Extreme E, o novo e inovador campeonato de corrida elétrica off-road, confirmou um acordo com a Rede Globo de TV para transmitir a série quando as corridas começarem no início do próximo ano.

A Globo é a maior emissora do Brasil e atinge mais de 100 milhões de pessoas por dia. Ela já transmite os eventos esportivos mais conhecidos, incluindo os Jogos Olímpicos, a Copa do Mundo, NBA e UFC, e agora o Extreme E também fará parte da sua programação. O canal vai transmitir a ação das corridas e os destaques da competição em português.

O Brasil é um mercado-chave para o Extreme E, já que a penúltima corrida da série de abertura será realizada na Floresta Amazônica, no Pará, de 23 a 24 de outubro de 2021.

Ali Russell, Diretor de Marketing do Extreme E, comentou: “Essa parceria com a TV Globo é realmente empolgante. Os brasileiros têm uma afinidade de longa data com o automobilismo e acreditamos que eles vão adorar este novo formato de corrida que combina equipes de ponta, desempenho de veículos elétricos de última geração e velocidade, tudo isso associado à preocupação com o futuro do nosso planeta. A América do Sul é um público muito importante para a nossa competição, que tem objetivos específicos, especialmente por ter como anfitriã a Amazônia, pulmão do planeta que está na linha de frente da crise climática. Como principal emissora nacional, a Globo é a parceira perfeita para nos ajudar a engajar uma nova geração de fãs neste novo esporte”.

No Extreme E, os veículos elétricos off-road se enfrentam em cinco locais remotos: ártico, deserto, floresta tropical, geleira e litoral. São territórios que já estão danificados ou severamente ameaçados pelas mudanças climáticas devido a uma série de problemas graves, incluindo o derretimento das calotas polares, desmatamento, desertificação e aumento do nível do mar.

Um Comitê Científico independente composto por importantes especialistas em clima, incluindo o especialista em Amazônia Brasileira Francisco Oliveira, trabalhará junto com Extreme E para assessorar a série e contribuir na educação do público em relação aos problemas enfrentados em locais como a Amazônia, e como todos podem fazer sua parte para gerar mais impacto positivo no planeta.

Mas o Extreme E não estará correndo somente para aumentar a conscientização em relação às graves questões relacionadas à mudança climática e as soluções que todos podemos adotar. Os organizadores também confirmaram recentemente seus planos de colaborar com o programa de restauração florestal da ONG The Nature Conservancy no Pará. A iniciativa manterá mais de 200 hectares de um programa agroflorestal de plantio de cacau, trabalhando com mais de 50 pequenos produtores locais para ajudá-los a aumentar a renda que obtém através da agricultura sustentável.

A CBMM, empresa com sede no Brasil, fornecedora líder mundial de produtos de nióbio, é sócia fundadora da Extreme E. A série de veículos elétricos denominada ODYSSEY 21 inclui produtos de nióbio produzidos de forma sustentável, que ajudam a criar um veículo mais leve e mais eficiente em potência.

O acordo com a Globo é o mais recente de uma longa lista de parcerias para transmissão já anunciadas pelo Extreme E, que também fez alianças com a BBC (Reino Unido), Discovery (Europa e América do Norte), FOX Sports (Estados Unidos, Canadá e o Caribe), FOX Sports Ásia (Sudeste Asiático), FOX Sports Austrália, Mediaset (Itália), Sony India (Subcontinente Indiano), TVNZ (Nova Zelândia), RTM (Malásia), Dubai Sports (Oriente Médio), RDS (Canadá), China Sports Zhibo.tv (China), RTL 7 (Países Baixos), ORF (Áustria), ESPN Africa and StarTimes (África), Saran Media Group (Turquia), Arena Sport TV (Balcãs), Virgin Media (Irlanda), MySports (Suíça) e BTRC (Bielorrússia).

Calendário da Temporada 1:

X Prix Deserto: Al Ula, Arábia Saudita
20-21 de março de 2021
X Prix Oceano: Lac Rose, Senegal
29-30 de maio de 2021
X Prix Ártico: Kangerlussusaq, Groenlândia
28-29 de agosto de 2021
X Prix Amazônia: Pará, Brasil
23-24 de outubro de 2021
X Prix Glaciar: Patagônia, Argentina
11-12 de dezembro de 2021

Foto: Divulgação

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Alpine vence em seu retorno a Monte Carlo

Cinquenta anos após sua primeira vitória no Rali de Monte Carlo de 1971, a Alpine retornou…