Finalizadas as etapas do SuperBike Brasil, Eric Granado (#51) encerrou a temporada 2018 como bicampeão da principal competição de motovelocidade das Américas e Pedro Sampaio (#28), companheiro de Granado na equipe Honda Racing Brasil e estreante na categoria 1000cc, concluiu o campeonato na terceira colocação na classificação geral.

Após 11 corridas no campeonato, Eric Granado somou 241 pontos e conquistou o segundo título consecutivo com 58 pontos de vantagem para o segundo colocado e com uma etapa de antecipação. Pedro Sampaio chegou aos 162 pontos e garantiu um expressivo terceiro lugar em seu primeiro ano na principal categoria do SuperBike Brasil.

As duas corridas da 8ª e última etapa sofreram interrupções. Na primeira, Eric Granado, que largou na pole, manteve a primeira colocação até a bandeira amarela causada pela queda do piloto Leandro Esposito, da categoria Extreme. No reinício, Granado alternou a liderança em uma acirrada disputa, mas acabou com a segunda colocação.

Na segunda rodada, Eric Granado largou na ponta novamente e permaneceu na primeira colocação até uma forte garoa interromper a prova. Após bandeira vermelha e 20 minutos nos boxes para a troca de pneus, os pilotos voltaram à pista para a relargada. Logo na saída, um acidente envolvendo dois pilotos gerou nova bandeira vermelha, que motivou o retorno aos boxes e que, pelo regulamento do SuperBike Brasil, daria oportunidade para que as equipes avaliassem possíveis trocas de pneus, uma vez que a chuva cessou novamente. Na volta de apresentação, Eric sentiu que a roda traseira não estava em perfeitas condições. O piloto retornou aos boxes e não conseguiu participar da corrida.

“Foi um domingo desafiador para mim, pois não conseguimos alcançar o melhor rendimento. Na primeira bateria eu estava com uma boa vantagem e a interrupção mudou tudo. Depois, na segunda parte da corrida, após a relargada, a moto já estava com os pneus desgastados e eu não consegui vencer. Na segunda corrida ocorreu a mesma história. Eu consegui largar bem e abrir distância e aí, por causa da chuva, a corrida foi interrompida. Paramos e saímos várias vezes até que na hora de relargar ocorreu um problema técnico e infelizmente eu não tive a chance de brigar. Mas a temporada foi altamente positiva, um ano muito bom, com a conquista do bicampeonato com várias vitórias”, analisou Eric.

Pedro Sampaio (#28), que conquistou um quarto e um segundo lugar nas duas provas deste domingo, falou sobre o seu desempenho na temporada de estreia e festejou o terceiro lugar na classificação geral.

“Encerrei a temporada com o meu melhor resultado, conquistando a segunda colocação em uma das provas e a terceira posição no campeonato. O saldo final deste ano foi muito positivo, aprendi muita coisa com a nova Honda CBR 1000RR Fireblade SP, com a equipe Honda Racing e com o meu companheiro de equipe Eric Granado. Só tenho que agradecer a todos que depositaram confiança em mim e me apoiaram. Ano que vem quero disputar o título”, declarou Pedro Sampaio.
Reinaldo Campos, chefe da equipe Honda Racing Brasil, avaliou os resultados da equipe.

“A bandeira amarela acabou prejudicando o Eric na primeira bateria, onde ele já estava ocupando a primeira posição e com ampla vantagem para o segundo colocado, e o Pedro vinha muito bem. A relargada foi difícil pois os pilotos estavam muito agrupados e acabamos terminando em segundo e quarto lugares. A outra prova foi muito complicada com aquele chove não chove, trocas de pneus, relargadas e uma situação um pouco complexa. Acabamos tendo um problema na roda traseira do Eric, que teve que recolher para o box. Mas o Pedro Sampaio representou muito bem a equipe terminando em segundo lugar”, disse.
Os pilotos oficiais da equipe Honda Racing Brasil são patrocinados pela Mobil,Alpinestars e D.I.D. .

Outras categorias

Junior Cup

A decisão do título da Junior Cup – categoria de acesso que incentiva a inserção e motivação de jovens pilotos entre 8 e 16 anos que correm com motocicletas Honda CG 160 Titan – foi emocionante e Caique Lanna (#91), com o segundo lugar em Interlagos, chegou aos 155 pontos e foi o campeão da modalidade com apenas três pontos de vantagem para João Arratia (#26), que ficou com o vice após o quarto lugar neste domingo. Pedro Balla (#10) saltou para 128 pontos depois de conquistar a terceira colocação na corrida e encerrou o campeonato em terceiro lugar na classificação geral.

Com a vitória emocionante nos últimos metros, Eduardo Burr (#8) acumulou 103 pontos e garantiu a quarta colocação final, seguido de Davi Gama (#6), que terminou o campeonato na quinta colocação com 83 pontos após fechar a corrida na sétima colocação.

Copa Honda CBR 500R

O piloto Arthur Costa (#99) conquistou a vitória nos últimos metros na corrida em Interlagos, chegou aos 148 pontos e ficou com o título geral da Copa Honda CBR 500R.

Ademilson Peixer (#43), em décimo lugar, alcançou os 132 pontos e fechou a temporada na segunda colocação da competição, seguido de Indy Munoz (#199), que com o quarto lugar somou 121 pontos no campeonato e ficou com a terceira colocação geral.

Enzo Valentin (#59), na décima segunda posição, ficou com a quarta colocação final ao somar 116 pontos e Fabio Florian (#88), com o segundo lugar, garantiu a quinta colocação na classificação geral da Copa Honda CBR 500R com 111 pontos.

RESULTADOS CORRIDAS:

SuperBike 1000cc – 1ª CORRIDA – CLASSIFICAÇÃO GERAL*

1. Alex Barros (PRO),
2. Eric Granado (PRO), a 0.039 – Honda Racing Brasil
3. Maxi Gerardo (PRO), a 1.958
4. Pedro Sampaio (PRO), a 6.680 – Honda Racing Brasil
5. Danilo Lewis (PRO), a 9.806
6. Lucas Torres (PRO), a 20.023

SuperBike 1000cc – 2ª CORRIDA – CLASSIFICAÇÃO GERAL*

1. Alex Barros (PRO),
2. Pedro Sampaio (PRO), a 7.689
3. Lucas Torres (PRO), a 17.863

Copa Honda CBR 500R – CLASSIFICAÇÃO GERAL
1. Arthur Costa (500),
2. Fábio Florian (500T), a 0.020
3. Marcelo Moreno MM (500E), a 6.767
4. Indiana Muñoz (500F), a 6.786
5. Willian Ribeiro (500), a 7.237
6. Luiz Felipe (500LT), a 12.226
7. Raphael Ramos (500LT), a 12.401
8. João Carneiro (500LT), a 12.500
9. Renan Fui (500L), a 14.096
10. Ademilson Peixer (500), a 16.364

Honda Junior CUP – CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. Eduardo Burr,
2. Caique Lanna, a 0.003
3. Pedro Balla, a 0.059
4. João Arratia, a 0.093
5. Brayann Silva, a 9.873
6. João Henrique Fascineli, a 12.158
7. Davi Gama, a 12.318
8. João Teixeira, a 37.302
9. Gabriel Lacrimanti, a 59.813
10. Enzo Maccapani, a 1:10.483

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CAMPEONATO:

SuperBike 1000cc

1. Eric Granado – Honda Racing Brasil – 241 pontos
2. Alex Barros – 183 pontos
3. Pedro Sampaio – Honda Racing Brasil – 162 pontos
4. Maximiliano Gerardo – 145 pontos
5. Danilo Lewis – 137 pontos

Copa Honda CBR 500R

1. Arthur Costa – 148 pontos
2. Ademilson Peixer – 132 pontos
3. Indy Munoz – 121 pontos
4. Enzo Valentin – 116 pontos
5. Fabio Florian – 111 pontos

Honda Junior CUP

1. Caique Lanna – 155 pontos – CAMPEÃO
2. João Arratia – 152 pontos
3. Pedro Balla – 128 pontos
4. Eduardo Burr – 103 pontos
5. Davi Gama – 83 pontos

Artigos Relacionados
Leia mais em Motos
Comentários estão fechados

Veja também

Público poderá acompanhar as 24 Horas de Le Mans ao vivo do cockpit dos Ford GTs

Os quatro Ford Gts da equipe Ford Chio Ganassi em Le Mans: retorno ao circuito onde a marc…