Finalizadas as etapas do SuperBike Brasil, Eric Granado (#51) encerrou a temporada 2018 como bicampeão da principal competição de motovelocidade das Américas e Pedro Sampaio (#28), companheiro de Granado na equipe Honda Racing Brasil e estreante na categoria 1000cc, concluiu o campeonato na terceira colocação na classificação geral.

Após 11 corridas no campeonato, Eric Granado somou 241 pontos e conquistou o segundo título consecutivo com 58 pontos de vantagem para o segundo colocado e com uma etapa de antecipação. Pedro Sampaio chegou aos 162 pontos e garantiu um expressivo terceiro lugar em seu primeiro ano na principal categoria do SuperBike Brasil.

As duas corridas da 8ª e última etapa sofreram interrupções. Na primeira, Eric Granado, que largou na pole, manteve a primeira colocação até a bandeira amarela causada pela queda do piloto Leandro Esposito, da categoria Extreme. No reinício, Granado alternou a liderança em uma acirrada disputa, mas acabou com a segunda colocação.

Na segunda rodada, Eric Granado largou na ponta novamente e permaneceu na primeira colocação até uma forte garoa interromper a prova. Após bandeira vermelha e 20 minutos nos boxes para a troca de pneus, os pilotos voltaram à pista para a relargada. Logo na saída, um acidente envolvendo dois pilotos gerou nova bandeira vermelha, que motivou o retorno aos boxes e que, pelo regulamento do SuperBike Brasil, daria oportunidade para que as equipes avaliassem possíveis trocas de pneus, uma vez que a chuva cessou novamente. Na volta de apresentação, Eric sentiu que a roda traseira não estava em perfeitas condições. O piloto retornou aos boxes e não conseguiu participar da corrida.

“Foi um domingo desafiador para mim, pois não conseguimos alcançar o melhor rendimento. Na primeira bateria eu estava com uma boa vantagem e a interrupção mudou tudo. Depois, na segunda parte da corrida, após a relargada, a moto já estava com os pneus desgastados e eu não consegui vencer. Na segunda corrida ocorreu a mesma história. Eu consegui largar bem e abrir distância e aí, por causa da chuva, a corrida foi interrompida. Paramos e saímos várias vezes até que na hora de relargar ocorreu um problema técnico e infelizmente eu não tive a chance de brigar. Mas a temporada foi altamente positiva, um ano muito bom, com a conquista do bicampeonato com várias vitórias”, analisou Eric.

Pedro Sampaio (#28), que conquistou um quarto e um segundo lugar nas duas provas deste domingo, falou sobre o seu desempenho na temporada de estreia e festejou o terceiro lugar na classificação geral.

“Encerrei a temporada com o meu melhor resultado, conquistando a segunda colocação em uma das provas e a terceira posição no campeonato. O saldo final deste ano foi muito positivo, aprendi muita coisa com a nova Honda CBR 1000RR Fireblade SP, com a equipe Honda Racing e com o meu companheiro de equipe Eric Granado. Só tenho que agradecer a todos que depositaram confiança em mim e me apoiaram. Ano que vem quero disputar o título”, declarou Pedro Sampaio.
Reinaldo Campos, chefe da equipe Honda Racing Brasil, avaliou os resultados da equipe.

“A bandeira amarela acabou prejudicando o Eric na primeira bateria, onde ele já estava ocupando a primeira posição e com ampla vantagem para o segundo colocado, e o Pedro vinha muito bem. A relargada foi difícil pois os pilotos estavam muito agrupados e acabamos terminando em segundo e quarto lugares. A outra prova foi muito complicada com aquele chove não chove, trocas de pneus, relargadas e uma situação um pouco complexa. Acabamos tendo um problema na roda traseira do Eric, que teve que recolher para o box. Mas o Pedro Sampaio representou muito bem a equipe terminando em segundo lugar”, disse.
Os pilotos oficiais da equipe Honda Racing Brasil são patrocinados pela Mobil,Alpinestars e D.I.D. .

Outras categorias

Junior Cup

A decisão do título da Junior Cup – categoria de acesso que incentiva a inserção e motivação de jovens pilotos entre 8 e 16 anos que correm com motocicletas Honda CG 160 Titan – foi emocionante e Caique Lanna (#91), com o segundo lugar em Interlagos, chegou aos 155 pontos e foi o campeão da modalidade com apenas três pontos de vantagem para João Arratia (#26), que ficou com o vice após o quarto lugar neste domingo. Pedro Balla (#10) saltou para 128 pontos depois de conquistar a terceira colocação na corrida e encerrou o campeonato em terceiro lugar na classificação geral.

Com a vitória emocionante nos últimos metros, Eduardo Burr (#8) acumulou 103 pontos e garantiu a quarta colocação final, seguido de Davi Gama (#6), que terminou o campeonato na quinta colocação com 83 pontos após fechar a corrida na sétima colocação.

Copa Honda CBR 500R

O piloto Arthur Costa (#99) conquistou a vitória nos últimos metros na corrida em Interlagos, chegou aos 148 pontos e ficou com o título geral da Copa Honda CBR 500R.

Ademilson Peixer (#43), em décimo lugar, alcançou os 132 pontos e fechou a temporada na segunda colocação da competição, seguido de Indy Munoz (#199), que com o quarto lugar somou 121 pontos no campeonato e ficou com a terceira colocação geral.

Enzo Valentin (#59), na décima segunda posição, ficou com a quarta colocação final ao somar 116 pontos e Fabio Florian (#88), com o segundo lugar, garantiu a quinta colocação na classificação geral da Copa Honda CBR 500R com 111 pontos.

RESULTADOS CORRIDAS:

SuperBike 1000cc – 1ª CORRIDA – CLASSIFICAÇÃO GERAL*

1. Alex Barros (PRO),
2. Eric Granado (PRO), a 0.039 – Honda Racing Brasil
3. Maxi Gerardo (PRO), a 1.958
4. Pedro Sampaio (PRO), a 6.680 – Honda Racing Brasil
5. Danilo Lewis (PRO), a 9.806
6. Lucas Torres (PRO), a 20.023

SuperBike 1000cc – 2ª CORRIDA – CLASSIFICAÇÃO GERAL*

1. Alex Barros (PRO),
2. Pedro Sampaio (PRO), a 7.689
3. Lucas Torres (PRO), a 17.863

Copa Honda CBR 500R – CLASSIFICAÇÃO GERAL
1. Arthur Costa (500),
2. Fábio Florian (500T), a 0.020
3. Marcelo Moreno MM (500E), a 6.767
4. Indiana Muñoz (500F), a 6.786
5. Willian Ribeiro (500), a 7.237
6. Luiz Felipe (500LT), a 12.226
7. Raphael Ramos (500LT), a 12.401
8. João Carneiro (500LT), a 12.500
9. Renan Fui (500L), a 14.096
10. Ademilson Peixer (500), a 16.364

Honda Junior CUP – CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. Eduardo Burr,
2. Caique Lanna, a 0.003
3. Pedro Balla, a 0.059
4. João Arratia, a 0.093
5. Brayann Silva, a 9.873
6. João Henrique Fascineli, a 12.158
7. Davi Gama, a 12.318
8. João Teixeira, a 37.302
9. Gabriel Lacrimanti, a 59.813
10. Enzo Maccapani, a 1:10.483

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CAMPEONATO:

SuperBike 1000cc

1. Eric Granado – Honda Racing Brasil – 241 pontos
2. Alex Barros – 183 pontos
3. Pedro Sampaio – Honda Racing Brasil – 162 pontos
4. Maximiliano Gerardo – 145 pontos
5. Danilo Lewis – 137 pontos

Copa Honda CBR 500R

1. Arthur Costa – 148 pontos
2. Ademilson Peixer – 132 pontos
3. Indy Munoz – 121 pontos
4. Enzo Valentin – 116 pontos
5. Fabio Florian – 111 pontos

Honda Junior CUP

1. Caique Lanna – 155 pontos – CAMPEÃO
2. João Arratia – 152 pontos
3. Pedro Balla – 128 pontos
4. Eduardo Burr – 103 pontos
5. Davi Gama – 83 pontos

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Veja também

Toyota premia excelência de melhores consultores, técnicos e representantes SAC

Concurso de Habilidades Técnicas reconhece os melhores técnicos automotivos, consultores d…