A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou hoje (26) os resultados globais no primeiro trimestre do ano, reportando um crescimento de 11% no EBIT (lucro antes de juros e impostos) de € 1,5 bilhão, o que representa uma margem de 5,5%. O lucro líquido ajustado também cresceu 27% em relação ao primeiro trimestre de 2016, para € 671 milhões, enquanto o lucro líquido alcançou € 641 milhões. Esses resultados operacional e financeiro refletem vendas globais de 1,145 milhão de veículos no trimestre, em linha com o desempenho do primeiro trimestre de 2016. As receitas líquidas somaram € 27,7 bilhões, com um crescimento de 4%.
A dívida líquida industrial de € 5,1 bilhões está dentro das projeções. A liquidez está forte e alcança € 21,6 bilhões, incluindo operação de crédito sindicalizada de € 6,25 bilhões. Em decorrência deste desempenho, a agência Moodys Investors Service melhorou a análise de perfil da FCA de estável para positivo, atribuindo ao grupo rating de Ba3.
Os resultados favoráveis foram alcançados apesar do impacto sobre volumes produzidos na América do Norte (Nafta), devido a mudanças em curso na base de produção. Apesar disto, as margens se elevaram para 7,3% no Nafta, se recuperaram para 3,2% na Europa, África e Oriente Médio (Emea) e alcançaram 11,3% na Maserati.
Em função destes resultados, o grupo confirma suas metas do ano:
• Vendas entre € 115 e € 120 bilhões
• EBIT ajustado maior do que € 7 bilhões
• Lucro líquido ajustado maior do que € 3 bilhões
• Dívida industrial líquida menor do que € 2,5 bilhões
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Novo DAF XF ganha cor laranja e amplia opção de customização do modelo

Aurora Orange completa a gama de 13 cores disponíveis para o extrapesado O novo DAF XF, la…