Na abertura da temporada 2020 da Fórmula 1, o piloto da Equipe Renault DP World de F1, Esteban Ocon, conquistou um belo oitavo lugar em seu retorno às corridas, em um Grande Prêmio da Áustria emocionante e cheio de ação.

Daniel Ricciardo teve que abandonar a corrida de 71 voltas em razão de uma suspeita de problema no sistema de resfriamento.

Iniciando sua trajetória com a Renault, Esteban largou na décima quarta posição do grid, em sua primeira largada desde o Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2018.

O francês perdeu duas posições após uma largada lenta com os pneus médios da Pirelli, conseguindo avançar posições graças aos abandonos de prova dos pilotos que estavam à frente.

Esteban parou para colocar pneus duros sob a atuação do carro de segurança na 26ª volta. Duas novas neutralizações no final da corrida permitiram que ele avançasse para o top 10 e terminasse em oitavo ao cruzar a bandeira quadriculada, ficando a apenas 774 milésimos de segundo do sétimo colocado.

Autor de uma bela largada na décima fileira, Daniel teve um início de corrida emocionante, travando várias batalhas por pontos. Entretanto, o australiano teve que abandonar a prova quando ainda ocupava a décima posição por medida de precaução na volta de número 17, devido a uma suspeita de problema no sistema de resfriamento de seu Renault R.S.20.

Daniel Ricciardo – Largada: 10º – Abandono
“Hoje nos lembramos como a Fórmula 1 pode ser cruel. É uma pena ter que abandonar tão cedo, mas tivemos que parar o carro por precaução devido a um problema no sistema de resfriamento, para evitar danos maiores. Acho que houve vários pontos positivos neste fim de semana. Nosso ritmo pareceu bom com uma carga menor de combustível e sabemos que devemos aprender um pouco mais com uma quantidade maior. Terminamos o dia com várias lições e teremos uma segunda chance na próxima semana. Vamos continuar aprendendo e batalhando!”

Esteban Ocon – Largada: 14º – Chegada: 8º
“Foi muito bom retomar o trabalho pra valer hoje. Terminar com pontos representa um excelente resultado, principalmente porque ainda estou um pouco enferrujado! Estou satisfeito com o desenrolar da corrida, mas sabemos que devemos nos classificar melhor para avançar mais no pelotão. Nosso ritmo foi bom e estou feliz com as sensações proporcionadas pelo carro. Vamos estudar a corrida em detalhes para ver o que podemos corrigir e melhorar no próximo fim de semana. Teremos uma nova oportunidade para brigar por melhores posições e não vejo a hora de estar competindo na próxima semana”.

Cyril Abiteboul, Diretor da Equipe
“Ficamos felizes de poder correr novamente. Foi uma corrida típica de abertura de temporada, com muita ação do início ao fim e um belo resultado para qualquer equipe que tenha conseguido terminar com seus dois pilotos. Não conseguimos atingir este objetivo com o abandono de prova do Daniel – por precaução – devido a um problema no sistema de resfriamento. O Esteban fez um excelente trabalho, com um belo retorno acumulando pontos para a equipe na Áustria, em nosso retorno à Fórmula 1. Ele terá condições de buscar melhores resultados com base no que foi feito hoje. Outro ponto positivo foi a melhoria de nossa performance em uma pista que era tradicionalmente desfavorável para nós, mas em um pelotão mais fechado. Daqui até o próximo fim de semana, é importante focar nos problemas de confiabilidade, que provocaram o abandono de Daniel e ainda tiveram um impacto no programa de preparação de qualificações do Esteban e, consequentemente, de sua posição no grid.”

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz do Brasil é premiada por iniciativas de diversidade

Seguindo estratégia global da Daimler, Companhia valoriza as diferenças e fortalece a cult…