Home Notícias Dicas para troca de óleo ecologicamente correta

Dicas para troca de óleo ecologicamente correta

Comentários desativados em Dicas para troca de óleo ecologicamente correta
Adotar medidas ecologicamente corretas em nosso dia a dia já é um tipo de comportamento inevitável para preservar o meio ambiente, sendo um compromisso com o planeta e com as futuras gerações. É por isso que, no momento de fazer a troca de óleo do carro, precisamos tomar cuidados especiais.
 
“No serviço pós-venda, realizado em nossas concessionárias, alertarmos os clientes sobre a importância das revisões e cuidados com o carro não somente para a preservação do veículo, mas também do meio ambiente, lembrando que a manutenção veicular é uma das medidas que controla ou reduz a emissão de gases poluentes”, ressalta Marcelo Dantas, superintendente de pós-venda e qualidade da Rodobens Automóveis.
 
O especialista alerta ainda sobre os cuidados necessários com a troca de óleo. “Se descartado ou armazenado de maneira errada, o óleo pode provocar sérios danos ambientais”, afirma.
 
No mês do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a Rodobens Automóveis dá dicas para trocas de óleo ambientalmente adequadas. Afinal de contas, não é preciso deixar o veículo desregulado para preservar a natureza.
 
6 dicas para troca de óleo:
• O descarte incorreto do óleo lubrificante é danoso para o meio ambiente, pode contaminar a água e o solo. O melhor destino para esse resíduo é a coleta e o envio obrigatório a um rerrefinador, capaz de retirar os contaminantes do produto usado e recuperá-lo.
 
• É necessário tomar cuidado para que o óleo retirado do veículo fique corretamente armazenado enquanto espera sua destinação, de forma que não contamine o meio ambiente.
 
• Os lubrificantes têm um período de troca pré-determinado pela montadora do veículo. Na dúvida, procure se informar no manual do proprietário. O que define a hora de substituir o óleo é a quilometragem ou o tempo do produto no motor do veículo.
 
• O nível correto do óleo é entre as marcações “máximo” e “mínimo” da vareta, ou seja, não se deve manter a quantidade do produto próximo a nenhuma das extremidades.
 
• Para uma leitura mais precisa do nível do óleo na vareta, é importante que o motor e o veículo estejam frios – se preciso, aguarde aproximadamente 10 minutos após estacionar, para que o óleo retorne ao cárter.
 
• Já no momento da troca do óleo, é importante que o motor esteja quente, para que haja maior fluidez e o lubrificante carregue com ele a sujeira do motor.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Tour virtual à exposição especial “25 Anos do Boxster” no Museu da Porsche

44º Dia Internacional dos Museus em 16 maio de 2021 Os museus cuidam de tesouros e contrib…