Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

 
A pouco menos de um ano de as Resoluções 380 e 395 do Contran, que estabelecem a obrigatoriedade do sistema antitravamento dos freios (ABS) em todos os veículos vendidos no País a partir de janeiro de 2014, entrarem em vigor, um estudo do CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária) constatou que 39% dos automóveis produzidos no Brasil ainda não possuem o ABS como item de série.
 
E na categoria dos hatchs compactos, a mais expressiva do mercado brasileiro, com cerca de 57% das vendas em 2012, os números não são melhores: apenas 54% das versões possuem o ABS de série. Isso significa que, dentre as 122 versões dos 26 modelos pesquisados, pouco mais da metade possui o acessório como item de fábrica, mais de um quarto (27%) não possui o item disponível nem como opcional. Além disto, nenhum deles oferece o sistema ESP (Eletronic Stability Program).
 
Entre os sedans compactos, 54% dos veículos possuem o ABS de série. Mas, assim como nos hatchs, o número de versões sem o equipamento nem como opcional ainda é alto: 22%. O ESP também segue a tendência e continua de fora dos pacotes.
 
Já com os sedans médios, categoria de veículos mais caros e mais equipados que os sedans compactos, representando uma fatia de 8,5% dos carros de passeio, de acordo com a FENABRAVE (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o resultado foi outro. Quase todas as versões (99%) possuem ABS de série, e não há nenhum carro sem o item pelo menos como opcional. Melhora também para o ESP, que atinge mais da metade das 66 versões dos 21 modelos pesquisados das 20 montadoras analisadas.
 
“São veículos, na maioria das vezes, importados e devido às exigências dos padrões internacionais, é natural que os índices sejam mais elevados nessa categoria”, afirma Almir Fernandes, diretor executivo do CESVI.
 
No caso dos importados vendidos no País, os números são bem semelhantes aos dos sedans médios. Nessa categoria, 91% das versões têm ABS instalado, sendo que 70% já contam também com o ESP. Neste caso, foram analisadas 42 montadoras, que oferecem 221 modelos em 590 versões.
 
O estudo realizado pelo CESVI ainda fez um comparativo entre os carros que circulam no Brasil e na Argentina e organizou os índices por categoria. Entre as quatro grandes montadoras nacionais, a GM aparece em 1º lugar, com 84% de suas versões equipadas de série com ABS, seguida pela FIAT e VW (73%) e Ford (65%).
 
Fonte: CESVI BRASIL
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

e-Golf – o best-seller da Volkswagen em versão elétrica

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Nova geração do hatch elétrico of…