Vendas a crédito de novos e usados avançam no acumulado do ano, com destaque para financiamentos de caminhões e ônibus 0km, que cresceram 37,7% no período

No primeiro trimestre de 2019, as vendas financiadas de veículos somaram 1,4 milhão de unidades, entre novas e usadas, incluindo autos leves, motos e pesados. Esse número representa um aumento de 7,2% em relação ao primeiro trimestre do ano anterior e engloba veículos novos e usados em todo o País. Desse total, 504.066 representam veículos novos – 7,4% a mais do que em 2018 – e 902.271, de usados, alta de 7,1% sobre o ano anterior.

Os números de 2019 apontam que os financiamentos de veículos pesados foram um dos principais responsáveis pela alta do trimestre. Neste grupo, foram financiadas 60.097 unidades, entre novas e usadas, nos primeiros três meses do ano, alta de 22,4%, na comparação com o mesmo período de 2018, quando 49.083 veículos pesados foram vendidos a crédito.

Os números são da B3, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), a maior base privada do País, que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.

Entre os automóveis leves, as vendas a crédito de zero quilômetro atingiram 298.281 veículos no primeiro trimestre, alta de 2,1% sobre 2018; já as vendas de leves usados registraram crescimento de 6,5% na mesma base de comparação e somaram 825.376 unidades.

A quantidade de veículos financiados – incluindo novos e usados leves, motos e pesados – em março de 2019 foi de 447.433 unidades, apontando uma queda de 5,0% em comparação com março de 2018. O impacto negativo foi verificado, sobretudo, por conta do feriado de Carnaval, que em 2019 ocorreu em março (em 2018, o recesso caiu em fevereiro).

Em março de 2019, foram comercializados 353 mil autos leves, sendo 99,8 mil novos (queda de 10,4% sobre março do ano anterior) e 253,2 mil autos usados (5,5% inferior).

O Crédito Direto ao Consumidor (CDC) segue como a principal modalidade de crédito para financiar veículos no Brasil, representando no ano passado 86,2% das operações no primeiro trimestre de 2019, um avanço de 8,8% em relação ao ano anterior – 1,2 milhão de unidades foram comercializadas por meio do CDC. As cotas contempladas, mas não quitadas, de consórcio representaram 12,4% das transações no mesmo período.

Em relação a faixa de uso, entre todos os leves comercializados a crédito no primeiro trimestre de 2019, 298,3 mil são zero quilômetro, 148,3 mil têm até três anos de uso e 439,2 mil unidades somam entre quatro e oito anos de uso.

O prazo de financiamentos para automóveis leves aumentou em relação a 2018, para 42,4 meses. O maior prazo para crédito foi observado entre os autos com quatro a oito anos de uso, com 44,3 meses.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Veja também

Novo Corolla feito no Brasil será o primeiro veículo híbrido flex do mundo

Com essa motorização, o Novo Corolla será o carro movido a etanol mais eficiente do País e…