Adequação na planta para a produção do novo modelo 100% elétrico da fabricante alemã exige interrupção temporária nas atividades entre 24 de julho e 4 de setembro

Em processo de preparação para a produção do sedan 100% elétrico BMW i4, a fábrica do BMW Group em Munique, na Alemanha, irá interromper temporariamente a produção durante seis semanas ao longo do verão europeu. Nenhum modelo será produzido na planta após o expediente de 23 de julho e as atividades serão retomadas em 7 de setembro.

O BMW Group irá utilizar este período para implementar diversas modificações estruturais antes que o 100% elétrico BMW i4 entre em produção em 2021. “Nós estamos acelerando a fábrica de Munique em direção ao futuro. Uma vez que esta remodelação estiver finalizada, seremos capazes de produzir veículos movidos a diesel, gasolina e híbridos, além do 100% elétrico BMW i4, todos em uma mesma linha. Isto nos dará uma capacidade de responder rapidamente à demanda dos consumidores”, afirma o diretor da fábrica Roberto Engelhorn.

A integração do BMW i4 no sistema de produção será um grande desafio para a fábrica de Munique. A bateria de alta tensão torna a carroceria do BMW i4 totalmente diferente do conceito de carroceria dos modelos fabricados até então. Por outro lado, cerca de 90% dos sistemas de produção existentes usados na oficina podem ser integrados e habilitados para a produção do BMW i4. Apenas 10% dos equipamentos – especificamente os utilizados para a produção da traseira – não podem ser integrados devido à bateria de alta tensão e então exigirão a instalação de novos sistemas.

A bateria de alta tensão no BMW i4 é instalada por baixo do carro. Uma linha de montagem própria para esta seção será montada. “Estas estruturas tornam a remodelação na planta particularmente desafiadora. Antigos sistemas precisam ser removidos e novos serão instalados e habilitados, tudo isso em apenas seis semanas. Para isso foi necessário um planejamento meticuloso e muita criatividade”, afirma Engelhorn.

A partir de 28 de agosto os sistemas serão ativados para que a produção seja retomada no turno de 7 de setembro, quando os veículos poderão então voltar às linhas de produção na fábrica de Munique.

Algumas áreas da fábrica, como a produção de motores, continuarão operando normalmente para garantir a produção em grande escala de suprimentos para atender a rede global.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Audi e-tron Sportback: o segundo veículo 100% elétrico da Audi lançado no Brasil

SUV Coupé com zero emissão de carbono está disponível nas concessionárias em duas versões …