Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) alcança avanços significativos ao transformar os compromissos de sustentabilidade em ações concretas. Nas fábricas do Grupo, nos últimos sete anos, a emissão de CO2 diminuiu 33%, seguida de 37% de redução do consumo de água e de 58% de geração de resíduos por veículo produzido. Somente em 2017, foram mais de 2,8 milhões de sugestões de funcionários para possíveis melhorias em produtos e processos. Esses são alguns dos resultados apresentados no Relatório de Sustentabilidade FCA 2017, divulgado na Assembleia Geral Anual de Acionistas.

O documento tem como objetivo fornecer para a sociedade uma visão das ações sociais, econômicas e ambientais mais relevantes do Grupo. No Relatório de Sustentabilidade, também estão detalhadas as metas de longo prazo, atreladas à estratégia global da FCA para a transição rumo à economia circular, de forma a contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas.

O compromisso com o combate às mudanças climáticas se reflete nos investimentos, ao longo de 2017, em motores mais eficientes, melhoria da aerodinâmica e redução de peso dos veículos, com foco contínuo em segurança, qualidade e redução das emissões de CO2. As ações incluíram o lançamento da tecnologia híbrida leve eTorque Assist no novo Jeep Wrangler.

Como parte da estratégia de sustentabilidade, a FCA fortaleceu a colaboração com a Waymo, empresa do Google de desenvolvimento da condução autônoma, para integrar a tecnologia às minivans híbridas Chrysler Pacifica e apoiar o lançamento do primeiro serviço sem motorista do mundo. O Grupo também desenvolveu diversos programas nas comunidades em que atua, somando investimentos de mais de 25 milhões de euros em 2017.

América Latina

As ações realizadas pela FCA na América Latina tiveram destaque no Relatório de Sustentabilidade da FCA 2017. Um exemplo foi a conquista do certificado “Carbono Neutro” pelo Polo Automotivo da Jeep, em Goiana (PE), através do uso de energia renovável, combustíveis mais limpos e iniciativas para compensação das emissões de CO2. Inaugurada em 2015 e considerada uma das mais modernas fábrica da FCA do mundo, a planta da Jeep é “Aterro Zero”, com o envio de 100% dos resíduos gerados para reutilização e reciclagem. Também é referência em gestão hídrica com índice de reúso de água de mais de 99%, ou seja, o efluente é tratado e retorna para o processo produtivo, praticamente eliminando o consumo de água potável na manufatura.

Outra importante menção foi a vitória no Prêmio ANA 2017, na categoria Empresas de Médio e Grande Porte. Realizada pela Agência Nacional de Águas (ANA), vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, a premiação reconhece as melhores iniciativas que contribuem para gestão e uso sustentável dos recursos hídricos no Brasil. “O reconhecimento nos faz buscar novos desafios e nos aperfeiçoarmos cada vez mais”, diz o gerente de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho da FCA para a América Latina, Cristiano Felix, que destaca como diferencial da gestão hídrica da FCA a combinação de diversos projetos. “Além das tecnologias de ponta para a reciclagem da água, investimos em ações de educação ambiental e preservação da biodiversidade, sempre com visão de longo prazo”, explica.

A linha completa de veículos flex no Brasil também foi citada, dentro da estratégia de incentivo aos biocombustíveis e combate às mudanças climáticas. Em 2017, 89% do total de veículos licenciados pelo Grupo no país foram flex.

No Relatório de Sustentabilidade, os programas sociais realizados no Brasil também contribuíram para demonstração de resultados consistentes nessa área, com destaque para o Rota do Saber e o Árvore da Vida. Lançado em 2015 na área de influência do Polo Automotivo Jeep (PE), o Rota do Saber capacita gestores e professores do Ensino Fundamental de escolas públicas. Como resultado, na cidade de Igarassu, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica no Ensino Fundamental aumentou 25%, de 2,8 para 3,5, atingindo a meta definida pelo governo brasileiro. Em 2017, cinco novas cidades foram incorporadas ao programa (Goiana, Paulista, Itambé, Alhandra e Caaporã), totalizando mais 30 mil alunos, 1.100 professores e cerca de 180 escolas beneficiados.

O programa Árvore da Vida está presente na área de influência do Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG). Em 13 anos, beneficiou mais de 22,2 mil moradores da região do Jardim Teresópolis, com projetos voltados para atividades socioeducativas, capacitação profissional e apoio ao empreendedorismo e ao desenvolvimento comunitário. Entre eles, destaca-se a Cooperárvore, cooperativa formada por mulheres que transforma sobras de cintos de segurança e aparas de tecido automotivo doados pela FCA e fornecedores em acessórios de moda como bolsas e mochilas. Em 11 anos, a Cooperárvore reutilizou cerca de 36 toneladas de material e produziu 248 mil produtos. Além do impacto positivo nas famílias envolvidas, a cooperativa traz benefícios da economia circular.

Na visão do diretor de Comunicação, Marketing e Sustentabilidade da FCA para a América Latina, João Ciaco, o Relatório de Sustentabilidade é uma importante ferramenta que traz transparência às ações sociais, econômicas e ambientais da empresa. “Estamos trabalhando constantemente para garantir que nossas atividades e resultados alcançados possam gerar valor a longo prazo”, completa.

Descubra mais sobre a jornada de sustentabilidade da FCA em: https://www.fcagroup.com/en-US/sustainability/Pages/reporting.aspx

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

PRF inicia Operação Proclamação da República 2018

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Com foco na diminuição de acident…