Os projetos a serem desenvolvidos através das parcerias público-privadas (PPPs) continuam em andamento em Teresina. Nesta semana, a Secretaria Municipal de Concessões e Parcerias (Semcop) autorizou a empresa que estudará as concessões de estacionamento e bicicletas compartilhadas. 
 
“O próximo passo será uma reunião com a empresa escolhida, que acontecerá no dia 30 de janeiro, na Semcop, às 9hs, para começarmos a traçar o cronograma dos estudos”, acrescenta Monique Menezes, secretária da Semcop,
 
Sobre a empresa autorizada a fazer os estudos nas áreas de estacionamento e bicicletas compartilhadas, Monique informa que ela também atua em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. “É um grupo que já trabalha com isso e tem um know-how que dá uma segurança para os estudos que vão ser feitos”, afirma.
 
A secretária acredita que há viabilidade econômica para implantação dos projetos. Além disso, o município terá ganho econômico. “No caso do estacionamento, é uma concessão comum, em que o município vai receber uma outorga pelo uso do espaço público. Ou seja, a empresa vai explorar os espaços e a prefeitura vai receber um valor em cima disso, que é estimado entre R$ 3 e R$ 4 milhões”, acrescenta.
 
Sobre as bicicletas compartilhadas, o sistema já um sucesso nas grandes cidades. A ideia é oferecer aos moradores, turistas e trabalhadores um meio de transporte para que possam se locomover pela cidade a um custo baixo, evitando o uso de carros e sem a necessidade de comprar uma bicicleta. Atualmente, existem cerca de 850 sistemas de compartilhamento de bicicletas no mundo.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford é reconhecida como líder global em conservação de água e sustentabilidade

A Ford também recebeu, pelo terceiro ano consecutivo, nota A- pelos seus esforços integrad…