Envolvimento da rede de concessionárias da marca será da ordem de 95%, reforçando o compromisso da Fiat com ações de sustentabilidade que pautam sua operação no Brasil

As embalagens plásticas de óleo lubrificante utilizadas nas concessionárias Fiat de todo o Brasil serão preferencialmente recicladas através de uma parceria estabelecida entre a empresa e sua rede com o Instituto Jogue Limpo.

Estas embalagens já têm uma destinação adequada e ambientalmente correta, mas a partir de agora passarão por um sistema completo e mais abrangente de logística reversa, que se estende desde a coleta das embalagens nas concessionárias e seu recebimento em centrais de armazenamento certificadas, onde o material é drenado, prensado e moído, para ser encaminhado às recicladoras credenciadas pelo sistema. Nesta última etapa, o plástico é descontaminado e transformado em matéria-prima para novas embalagens e outros produtos plásticos, retornando à cadeia de produção.

A iniciativa se soma ao amplo movimento de transformação pela qual a Fiat está passando no Brasil. O processo de Rebranding da marca envolve um novo padrão de comunicação visual de seus distribuidores, novo portfólio de produtos e uma nova maneira de se comunicar com o consumidor. Como uma empresa moderna, espontânea e consciente, a sustentabilidade é cada vez mais presente em ações que envolvem o ambiente em que a empresa atua.

“Acreditamos em soluções que combinem o compromisso individual e coletivo, composta por uma estratégia eficaz de participação múltipla, investimento em processos e tecnologias de ponta e a incorporação da economia circular nas operações. Daí a importância da parceria com o Instituto Jogue Limpo”, afirma Herlander Zola, diretor do Brand Fiat e Operações Comerciais Brasil.

O Jogue Limpo surgiu em 2005 através de um consórcio liderado pelo Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes) e seus associados, que então implantaram o projeto de coleta, tratamento e reciclagem de embalagens usadas de óleo lubrificantes. Sua relevância cresceu muito desde a criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) em 2010, sendo o primeiro Sistema de Logística Reversa a assinar um acordo setorial com o Ministério do Meio Ambiente, em consonância com a nova lei em 2012.

Devido à grande importância que a atividade havia atingido, em 2014 o Jogue Limpo deixou de ser um programa dentro do Sindicom e se tornou o Instituto Jogue Limpo. Assim, a nova entidade conseguiu ampliar o processo de associação para todos os fabricantes e importadores de óleo lubrificante regulados pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) que desejarem fazer parte do sistema coletivo de Logística Reversa oficial do setor.

Os números acumulados nestes 15 anos são impressionantes. Há mais de 47 mil pontos geradores de embalagens usadas cadastrados e mais de 800 milhões de embalagens foram recolhidas desde 2005. Deste total, 98,5% das embalagens são destinadas para a reciclagem. A ação alcança 18 Estados e o Distrito Federal e 4.310 municípios brasileiros. De imediato, 95% da rede de distribuidores Fiat terá suporte do Instituto Jogue Limpo.

“Com essa iniciativa, aprimoramos o sistema de gestão ambiental da rede de concessionárias Fiat e alimentamos a economia circular. Além de prevenir a contaminação do meio ambiente, a parceria da empresa com seus distribuidores e o Instituto Jogue Limpo alimenta a cadeia de produção de plásticos, uma atitude ambientalmente responsável e correta, diz José Carlos Dourado, presidente da Associação Brasileira dos Concessionários de Automóveis Fiat (ABRACAF).

O sistema tem como diferencial a transparência e a rastreabilidade de todo o processo. As embalagens recebidas são identificadas por código no ponto de coleta e foi desenvolvido um sistema que disponibiliza informações diretamente das balanças eletrônicas, as quais são exportadas em tempo real através de smartphones logo após a pesagem das embalagens devolvidas aos fabricantes. Através do sistema, as agências ambientais podem visualizar, tanto no município quanto no estado, as informações disponíveis relativas às quantidades de embalagens devolvidas pelos geradores para o sistema e enviadas para reciclagem.

“O sistema Jogue Limpo se orgulha de ser um dos líderes na logística reversa no país, iniciando suas atividades mesmo antes da existência da lei específica. Os 46 associados do sistema, são todos fabricantes ou importadores de óleo lubrificante e representam quase 90% do mercado, suportam todos os gastos e, fortemente, influenciam para que tudo se volte para a economia circular. Agora, com esta união de esforços com a FIAT e seus concessionários, vamos valorizar ainda mais as boas práticas de priorizar a reciclagem”, comenta Ezio C. Antunes, diretor executivo do Instituto Jogue Limpo.

Para conhecer um pouco mais do trabalho do Instituto, acompanhe o vídeo

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nomeação da Equipe Executiva Sênior para comandar a Stellantis

A Stellantis estabelece uma governança eficiente desde o primeiro dia (“Dia Um”) com a nom…