Em seis etapas disputadas, cinco duplas já ocuparam a liderança da mais importante competição do calendário off-road internacional; Brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin estão em terceiro lugar de olho no bicampeonato.

A sexta etapa do 41º Rally Dakar, disputada no domingo (13) entre Arequipa e San Juan de Marcona, no Peru, evidenciou o equilíbrio da briga pelo título dos UTVs na mais importante competição do calendário off-road internacional. O certame registrou cinco líderes diferentes até agora, sendo que a dupla atual campeã Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, da equipe Monster Energy/Can-Am, foi a única que permaneceu na ponta em duas etapas seguidas. Os brasileiros ocupam o terceiro lugar do ranking, de acordo com os resultados extraoficiais, sendo que outro grande destaque da classe é o UTV Can-Am Maverick X3, veículo dos 10 mais rápidos da tabela.

Varela e Gugelmin concluíram a jornada deste domingo na sétima posição. Na classificação geral, estão a 32min36seg dos líderes, os espanhóis Gerard Farres Guell e Daniel Carreras. A etapa concluída em San Juan de Marcona teve um percurso de 387 quilômetros, sendo 323 deles de especiais (trechos cronometrados).

“Estávamos indo muito bem até o final da especial, na liderança, mas cometi um erro de navegação e acabamos perdendo mais meia hora no percurso”, lamentou o navegador Gustavo Gugelmin. “Foi uma pena, porque ‘remamos’ bastante e chegamos muito perto da liderança, mas na sétima etapa vamos acelerar ainda mais para retomar o nosso lugar na ponta da tabela”, completou, confiante.

O terreno que mesclava dunas e pedras, da mesma região pela qual os competidores passaram no terceiro dia de prova, de fato, exigiu muita navegação. “Passamos por alguns trechos comuns ao roteiro das motos, o qual era diferente, então foi preciso ainda mais cuidado para não errar o caminho”, explicou Gugelmin.

O catarinense ressaltou o ótimo desempenho do UTV Can-Am Maverick X3. “É um veículo extremamente resistente, passou por todos os desafios até aqui. Vamos fazer uma revisão, apenas, para a próxima etapa”.

O 41º Rally Dakar, disputado integralmente em território peruano, conta com 10 etapas e mais de 5 mil quilômetros no total (cerca de três mil quilômetros de especiais). A prova será encerrada no dia 17 de janeiro, em Lima, no Peru.

Além de UTVs, a competição, que neste ano será disputada integralmente em território peruano, possui categorias para motos, carros, quadriciclos e caminhões.

Rally Dakar 2019 – Categoria UTVs (SxS)

Resultados da 6ª etapa (extraoficiais)

1 – #360 – Francisco Contardo / Álvaro Quintanilla (CHI) – 4:12:08 – Can-Am Maverick X3
2 – #358 – Farres Guel / Daniel Carreras (ESP) – 4:24:39 – Can-Am Maverick X3
3 – #343 – Casey Currie (EUA) / Rafael Córdoba (ESP) – 4:29:04 – Can-Am Maverick X3
4 – #344 – Sergei Kariakin (RUS) / Anton Vlasiuk (LET) – 4:29:39 – Can-Am Maverick X3
5 – #378 – Ricardo Porém / Jorge Monteiro (POR) – 4:50:07 – Can-Am Maverick X3
6 – #418 – José Hinojo Lopes / Javier Blaco (ESP) – 4:50:23 – Can-Am Maverick X3
7 – #340 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 5:03:22 – Can-Am Maverick X3
8 – #366 – Hernan Garces / Juan Latrach (CHI) – 5:13:09 – Can-Am Maverick X3
9 – #372 – Miguel Jordão (POR) / Lourival Justo (BRA) – 5:25:00 – Can-Am Maverick X3
10 – #427 – Michelangelo Bertolla / Paolo Boggioni (CHI) – 5:33:16 – Can-Am Maverick X3

Classificação acumulada após seis etapas (resultados extraoficiais)

1 – #358 – Gerard Guel / Daniel Carreras (ESP) – 26:08:53 – Can-Am Maverick X3
2 – #344 – Sergei Kariakin (RUS) / Anton Vlasiuk (LET) – 26:22:24 – Can-Am Maverick X3
3- #340 – Reinaldo Varela / Gustavo Gugelmin (BRA) – 26:41:29 – Can-Am Maverick X3
4 – #360 – Francisco Contardo / Álvaro Quintanilla (CHI) – 27:07:36 – Can-Am Maverick X3
5 – #421 – Rodrigo Piazzoli / Jorge Diaz (CHI) – 27:25:51 – Can-Am Maverick X3
6 – #343 – Casey Currie (EUA) / Rafael Córdoba (ESP) – 27:50:17 – Can-Am Maverick X3
7 – #378 – Ricardo Porém / Jorge Monteiro (POR) – 28:37:17 – Can-Am Maverick X3
8 – #372 – Miguel Jordão (POR) / Lourival Justo (BRA) – 28:58:12 – Can-Am Maverick X3
9 – #412 – Marcos Baumgart / Kleber Cincea (BRA) – 29:14:24 – Can-Am Maverick X3
10 – #398 – Cristian Baumgart / Alberto Andreotti (BRA) – 29:24:16 – Can-Am Maverick X3

Roteiro do Rally Dakar 2019:

7ª etapa – Segunda-feira (14/1)
San Juan de Marcona/San Juan de Marcona
Quilometragem total – 387 km
Trecho especial (cronometrado) – 323 km

8ª etapa – Terça-feira (15/1)
San Juan de Marcona/Pisco
Quilometragem total – 575 km
Trecho especial (cronometrado) – 360 km

9ª etapa – Quarta-feira (16/1)
Pisco/Pisco
Quilometragem total – 409 km
Trecho especial (cronometrado) – 313 km

10ª etapa – Quinta-feira (17/1)
Pisco/Lima
Quilometragem total – 359 km
Trecho especial (cronometrado) – 112 km.

Fotos: Victor Eleuterio

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Caio Collet sobe ao pódio na abertura da Fórmula Renault Eurocup

Brasileiro chegou em terceiro lugar no circuito de Monza A bordo do Renault #1 da equipe R…