Mais de 4 milhões de motores já foram produzidos na unidade

Em 2019, a Curitiba Motores (CMO), fábrica de motores da Renault do Brasil, completa 20 anos de produção no Complexo Ayrton Senna. Desde sua inauguração, em 1999, a unidade já produziu mais de 4 milhões de motores, com cerca de 40% destinados à exportação. Atualmente, a fábrica produz 3 famílias de motores e tem capacidade produtiva de 600 mil unidades por ano, além de exportar motores para a Colômbia e Argentina e componentes para Turquia.

A história de sucesso começa com a inauguração da fábrica, em 2 dezembro de 1999. Com capacidade produtiva de 280 mil unidades por ano, a CMO produzia os motores 1.6 16V, que equipavam os três veículos produzidos na fábrica no Brasil, o Scénic, o Clio e o Clio Sedan. Além disso, os motores também eram exportados para a Argentina, para produção da linha Mégane.

Em 2000, passou a produzir o motor 1.0 16V com foco no Clio, atingindo a marca de 30 mil motores em seu primeiro ano completo de fabricação. Para diversificar a gama, em 2002 foi iniciada a produção dos motores 1.0 8V e 16V, além do 1.2 16V para exportação. Com isso, em 2006 atingiu a marca de 1 milhão de motores produzidos, marca que foi triplicada em 2014.

Em 2016 a fábrica deu início a modernização dos motores com a produção da linha SCe (Smart Control Efficiency) trazendo os motores 1.0 SCe e 1.6 SCe, mais potentes e econômicos. No ano seguinte, teve início a expansão da fábrica com a construção de novas linhas de usinagem, para aumentar a produção local de componentes do motor, como virabrequim, cala e suporte. Com todas essas inovações, em 2018 a fábrica atingiu a marca de 4 milhões de motores produzidos no Brasil.

Além da produção de motores, a fábrica também é destaque na capacitação de seus colaboradores, além da busca constante por evolução utilizando novas tecnologias, com foco na Indústria 4.0. “Ao longo desses anos, a CMO passou por diversas mudanças, sempre buscando inovações para continuar crescendo e produzindo motores cada vez mais modernos. Ficamos muito felizes comemorar os 20 anos de produção, fruto de muita dedicação e trabalho dos colaboradores que fazem parte dessa história”, afirma Carlos Martin, diretor de Fabricação de Motores da Renault.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

FCA premia fornecedores em 20 categorias e prevê que mercado vai acelerar recuperação

Cenário é de crescente necessidade de localização de produção de componentes e subcomponen…