Home Notícias Fábrica da Volkswagen em São Carlos atinge marca de 9 milhões de motores produzidos

Fábrica da Volkswagen em São Carlos atinge marca de 9 milhões de motores produzidos

Comentários desativados em Fábrica da Volkswagen em São Carlos atinge marca de 9 milhões de motores produzidos

 \"\"

 
A fábrica da Volkswagen do Brasil em São Carlos conquista a marca de 9 milhões de motores produzidos. O motor que marcou o número de 9 milhões foi o EA211 1.0l, versão que equipa os modelos Fox BlueMotion, up! e o cross up!, previsto para chegar ao mercado na primeira quinzena de novembro.
 
“A fábrica de São Carlos faz parte da era de Conexão Tecnológica da Volkswagen, com o lançamento dos motores da nova família EA211, que proporcionam ao consumidor brasileiro altos níveis de eficiência e inovação”, diz Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil.
 
Inaugurada em 1996, a fábrica de São Carlos é responsável pela produção dos propulsores da família EA111 de 1.0l e 1.6l que equipam os modelos Voyage, Saveiro, Fox, CrossFox, SpaceFox, Gol e Polo.
 
Em 2013, com o investimento de R$ 335 milhões, deu início à produção da nova geração de motores do Grupo Volkswagen, o EA211, propulsor globalizado com alta tecnologia e destaque para performance e baixo consumo de combustível, nas versões 1.0l e 1.6l que equipam os modelos up!, Fox BlueMotion, Novo Fox Highline, Gol Rallye e Saveiro Cabine Dupla.
 
O motor 1.0l de três cilindros foi o grande vencedor da 47ª edição da premiação “Carro do ano”, promovida pela Revista Autoesporte, da Editora Globo. O júri formado por 16 jornalistas especializados e sete engenheiros convidados pela revista elegeram o motor EA211 1.0l três cilindros como o “Motor do Ano até 2.0l” e o Fox 1.0l BlueMotion, equipado com o propulsor, o “Carro Verde do Ano 2014”. A premiação é uma das mais importantes da indústria automobilística brasileira.
 
Para o mercado brasileiro, 100% dos motores recebem a tecnologia bicombustível Total Flex. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina; montados nos veículos para exportação e também enviados para a Argentina.
 
“A conquista dos 9 milhões de motores produzidos mostra como São Carlos tem se tornado cada vez mais estratégica para as operações da Volkswagen na América Latina. Além do alto nível tecnológico, as ações de sustentabilidade da fábrica são referência no Grupo Volkswagen”, declara Otto Joos, vice-presidente de Operações da Volkswagen do Brasil.
 
Ao longo de seus 18 anos, completados no último dia 12 de outubro, a unidade passou por diversas etapas de ampliação, tendo sua área construída atual em 83 mil m², um aumento de mais de 200% desde 1996. Com três prédios produtivos: EA111, EA211 e o de Usinagem e Montagem de Cabeçotes, possui seis linhas de montagens de motores, quatro linhas de usinagem de blocos, duas de usinagem de cabeçotes e três de montagem de cabeçotes.
 
“Aumentamos a capacidade produtiva nesses anos em quatro vezes. Aumentamos as linhas de produção de 3 para 15 linhas nesse período. Isso dá em média, a cada dois anos, uma grande modificação ou ampliação na fábrica”, diz Andreas Hemmann, gerente executivo da unidade.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Fábrica da Volkswagen em São Carlos atinge marca de 9 milhões de motores produzidos

Comentários desativados em Fábrica da Volkswagen em São Carlos atinge marca de 9 milhões de motores produzidos

 \"\"

 
A fábrica da Volkswagen do Brasil em São Carlos conquista a marca de 9 milhões de motores produzidos. O motor que marcou o número de 9 milhões foi o EA211 1.0l, versão que equipa os modelos Fox BlueMotion, up! e o cross up!, previsto para chegar ao mercado na primeira quinzena de novembro.
 
“A fábrica de São Carlos faz parte da era de Conexão Tecnológica da Volkswagen, com o lançamento dos motores da nova família EA211, que proporcionam ao consumidor brasileiro altos níveis de eficiência e inovação”, diz Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil.
 
Inaugurada em 1996, a fábrica de São Carlos é responsável pela produção dos propulsores da família EA111 de 1.0l e 1.6l que equipam os modelos Voyage, Saveiro, Fox, CrossFox, SpaceFox, Gol e Polo.
 
Em 2013, com o investimento de R$ 335 milhões, deu início à produção da nova geração de motores do Grupo Volkswagen, o EA211, propulsor globalizado com alta tecnologia e destaque para performance e baixo consumo de combustível, nas versões 1.0l e 1.6l que equipam os modelos up!, Fox BlueMotion, Novo Fox Highline, Gol Rallye e Saveiro Cabine Dupla.
 
O motor 1.0l de três cilindros foi o grande vencedor da 47ª edição da premiação “Carro do ano”, promovida pela Revista Autoesporte, da Editora Globo. O júri formado por 16 jornalistas especializados e sete engenheiros convidados pela revista elegeram o motor EA211 1.0l três cilindros como o “Motor do Ano até 2.0l” e o Fox 1.0l BlueMotion, equipado com o propulsor, o “Carro Verde do Ano 2014”. A premiação é uma das mais importantes da indústria automobilística brasileira.
 
Para o mercado brasileiro, 100% dos motores recebem a tecnologia bicombustível Total Flex. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina; montados nos veículos para exportação e também enviados para a Argentina.
 
“A conquista dos 9 milhões de motores produzidos mostra como São Carlos tem se tornado cada vez mais estratégica para as operações da Volkswagen na América Latina. Além do alto nível tecnológico, as ações de sustentabilidade da fábrica são referência no Grupo Volkswagen”, declara Otto Joos, vice-presidente de Operações da Volkswagen do Brasil.
 
Ao longo de seus 18 anos, completados no último dia 12 de outubro, a unidade passou por diversas etapas de ampliação, tendo sua área construída atual em 83 mil m², um aumento de mais de 200% desde 1996. Com três prédios produtivos: EA111, EA211 e o de Usinagem e Montagem de Cabeçotes, possui seis linhas de montagens de motores, quatro linhas de usinagem de blocos, duas de usinagem de cabeçotes e três de montagem de cabeçotes.
 
“Aumentamos a capacidade produtiva nesses anos em quatro vezes. Aumentamos as linhas de produção de 3 para 15 linhas nesse período. Isso dá em média, a cada dois anos, uma grande modificação ou ampliação na fábrica”, diz Andreas Hemmann, gerente executivo da unidade.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nordeste é a única região a registrar aumento no preço do etanol no início de julho

Alta no valor médio por litro da gasolina também foi a maior do País, com mais de 1,5%. De…