qual diversos países se comprometeram a eletrificar suas frotas, tendo em vista as metas de redução da emissão de gases de efeito estufa.
A missão do evento levantar uma série de pautas que envolvem a capacidade de desenvolvimento tecnológico, a melhoria da infraestrutura no País, e o apoio a licitações voltadas a melhoria do transporte público, sempre destacando os inúmeros benefícios que uma frota híbrida e elétrica proporciona à população e às cidades.
O evento também será palco do 2º Encontro de Empreendedores da Eletromobilidade (2º EEE), que, sob o tema “A nova gestão pública para Cidades Inteligentes: a transição da cidade convencional para a cidade digital”, reunirá tomadores de decisão (especialmente prefeitos e secretários municipais) e fornecedores de produtos e serviços (expositores) destinados à mobilidade sustentável, para o debate sobre como o transporte se insere no conceito de Smart Cities.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ônibus VW moderniza frota argentina de transporte público

Como motorização MAN D08, esses dois Volksbus têm sistema EGR de tratamento de emissões, d…