Fiat e IPT têm longo histórico de parceria, desde o desenvolvimento do 147 movido a álcool

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) anunciou sua adesão ao projeto IPT Open Experience, uma iniciativa liderada pelo renomado Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) para fomentar a inovação em grandes companhias. A união foi formalizada em evento digital comandado pelo governador de São Paulo, João Doria, com a participação do presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa, além de integrantes do governo e dirigentes de outras empresas que também se engajaram à iniciativa.

“São Paulo tem o ambiente mais amigável de negócios em todo o Brasil e é compromisso de nossa gestão fortalecer ainda mais o Estado com tecnologia de ponta em todas as cadeias de produção. A adesão de uma companhia historicamente inovadora como a Fiat Chrysler Automóveis ao IPT Open Experience permitirá que novos campos de pesquisa e desenvolvimento sejam explorados por centros de excelência e pelo próprio mercado consumidor”, afirmou o governador João Doria.

“Esta é, na verdade, a continuidade de uma longa história de parceria com o IPT. Iniciamos a nossa colaboração nos anos de 1970, nos esforços para desenvolver o primeiro carro a álcool do Brasil, e mantivemos uma relação muito produtiva desde então”, recordou Antonio Filosa. A Fiat foi pioneira ao lançar, em 1979, o modelo 147 – o primeiro automóvel produzido em série no Brasil a utilizar o biocombustível. Desde então, a FCA já desenvolveu diversos projetos com o IPT nas áreas de manufatura e ferramental.

INFOTENIMENTO E CONECTIVIDADE

O IPT Open Experience é uma plataforma empresarial com o objetivo de desenvolver e incorporar inovação hardtech nos negócios, potencializada pelo modelo “open innovation” (Inovação Aberta). Através desta parceria, a FCA se conecta com pesquisadores e corpo estratégico da rede de Centros Tecnológicos e laboratórios de pesquisa do IPT, que ao longo de 120 anos de história construiu parcerias altamente estratégicas nas esferas pública e privada e atuou como um agente de transformação e inovação no âmbito tecnológico mundial.

O foco da FCA na parceria é a aceleração do desenvolvimento de tecnologias para o carro conectado, com ênfase na validação dos sistemas de infotenimento e conectividade veicular sob a ótica da experiência do consumidor.

Para isso, a FCA integrará o espaço compartilhado “Hub de Inovação”, destinado a solucionar desafios tecnológicos das empresas por meio da interação com instituições de pesquisas, universidades e governo. As áreas tecnológicas de concentração são o Hardtech, a Tecnologia da Informação, Automação e Mobilidade, além da Experiência do Consumidor.

“No contexto atual, a inovação aberta ajuda muito a ampliar as possibilidades de desenvolvimento de novas soluções em prazo mais curto. As oportunidades e demandas atuais exigem competências e conhecimentos que nem sempre possuímos internamente. Mobilizar parceiros em um processo de cocriação traz agilidade e vantagens competitivas em um mercado em transformação acelerada”, conclui Filosa.

Recentemente, a FCA foi nomeada como uma das 100 empresas líderes em inovação aberta no Brasil pelo ranking TOP 100 Open Corps, elaborado pela 100 Open Startups, plataforma que conecta startups a grandes empresas.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Deixe uma resposta

Veja também

Ônibus VW moderniza frota argentina de transporte público

Como motorização MAN D08, esses dois Volksbus têm sistema EGR de tratamento de emissões, d…