Home Notícias Financiamento de veículos tem melhor resultado do ano em agosto

Financiamento de veículos tem melhor resultado do ano em agosto

Comentários desativados em Financiamento de veículos tem melhor resultado do ano em agosto
O mercado de crédito para aquisição de veículos registrou o melhor resultado do ano em agosto. O total de recursos liberados na carteira de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) foi de R$ 7,2 bilhões, volume 9,1% superior ao registrado em julho e 1% maior que o mesmo mês de 2015. Até então, o maior montante foi registrado em março, quando foram concedidos R$ 6,6 bilhões para financiamentos de veículos.
De acordo com balanço divulgado pela ANEF (Associação Nacional das Empresas Financeiras de Montadoras), no oitavo mês do ano foram liberados R$ 6,3 bilhões para as pessoas físicas (alta de 8,9% em relação ao mês anterior, mas queda de 0,4% na comparação com o mesmo mês de 2015). Já para as pessoas jurídicas, foram concedidos R$ 896 milhões (crescimento de 10,6% em relação a julho e de 11,7% na comparação com agosto do ano passado).
Apesar de o mercado esboçar alguma recuperação no início do segundo semestre, o volume de negócios ainda reflete o receio do consumidor em investir na compra de um veículo.
“O momento ainda é de cautela. As pessoas têm medo de contrair uma dívida e não conseguir quitá-la. É preciso que elas recuperem a sua confiança e renda, além de voltar a ter crédito. Esses são os três pilares que impactam o setor. Enquanto o consumidor não recuperar seu poder de compra, via aumento do nível de emprego e menor taxa de inflação, ele não irá solicitar um crédito de maior valor”, afirma o presidente da entidade, Gilson Carvalho.
Os números comprovam essa afirmação. No acumulado dos oito primeiros meses do ano, o volume de recursos liberados para o CDC foi de R$ 51,5 bilhões, queda de 14,8% nos últimos 12 meses. Desse total, R$ 45,7 bilhões foram destinados para as pessoas físicas e os restantes R$ 5,8 bilhões, para as pessoas jurídicas (respectivamente, queda de 15,5% em relação a julho e de 8% nos últimos 12 meses).
Já na carteira de leasing, o volume liberado de janeiro a agosto foi de R$ 1,4 bilhão, o que representa um recuo de 30,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. Para as pessoas físicas, foram concedidos R$ 486 milhões (retração de 32,1% nos últimos 12 meses) e para as pessoas jurídicas, foram destinados R$ 940 milhões (volume 29,4% inferior em relação aos oito primeiros meses de 2015).
Em agosto, as operações de leasing totalizaram R$ 152 milhões, montante 7,8% superior ao registrado em julho e 50,6% inferior na comparação com o mesmo mês de 2015. Os negócios envolvendo pessoas físicas somaram R$ 121 milhões (alta de 10% em relação ao mês anterior e queda de 43,2% na comparação com o mesmo período do ano passado). Já para as pessoas jurídicas, foram concedidos R$ 31 milhões (mesmo volume liberado em julho, mas 67,4% menos em relação a agosto de 2015).
Saldo das carteiras
O saldo das carteiras de veículos totalizou R$ 166,4 bilhões, queda de 0,8% em relação a julho e de 13,5 % na comparação com os últimos 12 meses. Esse indicador corresponde a 2,7% do PIB (Produto Interno Bruto), contra 3,3% no mesmo período de 2015. O resultado representa uma redução de 0,6 pontos percentuais e equivale a 5,3% do total do crédito do SFN (Sistema Financeiro Nacional) e de 10,7% do total das operações de crédito – Recursos Livres.
Taxas e juros
As taxas praticadas pelos bancos das montadoras são mais atrativas para o consumidor. Em agosto, os índices foram de 1,77% ao mês e de 23,43% ao ano, enquanto os bancos independentes ofereceram taxas de 1,96% e de 26,2% respectivamente.O prazo médio das concessões se manteve em 42 meses. O prazo máximo oferecido pelos bancos é de 60 meses.

Inadimplência
A taxa de inadimplência para pessoas físicas em agosto foi de 4,6% – mesmo índice registrado em julho. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, foi registrada alta de 0,7 pontos percentuais. Já para pessoas jurídicas, o índice de não pagadores foi de 5,0% (queda de 0,2 pontos percentuais em relação a julho e aumento de 0,6 pontos percentuais na comparação com o mesmo mês do ano passado).
Na carteira de leasing, a taxa foi de 4,1% tanto para pessoas físicas como para pessoas jurídicas. Para o primeiro grupo, a queda 0,1 ponto percentual em relação a julho e de 2,3 pontos percentuais na comparação com agosto de 2015; enquanto para o segundo, houvequeda de 0,4 pontos percentuais em relação a julho e aumento de 0,7 pontos percentuais na comparação com o mesmo período.
Projeções
A ANEF refez as suas projeções para este ano. A entidade estima que o saldo de financiamento deverá ficar em R$ 155,7 bilhões, queda de 15% em relação ao resultado alcançado no ano passado, que foi de R$ 183,2 bilhões. Já o volume de recursos liberados deverá cair 15,8%, passando de R$ 92 bilhões para R$ 77,5 bilhões.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Toyota apresenta edição limitada Special Edition do Corolla Cross

Baseado na versão topo de linha, XRX Hybrid, o Corolla Cross Special Edition conta com equ…