Cayenne e Macan foram geradores do crescimento

Nos três primeiros trimestres de 2019, a Porsche AG entregou 202.318 veículos em todo o mundo. A fabricante de carros esportivos obteve assim um crescimento de três por cento em comparação com o mesmo período no ano passado. As séries de modelos Cayenne e Macan tiveram uma demanda especialmente elevada. O Cayenne teve novamente o maior crescimento, com 62.022 veículos e um acréscimo de 25 por cento. O modelo foi lançado recentemente numa versão cupê, também como um híbrido plug-in. 73.967 unidades de modelos Macan foram entregues aos clientes. Isso corresponde a um crescimento de nove por cento em relação ao ano passado.

O Brasil superou a tendência mundial demostrando excelente resultado nestes nove meses com um aumento de dezenove por cento nas vendas em relação ao mesmo período do ano anterior, com 1.330 unidades entregues. Os grandes destaques foram o Macan com 400 unidades, o Cayenne com 391 unidades e o ícone da marca o modelo 911 com 189 unidades entregues aos clientes da marca.

Desenvolvimento positivo na Ásia e América do Norte

A Porsche conseguiu manter suas posições na China e nos Estados Unidos, apesar da situação econômica geral mais fraca nesses dois mercados. 64.237 veículos foram entregues a clientes chineses nos primeiros nove meses do ano, o que representa um crescimento de 14 por cento em comparação com o mesmo período no ano passado. Nos Estados Unidos, o segundo maior mercado da Porsche, as entregas aumentaram seis por cento, alcançando um total de 45.062 unidades. Os carros esportivos de Zuffenhausen continuam muito populares também nas regiões Ásia-Pacífico, África e Oriente Médio. 86.235 veículos foram entregues nesses mercados, correspondendo a uma elevação de onze por cento ante o mesmo período do ano passado. As entregas caíram na Europa devido à conversão para o WLTP (Worldwide Harmonised Light Vehicle Test Procedure – Procedimento Mundial Harmonizado de Testes para Veículos Leves) e filtros de partículas na gasolina, o que levou a falhas na gama de veículos disponível nos primeiros meses do ano do ano.

“O crescimento na China e nos Estados Unidos nos deixa otimistas quanto a alcançarmos nossos objetivos gerais para o ano”, declarou Detlev von Platen, membro do Conselho Executivo encarregado de Vendas e Marketing na Porsche AG. “Em médio prazo, porém, há sinais de um leve enfraquecimento no crescimento total. Vamos monitorar isso de perto e, de qualquer forma, continuamos otimistas e seguindo adiante – graças, também, ao grande registro de encomendas para o novo Porsche Taycan.”

A Porsche apresentou seu primeiro carro esporte totalmente elétrico, o Taycan, no início de setembro. O veículo começará a ser entregue nos Estados Unidos a partir do final de 2019 e estará disponível nas concessionárias na Europa nos primeiros meses de 2020.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford apresenta o SUV elétrico Mustang Mach-E

SUV inova na economia, dsempenho e conectividade A Ford apresentou em Los Angeles, nos EUA…