A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) fechou 2015 com forte desempenho, superando a meta para o ano. Incluindo os resultados da Ferrari, a receita líquida foi de € 113,2 bilhões, um aumento de 18% sobre o ano anterior. O EBIT (resultados antes de impostos e juros) ajustado foi de € 5,3 bilhões, um aumento de 40% sobre 2014, e o lucro líquido ajustado alcançou € 2 bilhões, o que representa um aumento de 91%. O spin-off da Ferrari permitiu que o Grupo começasse 2016 com uma dívida industrial líquida de € 5 bilhões.
 
– As vendas mundiais somaram 4,6 milhões de unidades, em linha com o resultado de 2014. O forte desempenho mundial da marca Jeep continuou e estabeleceu o recorde de vendas mundiais de 1,3 milhões de unidades da marca, o que significa uma expansão de 21% sobre o ano anterior.
 
– O EBIT (resultados antes de impostos e juros) ajustado foi de € 5,3 bilhões, um aumento de 40% sobre os € 3,8 bilhões em 2014, com o NAFTA (América do Norte) mais do que dobrando os resultados e EMEA (Europa, Oriente Médio e África) voltando a ser rentável um ano antes do planejado. Todos os segmentos foram rentáveis no quarto trimestre de 2015.
 
– O lucro líquido ajustado foi de € 2 bilhões, um aumento de 91% em comparação com € 1,1 bilhão em 2014. O lucro líquido em 2015 foi de € 377 milhões, já incluindo deduções relativas a encargos extraordinários.
 
– O endividamento industrial líquido foi de € 6 bilhões em 31 de dezembro de 2015 e a liquidez manteve-se forte, em € 25,2 bilhões. Depois de contabilizar o spin-off da Ferrari, a dívida industrial líquida passou a € 5 bilhões e a liquidez sofreu redução marginal para  € 24,6 bilhões.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford Fund doa 9.000 máscaras para comunidades de São Paulo em projeto que gera renda para costureiras

Em parceira com a Aldeias Infantis SOS Brasil, a iniciativa faz parte do projeto Costura S…