Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
No terceiro trimestre do ano, o volume de financiamentos de veículos novos e usados somou 1.309.628 unidades, aumento de 12,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados consideram automóveis leves, motos e pesados. É o maior crescimento verificado para o período desde 2010.
Considerando apenas setembro, os financiamentos de veículos avançaram 13,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, ao somarem 419.996 unidades negociadas, apresentando o segundo melhor crescimento do ano.
O levantamento é da B3, empresa resultante da combinação de atividades da BM&FBOVESPA, uma das maiores bolsas do mundo em valor de mercado, e a Cetip, maior depositária de títulos privados da América Latina. A B3 opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base privada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.
No terceiro trimestre, os financiamentos de automóveis leves aumentaram 14%, na comparação com o mesmo período de 2016, ao atingirem 1.073.967 unidades negociadas. Desse total, foram financiados 302.900 autos leves novos, alta de 13,6%, em relação ao terceiro trimestre de 2016, sendo o maior crescimento desde 2010. Já os autos leves usados cresceram 14,1%, na mesma base de comparação, e totalizaram 771.067 unidades financiadas.
Em setembro, as vendas financiadas de carros novos avançaram 22,1%, ao somarem 98.615 unidades. Com isso, a categoria teve o maior crescimento do ano. Seguindo o desempenho de alta, os financiamentos de autos leves usados aumentaram 13,3%, na mesma base de comparação, e totalizaram 246.607 unidades.
“Fechamos o terceiro trimestre do ano com o maior crescimento desde 2010. Isso mostra que o mercado de financiamentos pode estar no caminho para uma recuperação”, disse Marcus Lavorato, superintendente de Relações Institucionais da B3.
Em relação ao tempo de uso dos autos leves, no terceiro trimestre do ano, aqueles com até três anos de uso apresentaram queda de 5,1%, na comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto os carros com quatro a oito anos de uso avançaram 17,3%, na mesma base de comparação, e os novos cresceram 13,6%.
Considerando as modalidades de financiamento, o CDC continua sendo a mais utilizada pelos consumidores, com 1.096.485 veículos financiados no terceiro trimestre do ano, alta de 16,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o consórcio recuou 4,3%, na mesma base de comparação, com 185.935 unidades negociadas.
O prazo médio de financiamento de autos leves de quatro a oito anos de uso aumentou de 42,9 para 43,2 meses no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2016. Já o prazo para carros novos caiu de 37,3 para 36,9 meses, na mesma base de comparação.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Saiba como economizar até 15% de combustível

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.O preço do combustível subiu mais…